MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Quer fazer um investimento seguro? Saiba porque o Tesouro Direto é boa opção

Pequenos investidores são os que mais aplicam no Tesouro Direto atualmente, que recebe aportes a partir de R$ 30,00. Saiba qual é o título mais vantajoso

Mulher coloca moeda em cofre em formato de porquinho
Mulher coloca moeda em cofre em formato de porquinho - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 27/09/2023, às 23h40 - Atualizado em 28/09/2023, às 15h26

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Tesouro Direto, programa de venda de títulos públicos do governo brasileiro, tem se destacado como um dos investimentos mais seguros e conservadores, oferecendo aos investidores uma maneira confiável de fazer o dinheiro render mais. Segundo o Tesouro Nacional, o programa bateu recorde em agosto de 2023, consolidando sua posição como uma escolha preferencial entre investidores, grandes e pequenos.

O total de investidores ativos no Tesouro Direto atingiu um marco significativo, com 2.373.706 pessoas com saldo em aplicações no programa. Esse número representa um aumento notável de 80.923 investidores em apenas um mês, marcando o maior aumento mensal na série histórica do programa.

Além disso, o número de investidores cadastrados no programa cresceu substancialmente em relação a agosto de 2022, com um aumento de 468.954 investidores, totalizando 25.475.824 pessoas cadastradas.

A popularidade do Tesouro Direto entre pequenos investidores é notável, visto que a maioria das vendas, cerca de 85,2% do total de 687.707 operações em agosto, foi composta por aplicações de até R$ 5 mil, com as aplicações de até R$ 1 mil representando 65,5% dessas operações. O valor médio por operação ficou em torno de R$ 5.320,86.

+Novo benefício aprovado: salário mínimo para filhos de vítimas DESTE crime

Título do Tesouro Direto mais comprado

Em agosto, assim como em todos os demais meses de 2023, os títulos mais procurados pelos investidores continuam sendo os corrigidos pela Selic, a taxa básica de juros, correspondendo, a cada mês, a mais de 60% do total de vendas neste ano.

O interesse por papéis vinculados aos juros básicos é justificado pelo alto nível da taxa Selic. Em março de 2021, o Banco Central (BC) começou a elevar a Selic. A taxa, que estava em 2% ao ano, no menor nível da história, saltou para 13,75% ao ano. Em agosto, o BC iniciou o ciclo de redução da Selic, mas, mesmo com a expectativa de queda dos juros básicos neste semestre, os investidores continuam a comprar esses títulos.

Já os papéis vinculados à inflação (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA) são os segundos mais adquiridos (com participação nas vendas na casa dos 20%), enquanto os prefixados - com juros definidos no momento da emissão - vêm em seguida, correspondendo, em média, a 11% das vendas.

Os investidores têm demonstrado preferência por títulos de médio prazo, com as vendas de títulos com prazo de um a cinco anos representando 38% do total, enquanto aqueles com prazo de cinco a dez anos compreenderam 46,7%. Os títulos de mais de dez anos de prazo representaram 15,3% das vendas.

+MEC vai pagar bolsa estudo e depositar dinheiro em poupança para aluno sacar após formado

Saiba mais sobre o Tesouro Selic

Para mais informações sobre investimento no Tesouro Direto, visite o portal do Tesouro Nacional. No vídeo abaixo, você confere como funciona o Tesouro Direto Selic. O investimento pode ser feito pela internet, em intermediários. Acesse aqui a página oficial, onde é possível simular os vários tipos de investimento antes de optar por um deles.

Novo título: Tesouro Educa+

O Tesouro Educa+ é um título que permite que os compradores obtenham uma renda complementar para custear seus estudos e não está restrito apenas aos pais que desejam investir na educação de seus filhos.

Pessoas de qualquer idade que planejam fazer cursos de médio prazo, como especializações, mestrados e doutorados, também podem adquiri-lo. Além disso, até dezembro, o Tesouro Nacional realizará sorteios com prêmios de até R$ 50 mil para investidores do Tesouro Educa+.

Desde o lançamento do Tesouro Educa+ em 1º de agosto, 10% dos novos investidores cadastrados estão na faixa etária de até 15 anos, em comparação com o percentual de apenas 0,5% nessa mesma faixa etária entre o total de investidores cadastrados. Vale destacar que neste ano também foi criado o Tesouro RendA+, destinado à complementação de aposentadorias.

Compras superam retirada de investimento

Em relação às operações financeiras, as vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em agosto de 2023, com um excedente de R$ 607,9 milhões. As vendas totalizaram R$ 3,659 bilhões, enquanto os resgates alcançaram R$ 3,051 bilhões, com R$ 2,835 bilhões relacionados a recompras de títulos públicos e R$ 216,2 milhões por vencimentos.

O estoque total do Tesouro Direto atingiu R$ 121,6 bilhões no final de agosto, um aumento de 1,4% em relação ao mês anterior e um impressionante crescimento de 23,8% em comparação com agosto do ano anterior. O balanço do Tesouro Direto mês a mês pode ser consultado aqui.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.