MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Saiba o que fazer ao ser picado por escorpião; SP registra 24 mil casos

Em casos mais graves, é preciso ir a um hospital especializado em envenenamento por animais peçonhentos. Confira dicas de prevenção e o que fazer ao ser picado por escorpião

Escorpião marrom anda sobre areia
Escorpião marrom anda sobre areia - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/10/2023, às 14h51 - Atualizado às 17h09

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Os acidentes com escorpiões têm preocupado as autoridades de saúde em São Paulo, à medida que o número de casos tem subido em 2023. Dados da Secretaria de Estado da Saúde revelaram que, somente de janeiro a julho deste ano, foram registrados 24,2 mil casos, um aumento de 13% em comparação ao mesmo período de 2022. Você sabe o que fazer ao ser picado por escorpião?

A expansão urbana e as altas temperaturas são fatores que contribuem para o crescente aparecimento desses aracnídeos nas cidades. Os escorpiões são atraídos por locais quentes e úmidos e necessitam de alimento, água, abrigo e acesso para sobreviver em qualquer ambiente.

Eles encontram alimento em insetos como baratas, que, por sua vez, são atraídas por lixo. Além disso, esses aracnídeos buscam abrigo em entulhos e podem se infiltrar em redes de esgoto, tubulações de água e de energia, que são ambientes escuros e úmidos.

Denise Maria Candido, bióloga e assistente técnica de pesquisa científica e tecnológica do Biotério de Artrópodes do Instituto Butantan, destaca a importância de medidas preventivas para evitar a proliferação dos escorpiões nas áreas urbanas. Ela ressalta que esses animais desempenham um papel fundamental no equilíbrio ecológico como predadores de outros seres vivos e devem ser preservados na natureza.

Cuidado ao se deparar com um escorpião

No entanto, para evitar o encontro indesejado com escorpiões, é fundamental adotar precauções. Ao encontrar um escorpião em casa, o manuseio deve ser evitado, e é aconselhável usar luvas de vaqueta, botas ou sapatos fechados feitos de materiais resistentes. É importante destacar que luvas de borracha e sapatos de pano são frágeis e não protegem contra picadas de escorpiões.

Em caso de encontrar um escorpião em casa, Denise orienta a usar um graveto longo ou pinça anatômica de 30 centímetros para empurrá-lo para dentro de um frasco e, em seguida, levar o animal ao Centro de Controle de Zoonoses do município.

Prevenção

Para prevenir o aparecimento de escorpiões, é essencial manter os ambientes residenciais limpos, sem acúmulo de lixo, entulho, folhas secas e materiais de construção. Qualquer buraco no chão ou na parede pode ser um esconderijo, e roupas sujas ou molhadas espalhadas pelo chão também podem servir de abrigo para esses aracnídeos.

Nos meses mais quentes, de setembro até fevereiro, os escorpiões costumam aparecer com maior frequência nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Já no Norte e Nordeste, onde o clima é predominantemente quente, a incidência desses animais ocorre ao longo do ano.

Os escorpiões têm uma reprodução rápida, gerando de 20 a 25 filhotes por gestação, que ocorre até duas vezes por ano, em média. Algumas espécies têm reprodução por partenogênese, dispensando a necessidade de acasalamento.

Um mito comum é que as galinhas podem controlar a presença de escorpiões, mas estudos mostram que essa prática é ineficaz. Além disso, criar aves na cidade sem autorização das autoridades sanitárias é proibido e pode causar problemas de saúde pública, como a transmissão da leishmaniose.

Os escorpiões são noturnos e evitam o contato com seres humanos, agindo apenas em autodefesa. Portanto, não são agressivos, mas reagem se ameaçados. Confira abaixo dicas para evitar o aparecimento de escorpiões:

  • Mantenha o lixo bem acondicionado para evitar a proliferação de insetos, que servem de alimento para escorpiões
  • Deixe o quintal e o jardim limpos, sem acúmulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico e materiais de construção
  • Evite que folhagens densas, como trepadeiras, arbustos ou plantas ornamentais, encostem em paredes e muros
  • Vede bem as portas com soleiras ou saquinhos de areia
  • Use telas nas janelas
  • Mantenha os rodapés íntegros e pregados na parede
  • Vede todos os ralos com tapete de borracha ou use os modelos de abre e fecha
  • Não deixe roupas sujas ou molhadas no chão
  • Ao colocar um sapato, chacoalhe antes para evitar surpresas
  • Não deixe camas e móveis encostados na parede
  • Não deixe roupas de cama e mosquiteiros encostadas no chão
  • Mantenha todos os buracos nas paredes, como espelhos de tomadas, cabos e caixas de luz fechados

O que fazer ao ser picado por escorpião?

Em caso de picada de escorpião, é fundamental lavar o local com água e sabão e aplicar uma compressa de água quente para aliviar a dor. Em seguida, é crucial procurar atendimento médico. As unidades de saúde referência para acidentes com animais peçonhentos podem ser consultadas no site do Ministério da Saúde.

Os casos leves e moderados podem ser tratados com a infiltração de anestésicos, e em situações mais graves, o médico pode utilizar o soro antiaracnídico e antiescorpiônico fabricado pelo Instituto Butantan, que também possui um hospital especializado em envenenamentos por animais peçonhentos, o Hospital Vital Brazil, localizado na cidade de São Paulo.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.