MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Real é a segunda moeda que mais se valorizou no mundo em 2023. Veja a primeira

Nesta quinta-feira (01), o Real conseguiu se destacar em cima do dólar, a moeda norte-americana apresentou uma queda 1,31% sobre a brasileira

Real é a segunda moeda que mais se valorizou no mundo em 2023. Veja a primeira
Divulgação
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 01/06/2023, às 22h53

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O real tem bom um desempenho durante o ano de 2023, conquistando o segundo lugar entre as principais moedas do mundo. Em relação ao dólar norte-americano, houve uma valorização de 2,5% no mês de abril.

De acordo com um levantamento realizado pela agência de risco Austin Rating, a moeda brasileira ficou atrás apenas do peso colombiano, que teve uma valorização de 3,4%. Enquanto isso, o peso argentino sofreu a maior desvalorização, com uma queda de 1,8% em relação ao dólar na semana encerrada em 14 de abril.

Considerando todas as moedas, o real ocupa a quinta posição, ficando atrás do kwacha da Zâmbia (10,7%), do vatu de Vanuatu (4,9%), da nakfa da Eritreia (2,6%) e do peso colombiano.

Mas quais foram os motivos dessa valorização?

O economista-chefe da Austin Rating, Alex Agostini, destaca alguns fatores, como a apresentação da nova regra fiscal e a expectativa de que o texto seja encaminhado ao Congresso. Além disso, a desaceleração da inflação tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos contribuiu para esse cenário.

Agostini afirma que esse contexto gerou expectativas de redução da taxa de juros no Brasil e de estabilidade ou leve alta nos juros americanos, o que abriu espaço para mais investimentos no Brasil.

Como foi o dólar hoje?

No mercado financeiro, influenciado pelos cenários doméstico e externo, houve um dia de alívio nesta quinta-feira (1º). O dólar registrou queda após três altas consecutivas, aproximando-se novamente da marca de R$ 5. Enquanto isso, a bolsa de valores apresentou uma alta de mais de 2% e recuperou as perdas recentes. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,006, registrando uma queda de R$ 0,067 (-1,31%). Durante a manhã, a cotação operou em leve baixa e intensificou a queda à tarde, fechando no menor valor do dia.

Na quarta-feira (31), o dólar havia fechado a R$ 5,07, atingindo o nível mais alto em quase duas semanas. Com o desempenho desta quinta-feira, a moeda acumula uma queda de 5,19% em 2023. Esses movimentos no mercado refletem a dinâmica econômica e as expectativas dos investidores em relação aos diversos fatores que influenciam a cotação do dólar e as perspectivas para a economia brasileira.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.