MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Valores a Receber: após greve dos servidores do BC segunda fase segue sem data; entenda

Servidores decidiram por retomar a greve do Banco Central nesta terça-feira (3); segunda fase do Valores a Receber segue sem previsão de nova data

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 03/05/2022, às 16h00

Valores a Receber: após greve dos servidores do BC segunda fase segue sem data
Valores a Receber: após greve dos servidores do BC segunda fase segue sem data - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A primeira fase de saque do sistema Valores a Receber do Banco Central (BC) acabou no último dia 15 de abril, quando os nascidos a partir de 1984 puderam realizar a consulta ao dinheiro esquecido em bancos e solicitar o saque. 

As consultas seriam retomadas ontem (2) mas após o anúncio da retomada da greve dos servidores do BC, nesta terça-feira (3) as consultas a novas fontes de recursos seguem sem data prevista. 

+++ Últimos dias para regularizar o título de eleitor. Prazo termina amanhã (04)

Valores a Receber: consultas a segunda fase não tem previsão; entenda 

Com a nova greve, os usuários não têm previsão sobre a segunda fase de consultas ao Sistema de Valores a Receber, ferramenta que mostra dinheiro esquecido em instituições financeiras. 

A autoridade financeira já tinha informado em nota, no mês passado, que a paralisação dos servidores do BC tinha prejudicado "o cronograma de desenvolvimento das melhorias do Sistema de Valores a Receber (SVR). O prazo de retorno do SVR, inicialmente previsto para 2 de maio, será adiado. A nova data será comunicada com a devida antecedência". 

Caracteriza como valores a receber os recursos oriundos de contas que foram fechadas ou restituição de cobrança indevida. No sistema, o cidadão pode consultar e solicitar o saque dos recursos. A estimativa do BC é de que cerca de R$ 8 bilhões ainda estão disponíveis para serem sacados. Na primeira fase, o valor era de R$ 4 bilhões.  

Segunda fase com novas fontes de recursos; saiba mais 

Na segunda fase do programa, serão incluídas novas fontes de recursos. Veja: 

  • Cobranças indevidas de tarifas ou obrigações de crédito não previstas em termo de compromisso;
  • Contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas e com saldo disponível;
  • Contas encerradas em corretoras e distribuidoras de títulos e de valores mobiliários;
  • Demais situações que resultem em valores a serem devolvidos, reconhecidas pelas instituições financeiras.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.