MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Último pagamento de até R$ 7.507,49 para aposentados e pensionistas do INSS

Nesta segunda-feira (8) o INSS realiza o último pagamento do calendário de dezembro de até R$ 7.507,49 para aposentados e pensionistas; Saiba mais

Mulher conta notas de dinheiro
Mulher conta notas de dinheiro - Agência Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/01/2024, às 15h42 - Atualizado em 08/01/2024, às 10h25

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) realiza, nesta segunda-feira (8), o último pagamento para aposentados e pensionistas que ganham mais do que um salário mínimo. Estes segurados podem receber até R$ 7.507,49

Segundo informações do Ministério da Previdência Social, 37 milhões de pessoas serão contempladas com os repasses ao longo do calendário de dezembro

O piso previdenciário foi reajustado em maio, estabelecendo-se em R$ 1.320, após o aumento do salário mínimo. Além disso, o teto do INSS também passou por uma atualização, elevando-se em cerca de R$ 400, alcançando o valor de R$ 7.507,49.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

Vale lembrar que tanto o piso previdenciário quanto o teto do INSS terão novo valor após reajuste do novo salário mínimo 2024, que entrou em vigor em 1º de janeiro. O valor de R$ 1.412, no caso do piso, que será pago a partir de fevereiro referente à folha de janeiro, representa um aumento de 6,97% em relação ao salário de R$ 1.320, que vigorou de maio a dezembro de 2023.

+ FGV abre inscrições em 2024 para 184 cursos online gratuitos em diversas áreas

Calendário de dezembro do INSS 

Para saber o dia exato do recebimento, o segurado deve verificar o número do benefício (NB) que possui dez dígitos no formato: 999.999.999-9. Neste caso, é necessário considerar o penúltimo número que fica antes do dígito. Veja abaixo as datas de pagamento dos benefícios de dezembro:

Benefício de até 1 salário mínimo

  • Penúltimo dígito 1 - 21 de dezembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 2 - 22 de dezembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 3 - 26 de dezembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 4 - 27 de dezembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 5 - 28 de dezembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 6 - 2 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 7 - 3 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 8 - 4 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 9 - 5 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 0 - 8 de janeiro.

Benefícios acima de 1 salário mínimo

  • Penúltimo dígito 1 e 6 - 2 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 2 e 7 - 3 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 3 e 8 - 4 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 4 e 9 - 5 de janeiro - já pago;
  • Penúltimo dígito 5 e 0 - 8 de janeiro.

Como consultar o benefício do INSS?

Os valores do calendário de julho já podem ser consultados. Os canais para checar essas informações são do site ou do aplicativo MEU INSS, disponível para os sistemas (Android e iOS).

Para aqueles que não possuem acesso à internet, podem realizar a consulta ligando para a Central de Atendimento do INSS, no número 135, de segunda-feira a sábado, das 7h até às 22h, no horário de Brasília.

Quais benefícios são pagos pelo INSS?

O INSS foi criado em 27 de junho de 1990, por meio do Decreto n° 99.350, a partir da fusão do Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (IAPAS) com o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS).

O INSS é uma autarquia vinculada ao Ministério do Trabalho e Previdência, responsável por garantir a proteção social dos trabalhadores brasileiros. O INSS é responsável por pagar os seguintes benefícios previdenciários:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Auxílio-doença;
  • Salário-maternidade;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-reclusão;
  • Benefícios assistenciais.

O INSS também é responsável pela administração do FGTS, o qual é um fundo de natureza constitucional cujo objetivo é amparar o trabalhador no caso de desemprego involuntário, aposentadoria, doença, acidente de trabalho, entre outras situações.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.