Mais um aumento da inflação? Banco Central eleva projeção para 7,27% em 2021

Já o 21º aumento consecutivo da projeção da inflação para o ano de 2021. A meta do governo é de até 5,25%

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 30/08/2021, às 11h07

None
Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Nesta segunda-feira (30), o Banco Central aumentou novamente a projeção de inflação para o ano de 2021. O boletim Focus, pesquisa semanal para avaliação do mercado financeiro, subiu a projeção do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 7,11% para 7,27%, este é o 21º aumento consecutivo do índice de preços.

Em julho, o IPCA subiu 0,96%, o maior resultado para o mês desde 2002, quando a alta foi de 1,19%. Deste modo, a inflação acumula um crescimento de 4,76%, no ano, e 8,99%, nos últimos 12 meses.

O governo federal estabeleceu uma meta de 3,75% da inflação para 2021, com uma tolerância de 1,25 ponto percentual para cima ou para baixo. Dentro da meta, o valor aceitável seria de até 5,25%. 

Para 2022, a estimativa de inflação é de 3,95%. Para 2023 e 2024, as previsões são de 3,25% e 3%, respectivamente.

Em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), a expectativa do mercado financeiro é um crescimento de 5,22%. No boletim Focus da semana passada, os economistas tinham projeção do PIB crescer 5,27%, uma redução de 0,05%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2,5%.

Já o dólar, a expectativa para a cotação subiu de R$ 5,10 para R$ 5,15 para o final de 2021. Para o fim de 2022, a previsão é que a moeda americana fique em R$ 5,20.

*trechos com informações da Agência Brasil

Comentários

Mais Lidas