MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Vacina contra a dengue será lançada no Brasil na próxima semana, com eficácia comprovada

Vacina contra a dengue será lançada no Brasil na próxima semana, com eficácia comprovada. Nova vacina será administrada por via subcutânea

Para as pessoas que já tiveram a doença, o índice de eficácia da vacina contra a dengue foi de 76,1%
Para as pessoas que já tiveram a doença, o índice de eficácia da vacina contra a dengue foi de 76,1% - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 22/06/2023, às 18h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC) divulgou que uma nova vacina contra a dengue estará disponível no Brasil a partir da próxima semana. Chamada de Qdenga, a vacina, desenvolvida pela Takeda Pharma Ltda., é composta por quatro sorotipos diferentes do vírus causador da doença e recebeu aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março. Segundo o órgão regulador, a vacina oferece ampla proteção contra a dengue.

Conforme comunicado da ABCVAC, o preço da vacina, inicialmente disponível apenas em clínicas privadas, variará entre R$ 350 e R$ 500 para o consumidor final, dependendo do estado. Em São Paulo, por exemplo, o Preço Máximo ao Consumidor (PMC) autorizado pela Anvisa para as clínicas é de R$ 379,40.

"A precificação final nas clínicas deve levar em consideração esse parâmetro, incluindo também o atendimento, triagem, análise da caderneta de vacinação, orientações pré e pós-vacinação, bem como todo o suporte necessário para que os pacientes se informem corretamente sobre a vacinação", ressaltou a ABCVAC.

Indicada para crianças acima de 4 anos, adolescentes e adultos até 60 anos, a vacina Qdenga é a primeira aprovada no Brasil destinada a um público mais amplo, ao contrário da vacina anterior, Dengvaxia, que só pode ser utilizada por pessoas que já tiveram dengue.

Para as pessoas que já tiveram a doença, o índice de eficácia da vacina contra a dengue foi de 76,1%

A nova vacina será administrada por via subcutânea em um esquema de duas doses, com intervalo de três meses entre as aplicações.

"A concessão do registro pela Anvisa permite a comercialização do produto no país, desde que sejam mantidas as condições aprovadas. No entanto, a vacina continua sujeita ao monitoramento de eventos adversos, por meio de ações de farmacovigilância sob responsabilidade da empresa", informou a ABCVAC.

A eficácia da vacina contra a dengue para todos os sorotipos combinados, em indivíduos sem infecção prévia pelo vírus, foi de 66,2%. Já para aqueles que já tiveram a doença, o índice de eficácia foi de 76,1%.

"A eficácia da Qdenga é apoiada principalmente pelos resultados de um estudo em larga escala, de fase 3, randomizado e controlado por placebo, realizado em países endêmicos para dengue, com o objetivo de avaliar a eficácia, segurança e imunogenicidade da vacina", afirmou a Anvisa.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.