MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Renegociação de Dívidas: Veja exigências para participar do Desenrola Brasil

Nova fase de renegociação de dívidas para quem possui renda de até dois salários está prestes a iniciar; Veja como participar do Desenrola Brasil

Logo do Programa do Governo Federal Desenrola Brasil
Logo do Programa do Governo Federal Desenrola Brasil - Divulgação JC Concursos
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/09/2023, às 12h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Prestes a iniciar uma nova fase de renegociação de dívidas para superendividados com renda de até dois salários mínimos (R$ 2.640) ou aqueles que estejam inscritas no CadÚnico e tenham dívidas de até R$ 5 mil, o governo federal destaca exigência para participar do Desenrola Brasil

Para ser beneficiado, o cidadão obrigatoriamente precisa criar uma conta na plataforma Gov.Br. A partir dela, é possível ser habilitado para ter acesso ao sistema e renegociar as dívidas. 

Os brasileiros que desejam iniciar negociações de suas dívidas devem realizar o cadastro no GOV.BR, com contas classificadas nos níveis Prata ou Ouro. Até o momento, já contabilizamos um total de mais de 150 milhões de contas GOV.BR, sendo que mais de 70 milhões delas estão classificadas nos níveis Prata ou Ouro.

Esse passo desempenha um papel crucial, ao representar uma verificação que valida a identidade digital de cada indivíduo. Com essa autenticação, os cidadãos podem acessar com segurança uma ampla variedade de serviços digitais, que atualmente ultrapassam a marca de quatro mil. É importante destacar que este serviço é gratuito e acessível a todos os cidadãos brasileiros.

Assim, a habilitação no GOV.BR não apenas simplifica o processo de negociação de dívidas, mas também proporciona uma base segura para a identificação digital, abrindo portas para uma ampla gama de serviços digitais essenciais para os cidadãos do Brasil.

+ Dinheiro 'Esquecido': R$ 2 Bi de falecidos esperam por herdeiros!

Veja como fazer o seu cadastro 

O processo de cadastro é conduzido diretamente através do portal do governo federal, simplificando o acesso a uma ampla gama de serviços. Para realizar o cadastro, siga estas etapas simples:

  • Acesse o site oficial do governo federal em www.gov.br.
  • Selecione a opção "Entrar com gov.br".
  • Insira seu CPF e clique em "Continuar" para criar ou atualizar sua conta.

Ao concluir o cadastro, o cidadão preenche um formulário de informações básicas. Esses dados podem ser validados junto à Receita Federal ou ao INSS, garantindo a precisão e a segurança das informações. É importante observar que, inicialmente, o formulário permite apenas a obtenção do nível Bronze de conta.

Para elevar o nível de sua conta para Prata, existem diversas opções disponíveis. Os cidadãos podem optar por realizar a biometria facial usando sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH), serem servidores públicos federais ou efetuarem o login por meio de um banco credenciado.

Entre os bancos participantes, estão o Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica, Sicoob, Santander, Itaú, Agibank, Sicredi e Mercantil do Brasil. É fundamental que o devedor tenha seu número de telefone registrado no banco para receber a confirmação de acesso via SMS.

Já a conta Ouro requer uma etapa adicional de validação. Os usuários podem realizar o reconhecimento facial através do aplicativo, permitindo a verificação de sua foto nas bases da Justiça Eleitoral (TSE) ou utilizando o QR Code de sua Carteira de Identidade Nacional. Também é possível validar a conta com um Certificado Digital compatível com ICP-Brasil.

Para facilitar ainda mais o processo de atualização de nível de conta, os cidadãos podem utilizar o aplicativo GOV.BR e seguir as instruções fornecidas. 

+Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.