MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Posso receber Auxílio Brasil e Auxílio Gás? Veja benefícios sociais que podem ser acumulados no Brasil

Os beneficiários do Auxílio Brasil também podem receber outros benefícios sociais do governo; veja os que podem ser acumulados no Brasil; saiba mais

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 23/04/2022, às 15h06

Veja benefícios sociais que podem ser acumulados no Brasil
Veja benefícios sociais que podem ser acumulados no Brasil - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O Auxílio Brasil irá beneficiar um pouco mais de 18 milhões de famílias em abril. A depender de critérios, os beneficiários também recebem o Auxílio Gás, auxílio inclusão e tarifa social de energia, além de outros benefícios sociais. 

Com o fim do Bolsa Família, o Auxílio Brasil se tornou o principal programa de transferência de renda do país, que beneficia famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. A Caixa Econômica Federal é responsável por realizar os pagamentos para as famílias selecionadas para receber o benefício a partir de critérios estabelecidos pelo Ministério da Cidadania. 

Posso receber o Auxílio Brasil e o Auxílio Gás? 

O Auxílio Gás é pago para os beneficiários do Auxílio Brasil. Neste mês, o benefício tem valor de R$ 51 e chegará a cerca de 5,39 milhões de famílias brasileiras que somam R$ 275 milhões. O vale gás será pago para as famílias de baixa renda do país conseguirem comprar o botijão de 13kg, equivalente a R$ 113,54 em abril. 

Com a inclusão do benefício, o valor do Auxílio Brasil passa a ser um pouco mais de R$ 450. Também serão beneficiadas mais famílias, 18,06 milhões em situação de vulnerabilidade social, com parcela média de R$ 403 — um valor abaixo do que foi pago em março, que ficou em R$ 409,80. 

O benefício do Auxílio Gás é destinado para as famílias que são inscritas no Cadastro Único, tendo os valores pagos a um responsável, que de preferência é a mulher, devendo ela estar indicada no cadastro. 

No caso daquelas famílias que não estão inscritas no CadÚnico, mas são beneficiárias do BPC, o pagamento será realizado a um titular do benefício de assistência social ou um responsável. 

Afinal, como realizar a inscrição para receber os benefícios do governo?

Para ter acesso aos programas do governo federal, o candidato ao benefício deve realizar uma inscrição no Cadastro Único. Esse cadastro pode ser realizado presencialmente em uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Para ter mais informações basta clicar aqui

Logo após uma equipe de serviço social realizar uma análise, você será informado se está habilitado para receber o benefício. Para os aprovados, o dinheiro será pago a cada dois meses em uma conta digital ou bancária. O benefício tem validade de até 120 dias, contando da data da aprovação do benefício. 

Veja benefícios sociais que podem ser acumulados no Brasil

O Auxílio Brasil possui uma série de benefícios para as famílias que estão em situação de pobreza e extrema pobreza. Confira TODOS:

  • Benefício Primeira Infância - Destinado às famílias que possuam, em sua composição, crianças com idade entre 0 e 36 meses incompletos. Valor de R$ 130,00 por integrante da família;
  • Benefício Composição Familiar - Destinado às famílias que possuam, em sua composição, gestantes ou pessoas com idade entre 3 e 21 anos incompletos. Valor de R$ 65,00 por integrante da família;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza - Valor mínimo calculado por integrante e pago por família beneficiária do Programa Auxílio Brasil cuja renda familiar mensal per capita, calculada após o acréscimo dos benefícios financeiros, for igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza;
  • Auxílio Criança Cidadã - Concedido para acesso da criança, em tempo integral ou parcial, às creches, regulamentadas e autorizadas, que ofertam educação infantil, nos termos do regulamento. Valor mensal do Auxílio Criança Cidadã será de: R$ 200,00, para as famílias que tenham crianças matriculadas em turno parcial; e R$ 300,00, para as famílias que tenham crianças matriculadas em turno integral;
  • Benefício Compensatório de Transição - Concedido às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que tiverem redução no valor financeiro total dos benefícios recebidos em decorrência do enquadramento na nova estrutura de benefícios financeiros previstos no Programa Auxílio Brasil;
  • Auxílio Esporte Escolar - Auxílio financeiro concedido às famílias integrantes do Auxílio Brasil que apresentem, em sua composição, atletas que se destacarem em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros, nos termos do regulamento. Valor do Auxílio Esporte Escolar será de: R$ 100,00, referentes a cada uma das doze parcelas mensais do benefício; e R$ 1.000,00, referentes à parcela única, por família;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior - Concedida aos estudantes, integrantes das famílias que recebam os benefícios do Auxílio Brasil, que se destacarem em competições acadêmicas e científicas, de abrangência nacional, vinculadas a temas da educação básica, nos termos do regulamento;
  • O valor da Bolsa de Iniciação Científica Júnior - será de: R$ 100,00 , referentes a cada uma das doze parcelas mensais do benefício; e R$ 1.000,00, referentes à parcela única, por família;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural - Concedido para incentivo à produção, doação e consumo de alimentos saudáveis pelos agricultores familiares que recebam os benefícios Auxílio Brasil para consumo de famílias;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural - será pago em parcelas mensais de R$ 200,00;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana - Concedido àqueles que recebam os benefícios Auxílio Brasil e que comprovarem vínculo de emprego formal, nos termos do regulamento. O Auxílio Inclusão Produtiva Urbana será pago em parcelas mensais de R$ 200,00 (duzentos reais), a partir do mês seguinte à comprovação do vínculo de emprego formal.

Quem pode se inscrever para receber os benefícios?

Participam do Auxílio Brasil as famílias que estão em situação de pobreza ou de extrema pobreza, que possuam em sua composição: gestantes, mães que amamentam, crianças, adolescentes e jovens de 0 a 21 anos incompletos.  

São classificadas como famílias em situação de extrema pobreza aquelas que possuem renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00. As famílias em situação de pobreza são aquelas que têm renda familiar per capita entre R$ 100,01 a R$ 200,00. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.