MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Privatização da Petrobras: petroleiros prometem maior greve da história; entenda

Após entrega de documento ao ministro Paulo Guedes solicitando um estudo para a privatização da Petrobras, petroleiros prometem deflagrar greve; saiba mais

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 13/05/2022, às 16h23

Fachada da estatal Petrobrás
Fachada da estatal Petrobrás - Agência Brasil - Privatização da Petrobrás
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida entregou, ontem (12) ao ministro da Economia, Paulo Guedes, um documento pedindo estudos para a privatização da Petrobras. Caso avance, os petroleiros prometem deflagrar greve. Entenda.  

Guedes, ao receber o pedido, disse que iria encaminhá-lo para a Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos. Os planos do governo são também analisar a possibilidade de privatização da Pré-Sal S.A. (PPSA), que é responsável pela comercialização do óleo e do gás extraídos do pré-sal.  

+++ Governo federal aciona STF contra estados. Saiba qual o motivo

Privatização da Petrobras: petroleiros prometem maior greve da história

Em entrevista ao Portal Metrópoles, o coordenador da Federação Única do Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, disse que, se o presidente Jair Bolsonaro (PL) insistir em avançar com a privatização da Petrobrás, os petroleiros irão deflagrar a maior greve da história da categoria. 

Bacelar criticou a maneira como o Bolsonaro tem tratado a política de preços dos combustíveis. “Em vez de buscar um bode expiatório para enganar a população, fingindo preocupação, Bolsonaro deveria assumir o papel de mandatário e acabar com essa política de preços covarde, que vem levando o povo cada vez mais à miséria. 

Categoria se revolva após declarações do presidente e de sua equipe econômica

A declaração do representante da categoria pode ser encarada como uma dura crítica a declaração do presidente e de sua equipe econômica dadas nos últimas dias sobre os estudos para a privatização da Petrobras

O novo ministro de Minas e Energia, que é um braço direito de Guedes, assumiu o comando após a exoneração de Bento Costa Lima Leite de Albuquerque, que saiu da pasta em meio a insatisfação de Bolsonaro e frustrações sobre as altas nos preços dos combustíveis. 

Prioridade do novo ministro é privatizar estatal

Ao ser empossada, o ministro Sachsida afirmou que na sua gestão a prioridade será pautar a privatização da estatal. “Meu primeiro ato como ministro será solicitar ao ministro Paulo Guedes, presidente do Conselho do PPI, que leve ao conselho a inclusão da Petrobras no PND [Programa Nacional de Desestatização] para avaliar as alternativas para sua desestatização”.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.