MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Registrato: Com apenas dois dias de funcionamento, correntistas resgatam R$ 900 mil esquecidos

O Registrato é o novo serviço do Banco Central que permite ao cidadão verificar se tem “dinheiro esquecido” em um instituição financeira ou banco

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 26/01/2022, às 10h10

Registrato: novo sistema do Banco Central permite consultar valores a receber
Registrato: novo sistema do Banco Central permite consultar valores a receber - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Logo nos dois primeiros dias de funcionamento do Registrato, os correntistas conseguiram resgatar cerca de R$ 900 mil esquecidos em bancos e instituições financeiras. A informação foi divulgada na última terça-feira (25) pelo Banco Central (BC ou Bacen). 

Devido ao sucesso da ação, o sistema ficou fora do ar devido ao grande volume de acessos no site do BC. Pelo menos, 79 mil pessoas conseguiram consultar a ferramenta, com 8,5 mil pedidos de devolução do dinheiro. 

+O que é o Registrato? Saiba como funciona

“O Sistema Valores a Receber (SVR) teve grande aceitação entre os cidadãos, gerando demanda muito superior à esperada. A despeito da instabilidade que essa demanda gerou no site, 79 mil cidadãos conseguiram consultar o SVR e 8,5 mil solicitações de devolução foram formalizadas, somando cerca de R$ 900 mil, os quais serão transferidos via Pix em até 12 dias úteis”, informou o BC em nota.

De acordo com o Bacen, há R$ 8 bilhões esquecidos em instituições financeiras no Brasil. Deste total, cerca de R$ 3,9 bilhões podem ser resgatados por até 28 milhões de cidadãos e de empresas durante a primeira fase de implementação da ferramenta. A expectativa é que nos próximos meses, o Registrato seja ampliado para outras modalidades de saque. 

Como consultar o Registrato

Anteriormente, o sistema do Banco Central fornecia apenas informações relacionadas a dívidas (abertas ou liquidadas), abertura de contas bancárias (ativas ou inativas e remessas de dinheiro ao exterior. Com o Registrato, a pessoa tem direito a um extrato de relacionamentos com instituições financeiras e bancárias. Assim, a ferramenta permite consultar valores a receber esquecidos em bancos. 

Para ter acesso aos recursos, você pode pedir o resgate de duas formas. A mais indicada é fazer via Pix na conta indicada no Registrato, caso a instituição tenha aderido a um termo com o BC. Nos demais casos, o cidadão deve informar os dados de contato no sistema para que a instituição financeira apresente o meio de pagamento ou transferência. 

+Registrato: novo sistema do Banco Central permite consultar valores a receber

Durante a primeira fase, o BC relata que podem ser devolvidos recursos de contas correntes ou poupanças encerradas e não sacadas, cobranças indevidas de tarifas ou de obrigações de crédito com termo de compromisso assinado junto ao Bacen e cotas de capital e rateio de sobras líquidas de associados de cooperativas de créditos e grupo de consórcio extintos. 

Além disso, o BC tem a intenção de ampliar a consulta para a devolução de valores decorrentes de tarifas ou obrigações de crédito cobradas indevidamente não previstas em termos de compromisso, contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas e com saldo disponíveis, contas encerradas em corretoras e distribuidoras de títulos e de valores mobiliários e demais situações que resultem em valores a serem devolvidos reconhecidas pelas instituições financeiras. 

O Banco Central destaca ainda que os dados e os valores fornecidos pelo Registrato são de responsabilidade das próprias instituições financeiras. Assim, caso tenha algum questionamento sobre o valor do reembolso, a pessoa deve procurar a instituição. 

O BC recomenda que o cidadão faça o resgate do dinheiro, ainda que o valor seja pequeno. Ele ainda orienta que o cidadão saque os recursos de forma simples e ágil, por meio do novo serviço.

*com informações da Agência Brasil

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.