MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Sobe o número de mortes em São Paulo após chuva forte

Chuva forte da última sexta que atingiu São Paulo causou mortes e um colapso no fornecimento de energia elétrica, afetando aproximadamente 2,1 milhões de pessoas

Chuva forte cai em guarda-chuva
Chuva forte cai em guarda-chuva - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 05/11/2023, às 18h35

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Após a tempestade que atingiu São Paulo na última sexta-feira, subiu para sete o número de vítimas fatais. A sétima morte ocorreu em Ilhabela: um tripulante de uma embarcação que naufragou veio a óbito.

Além disso, outras quatro pessoas perderam suas vidas devido à queda de árvores, distribuídas em locais como Osasco, Suzano e dois casos na zona leste da capital paulista. Também foram registrados óbitos em Limeira, devido ao desabamento de um muro, e em Santo André, ocasionado pela queda de uma parede de um prédio.

A intensidade do temporal foi destacada pela Defesa Civil, atingindo ventos de até 151 km/h em Santos e 103,7 km/h na capital, representando um recorde nos últimos cinco anos. Cerca de 100 chamados foram atendidos por desabamentos em todo o estado, com danos a muros, casas e destelhamentos.

As equipes de emergência receberam mais de 2 mil chamados em 40 cidades, embora não haja previsão de novas tempestades ou vendavais para os próximos dias.

+Prova do Enem 2023 vazou? Inep aciona PF após imagem circular na internet

Milhões de pessoas sem energia

A tempestade causou um colapso no fornecimento de energia elétrica, afetando aproximadamente 2,1 milhões de pessoas na capital e em 23 municípios da região metropolitana de São Paulo. A Enel, concessionária responsável, informou que 600 mil usuários tiveram o serviço restabelecido até a tarde de ontem (4), mas muitas áreas permanecem sem energia. A previsão é de que até terça-feira (7) toda a rede esteja recomposta. 

A interrupção na rede elétrica teve um impacto direto no abastecimento de água, com a Sabesp pedindo aos consumidores que economizem água até que a situação se normalize. A falta de energia afetou as instalações da empresa, prejudicando o nível dos reservatórios e, consequentemente, o abastecimento em várias regiões.

Neste domingo (5), algumas localidades ainda permanecem sem energia, afetando o fornecimento de água, enquanto outras áreas tiveram a energia restabelecida, mas os reservatórios ainda estão em processo de recuperação.

A Sabesp orienta: "Até que todo o sistema esteja normalizado, é aconselhável que os clientes usem água de forma consciente, priorizando higiene e alimentação."

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.