MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Reajuste salarial médio em dezembro fica abaixo do nível de inflação; Saiba mais

Oom um reajuste salarial médio alto, o Salariômetro - Mercado de Trabalho e Negociações Coletivas revela que o piso dos salários dos trabalhadores médio está em R$ 1,4 mil

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 27/01/2022, às 10h24

Reajuste salarial médio em dezembro fica abaixo do nível de inflação
Reajuste salarial médio em dezembro fica abaixo do nível de inflação - Freepik
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O reajuste salarial médio conquistado nas negociações salariais em dezembro ficou em 9,5%. Apesar do aumento, ele ainda ficou 1,5 ponto percentual (pp) abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado dos últimos 12 meses, que foi de 11%. 

Segundo o boletim mensal da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) Salariômetro - Mercado de Trabalho e Negociações Coletivas, 67,2% das negociações ficaram abaixo do INPC, 19,7% foram iguais e apenas 13,1% ficaram acima do índice. O piso salarial mediano foi de R$ 1.346 e o piso médio foi de R$ 1.444.

+Reajuste de 33% do piso salarial do professor é autorizado por Bolsonaro 

O estudo ainda revela que no ano de 2021, o reajuste salarial mediano foi de 6,5%, abaixo da inflação. Já em 2019 e 2020, o reajuste foi realizado com o mesmo número da inflação. O piso salarial mediano foi de R$ 1.338 e o piso médio foi de R$ 1.435. Vale ressaltar que a proporção de reajustes abaixo do INPC foi de 50,2%, as iguais ficaram em 31,1% e os aumentos acima dele foram de 18,6%. 

O setor de comércio, construção civil e indústria conseguiram um reajuste de 7,6%, com um INPC registrado de 15,7% para essas categorias profissionais. Já a agropecuária apresentou um reajuste mediano de 6,2%, 30,9% a menos do que o INPC e o setor de serviços reajustou em 5,5%, o que representa um percentual 38,9% do INPC. 

+Reajuste dos servidores é sancionado! Veja quem tem direito ao aumento 

Entre as regiões, a Sul conseguiu reajuste mediano de 7,6%, o Sudeste, de 6,9%, o Norte, de 6%, o Centro-Oeste de 6% e o Nordeste de 5,5%.

*com informações da Agência Brasil e Fipe

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.