MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Valor do dólar recua abaixo de R$ 5, atingindo o menor patamar em duas semanas

Mercado financeiro global também teve um dia de trégua. Bolsa de Valores teve um desempenho positivo, com uma alta de quase 2%

Mercado financeiro global também teve um dia de trégua
Mercado financeiro global também teve um dia de trégua - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/06/2023, às 21h39

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O mercado financeiro global viveu um dia de otimismo, refletindo positivamente no cenário brasileiro. O dólar comercial registrou queda e voltou a ser negociado abaixo de R$ 5, atingindo o menor valor em pouco mais de duas semanas. A moeda norte-americana encerrou o dia vendida a R$ 4,953, com uma queda de R$ 0,054 (-1,07%). Após iniciar a sessão estável, a cotação despencou com a abertura do mercado norte-americano, chegando a ser vendida a R$ 4,94 no ponto mais baixo do dia.

No acumulado de junho, o dólar apresenta uma queda de 2,37%, e em 2023, a divisa já registra uma desvalorização de 6,19%. A alta do real frente ao dólar reflete o otimismo dos investidores e a melhora do cenário econômico.

Já a Bolsa de Valores (B3) teve um desempenho positivo, com uma alta de quase 2%. O índice Ibovespa fechou o dia aos 112.558 pontos, alcançando o maior nível desde o fim de janeiro. As ações de mineradoras e petroleiras impulsionaram o indicador, beneficiadas pelos dados econômicos favoráveis da economia chinesa.

+++ Prazo para convocação de candidatos da lista de espera do Fies termina nesta sexta

Mercado financeiro global também teve um dia de trégua

Com esse resultado, o Ibovespa registra a sexta semana consecutiva de alta, o melhor desempenho acumulado desde o final de 2020, quando o mercado reagia à eleição do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e à recuperação econômica após a fase mais crítica da pandemia de COVID-19.

O mercado financeiro global também teve um dia de trégua, impulsionado pela aprovação, pelo Senado dos Estados Unidos, do acordo que amplia o teto da dívida pública por dois anos, o que eliminou as tensões acumuladas nos últimos dias.

Além disso, a divulgação de que os Estados Unidos geraram mais empregos do que o esperado em maio aumentou as expectativas de que o Federal Reserve (Banco Central norte-americano) manterá as taxas de juros inalteradas em seu próximo encontro.

Na China, a preparação de medidas de estímulo ao mercado imobiliário resultou em valorização das commodities, beneficiando países emergentes como o Brasil.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.