MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Produção de veículos registra pior desempenho em 19 anos; Saiba mais

Anfavea divulga que a produção de veículos apresentou uma queda de 27,4% em janeiro de 2022, com 145,4 mil unidades entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 07/02/2022, às 11h29

Produção de veículos registra pior desempenho em 19 anos; Saiba mais
Produção de veículos registra pior desempenho em 19 anos; Saiba mais - Pixabay
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A produção de veículos no Brasil caiu 27,4% em janeiro, com apenas 145,4 mil unidades entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus. Em relação ao mês de dezembro, a queda foi mais acentuada, com 31,1%, quando produziu 200,4 mil veículos. Os dados foram divulgados, nesta segunda-feira (07), pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Estes dados revelam o pior desempenho da indústria automobilística em um mês de janeiros nos últimos 19 anos. 

De acordo com a Anfavea, a diminuição na produção de veículos em janeiro de 2022 foi impulsionada pelo novo limite de poluição veicular no Brasil. As montadoras aumentaram o ritmo de produção em dezembro para finalizar os automóveis antes da imposição da legislação que limita o nível de poluição dos veículos. 

Diante disso, várias fábricas adiaram o recesso de final de ano para a primeira quinzena de 2022. Deste modo, parte considerável do parque industrial automotivo ficou parada em meados de janeiro. 

Vendas mais fracas

Com o aumento da produção no final do ano passado, 2022 iniciou com um bom estoque de veículos. Contudo, as vendas de janeiro foram baixas, com o pior resultado dos últimos 17 anos. Ao todo, 126,5 mil veículos foram vendidos no Brasil em janeiro, 26,1% a menos do que no primeiro mês de 2021. Em relação a dezembro, a queda foi de 38,9%.

Com isso, o resultado acende um sinal de alerta sobre a demanda por veículos. Apesar da oferta reduzida e preços altos, o mercado sempre encontrou um comprador. Deste modo, a queda na demanda pode indicar um menor apetite do consumidor para o segmento de carros. 

Pelo menos em relação aos empregos, a indústria automotiva conseguiu abrir 285 vagas de trabalho em janeiro. Com isso, há mais de 101,3 mil pessoas trabalhando neste setor.

*com informações Anfavea

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.