MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Vaticano autoriza bênçãos a casais do mesmo sexo em decisão histórica

Papa Francisco já havia indicado a possibilidade em um discurso em outubro. Grupos de homossexuais católicos cobram o papa por mais mudanças na igreja

Papa Francisco já havia indicado a possibilidade durante discurso em outubro
Papa Francisco já havia indicado a possibilidade durante discurso em outubro - Canva/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 18/12/2023, às 14h04

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Em uma reviravolta histórica, o Vaticano anunciou nesta segunda-feira (18) que padres católicos romanos estão agora autorizados a conceder bênçãos a casais do mesmo sexo. A decisão, que contraria a doutrina tradicional da Igreja Católica que condena a união homossexual, foi formalizada em um documento aprovado pelo papa Francisco.

Conforme a nova medida, os padres têm a opção de administrar bênçãos a casais do mesmo sexo, mas também podem recusar-se a realizar o ritual. No entanto, é expressamente proibido impedir "a entrada (em igrejas) de pessoas em qualquer situação em que possam procurar a ajuda de Deus através de uma simples bênção".

É importante destacar que a bênção não pode se assemelhar a uma cerimônia de casamento e não será realizada durante liturgias regulares da Igreja.

Papa Francisco já havia indicado a possibilidade durante discurso em outubro

O documento reforça que a Igreja Católica mantém sua posição de considerar a união entre casais do mesmo sexo como "irregular", e a doutrina fundamental não sofreu alterações. Contudo, a decisão de permitir bênçãos é interpretada como um "sinal de que Deus acolhe a todos".

O papa Francisco já havia indicado em um discurso em outubro a possibilidade de a igreja passar a permitir a bênção a casais homossexuais em um futuro próximo, afirmando que "não podemos ser juízes que apenas proíbem". Em outras ocasiões, o pontífice também expressou apoio às mulheres trans, afirmando que são "filhas de Deus" e criticou a criminalização da homossexualidade por parte de alguns países.

Apesar dos avanços notáveis, grupos de homossexuais católicos cobram o papa por mais mudanças ao longo de uma década. A decisão recente representa um passo significativo para a inclusão e aceitação na Igreja Católica, mas a discussão sobre questões de diversidade e igualdade continua em curso.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.