MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Vacina bivalente contra covid-19: novo grupo pode tomar a partir desta segunda

A vacina bivalente contra a covid-19, da Pfizer, será liberada para novo grupo a partir desta segunda-feira, 20 de março de 2023, segundo anunciou o Ministério da Saúde (MS)

Pessoa manipula vacina contra a covid-19
Pessoa manipula vacina contra a covid-19 - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/03/2023, às 20h41

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A vacina bivalente contra a covid-19, da Pfizer, será liberada para novo grupo a partir desta segunda-feira, 20 de março de 2023. O Ministério da Saúde (MS) estende o imunizante para todo público prioritário, incluindo gestantes, puérperas e profissionais da área da saúde.

As vacinas bivalentes oferecem proteção contra a variante original do vírus causador da covid-19 e contra as cepas que surgiram posteriormente, incluindo a Ômicron, variante de preocupação no momento. Inicialmente, a vacina será aplicada somente nos chamados grupos de risco.

Conforme divisão anunciada pelo ministério, a imunização segue o seguinte cronograma:

  • na fase 1: pessoas acima de 70 anos, imunocomprometidos, indígenas, ribeirinhos e quilombolas;
  • na fase 2: pessoas com idade entre 60 e 69 anos;
  • na fase 3: gestantes e puérperas; e
  • na fase 4: profissionais de saúde.

“A aplicação da bivalente não significa que as vacinas monovalentes não continuam protegendo. Elas continuam protegendo, mesmo para a variante Ômicron, mas, claro, tendo a possibilidade de uma vacina desenhada mais especificamente para a variante circulante, a tendência é termos melhor resposta”, esclareceu o ministério da Saúde.

+Saiba como parcelar débito do IPTU 2022 em atraso em São Paulo sem sair de casa

Quem pode tomar a vacina bilante contra a covid-19?

Até o momento, segundo o MS, foram aplicadas mais de 4,1 milhões de doses de reforço com a vacina bivalente. O novo imunizante serve como reforço, em dose única, e é destinado apenas a quem completou o ciclo básico com duas doses ou recebeu os dois reforços iniciais há pelo menos 4 meses.

Além dos grupos indicados nas fases iniciais, podem se vacinar contra a covid-19 com a quinta dose bivalente: a população privada de liberdade, adolescentes cumprindo medidas socioeducativas e funcionários do sistema de privação de liberdade - que também são enquadrados como prioritários.

+Saque do FGTS: Caixa libera até R$ 6,2 mil para novas cidades; Saiba quais

Vacina 100 Dúvidas

O estado de São Paulo ganhou o primeiro museu a América Latina sobre vacina. Inaugurado no começo de março, o museu fica na Casa Rosa, dentro do Instituto Butantan. Ele apresenta uma exposição interativa e holograma sobre as vacinas, mostrando como são produzidas e como agem no organismo; uma linha do tempo com marcos históricos do desenvolvimento das vacinas e a história do Instituto Butantan, do Brasil e do mundo.

Há ainda conteúdos educativos para explicar o significado de termos científicos relacionados à vacina; jogos e um cinema 3D que permite ao visitante uma viagem pelo corpo humano. Na sala imersiva, é retratada a história de como é viver uma pandemia. Todo o museu tem acessibilidade para todos os públicos. O investimento nas obras do museu foi de R$ 13 milhões.

O governo de SP também lançou o site Vacina 100 Dúvidas, que responde às 100 questões mais frequentes sobre vacinas nos buscadores da internet. O objetivo é disseminar informações científicas de forma simples e didática, orientar sobre o processo de imunização, combater fake news (notícias falsas) e estimular e ampliar a vacinação.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.