MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Verbas de publicidade do governo: Globo supera Record e SBT em 2023

Durante a gestão de Bolsonaro, os valores recebidos pela Globo eram semelhantes aos dos principais concorrentes, com vantagem para a Record. Veja os números

Record superou a Globo em campanhas publicitárias realizadas sob o governo Bolsonaro
Record superou a Globo em campanhas publicitárias realizadas sob o governo Bolsonaro - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/07/2023, às 18h35

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A emissora Globo reassumiu a liderança no recebimento de verbas de publicidade do governo em 2023, durante a gestão do presidente Lula. Segundo informações da Folha de S. Paulo, veículos de mídia da Globo receberam pelo menos R$ 54,4 milhões em propagandas da Secretaria de Comunicação Social (Secom) e de ministérios, apenas neste ano. Com esse valor, a Globo desbancou a Record, que recebeu R$ 13 milhões, e o SBT, que obteve R$ 12 milhões.

Os dados foram obtidos pelo jornal através do portal de planejamento de mídia, e se referem às ações de publicidade já realizadas pela Secom e outros órgãos do governo federal. No entanto, é importante ressaltar que o site não apresenta pagamentos feitos em propagandas de bancos públicos e estatais, como a Petrobras.

A reportagem também destaca que, durante a gestão de Jair Bolsonaro, os valores recebidos pela Globo eram semelhantes aos dos principais concorrentes, com uma pequena vantagem para a Record.

+++ Banco Central rompe silêncio e revela banco com maior índice de reclamação; veja ranking

Record superou a Globo em campanhas publicitárias realizadas sob o governo Bolsonaro

Entre 2019 e 2022, a Record recebeu cerca de R$ 200 milhões por campanhas publicitárias realizadas sob Bolsonaro, enquanto as emissoras da Globo ganharam R$ 189 milhões e o SBT recebeu R$ 169,35 milhões. Esses valores não foram ajustados pela inflação.

A Secretaria de Comunicação Social (Secom) foi questionada pela Folha de S. Paulo sobre a divisão dos recursos de publicidade, e informou que os grupos mencionados têm diferentes números de veículos. A Secom destacou também que o portal está em constante atualização.

Sobre o critério utilizado para direcionar os recursos de TV, a Secom não esclareceu ao jornal detalhes específicos, mas afirmou que utiliza "normativos e estudos técnicos apresentados pelas agências" como critérios, considerando, fatores como audiência, segmento e cobertura, entre outros.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.