MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Tarcisio proíbe fim da exigência vacinal de covid-19 para participar de eventos

Governador aponta que a medida foi aplicada porque mais de 90% da população do estado de São Paulo está imunizada contra a covid-19

Tarcisio proíbe fim da exigência vacinal de covid-19 para participar de eventos
Agência Brasil
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 15/02/2023, às 13h41

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O governador do estado de São Paulo, Tarcisio de Freitas (Republicanos), sancionou o projeto de lei que proíbe a exigência do comprovante de vacinação contra a covid-19 para frequentar locais públicos e privados, incluindo escolas. O texto já está no Diário Oficial. 

Tarcisio se apoia no argumento de que o estado de São Paulo já tem um alto índice de cobertura vacinal, sendo que mais de 90% da população está imunizada contra a covid-19. 

+Minha Casa, Minha Vida: veja regras para participar do programa habitacional

São Paulo atingiu os mais altos índices de cobertura vacinal do país. Mais de 90% da população foi imunizada. Esse resultado é fruto da conscientização das pessoas sobre a importância da vacinação. Por isso, vamos reforçar esse trabalho com a realização de campanhas de vacinação para todas as idades, com informação clara e precisa, além de disponibilizar a vacina para todos”, disse Tarcísio de Freitas.

O governo aponta que a medida não se aplica aos profissionais da saúde, visto que eles “podem ter contato com imunossuprimidos, trabalhadores em instituições para idosos, profissionais em contato com crianças portadoras de doenças crônicas e mulheres grávidas, considerando que estas pessoas estão mais propensas a desenvolver formas graves de covid-19”.

+Bolsa Família: Caixa libera mais uma rodada de pagamentos; veja quem recebe

Em nota, o secretário de estado da Saúde, Eleuses Paiva, destacou que o órgão é favorável à aplicação da vacina. Ele ainda complementa o argumento dizendo que “ ela é o melhor instrumento que une custo e efetividade para a prevenção de doenças”.

A Secretaria de Saúde e o Governo de SP são favoráveis à vacina e entendemos que ela é o melhor instrumento que une custo e efetividade para a prevenção de doenças. O que está em discussão é apresentação do comprovante em determinadas situações”, afirma Paiva.

A meta agora, segundo a administração estadual, é orientar a população sobre a necessidade de manter a cobertura vacinal para todo Plano Nacional de Imunização (PNI).

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.