AFPESP comemora 78 anos

Cerca de 200 mil servidores poderão votar na eleição de conselheiros.

Redação
Publicado em 11/11/2009, às 11h19

Para comemorar os seus 78 anos de existência a Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo (AFPESP), inaugurou, no último dia 5, dia de fundação da entidade, uma exposição retrospectiva da história de sua existência, os princípios à categoria de maior entidade de classe associativa da América Latina.

           

Apesar de não destacar a representatividade política, quer que saibam seu valor significativo, pois sem ela a Associação não teria adquirido a expansão associativa e patrimonial rara de se observar em entidades semelhantes.

           

Esta exposição é dedicada às pessoas que promoveram valiosa participação na definição dos direitos dos funcionários públicos e temas decisivos para a categoria.

História           

Em 5 de novembro de 1931, é fundada a Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo, pelos idealizadores Victor José de Carvalho, Eduardo Macedo Ribas, Lourenço Arantes Júnior e Darcy Anthero Bloem, que se reuniam na Sede da Associação das Classes Laboriosas. A AFPESP foi, inicialmente, instalada no edifício nº 4 da Rua Senador Feijó, Centro de São Paulo.

           

A AFPESP também teve sua Sede no Edifício Martinelli e na Rua José Bonifácio. Neste período inaugurou a primeira biblioteca, realizou campanhas, concursos e instituiu seu primeiro órgão oficial de comunicação.

                       

Pouco depois, mudou-se para o 16º andar do Edifício CBI, sua primeira sede própria, onde ficou até 5 de novembro de 1975, data da inauguração do “Palácio Luso Junior”, atual Sede.

           

Durante esses anos, instalou a primeira sucursal em Santos, construiu a primeira colônia de férias, ganhou um hino, usou como veículos de comunicação os Jornais “O Funcionário”, “O Boletim da AFPESP”, “O Orientador” e “Folha do Servidor Público” e consolidou-se em sua expansão, com 13 URLs e 21 Escritórios e Delegacias de Representação, nas diversas cidades de São Paulo, além de Minas Gerais.

Movimentos    

Paralelamente à história da evolução associativa e patrimonial, a AFPESP participou de inúmeros movimentos de lutas e conquistas em prol da categoria do funcionalismo público. São realizações que simbolizam a ideologia da manutenção da Associação como pólo nucleador de interesses comuns, em uma constante e sistemática missão de se opor às injustiças e arbitrariedades que se cometem contra o funcionalismo público.

Eleição de conselheiros

Cerca de 200 mil servidores estaduais e municipais da Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo (AFPESP) poderão votar em 26 nomes de associados com mais de 04 anos de filiação para compor o Conselho Deliberativo da entidade. Estão inscritos 68 (sessenta e oito) candidatos e disputarão os votos dos associados em 12 de dezembro. Os associados do interior e Grande São Paulo poderão votar por carta e os da capital terão que comparecer à sede da entidade para o ato de votar.

           

Os candidatos ostentam currículo invejável como o da Dra. Yolanda Cintra Forghieri, doutora em psicologia e que alcançou a titularidade da carreira na Universidade de São Paulo e na Pontifícia Universidade Católica. Disputam a eleição médicos, administradores, desembargadores, promotores de justiça, delegado de policia, professores, jornalistas, engenheiros, entre outras importantes profissões do serviço público estadual.

Lista de candidatos    

Ademarcia Rejane Felipe Andreghetto, Adhemar Mourão Antonio, Alberto da Costa Júnior, Álvaro Francoso, Ana Maria Villela A Martinez, Annibal Gonçalvez Villafanha, Antenor de Souza Marreiros, Antonio Carlos de Castro Machado, Antonio Luiz Pirez Neto, Antonio Marcelino, Antonio Oreste Lourenço, Artur Marques da Silva Filho, Benedito Vicente da Cunha, Bento da Cunha, Carlos Rubens de Souza Magalhães, Cassio Juvenal Faria, Danglares Junta, Duxtei Vinhas Itavo, Edison Moura de Oliveira, Edna Pedroso de Moraes, Edson Toshio Kubo, Edvar Pimenta, Elza Barbosa da Silva, Emanuel Pires Barbosa, Ester Mirian Belo Rodrigues, Gení Fuzato Gagnoni, Germano Augusto, Gilmar Belluzzo Bolognani, Ivete Dung Ferreira, José Benedito Rossigalli, José Carlos Carone, José Oswaldo Pereira Vieira, Lázaro Dias Rodrigues, Leda Regina Machado de Lima, Luiz Antonio da Cruz, Luiz Eduardo Mitidiero, Luiz Gonzaga Marcatti, Luiz Manoel Geraldes, Luiz Reynaldo Telles, Magali Barros de Oliveira, Manoel Bento da Silva Filho, Manoel Diniz Junqueira, Márcia Moreno Duarte Moreira, Marcos Domingues dos Santos, Maria Auxiliadora Murad, Maria Cristina de M C Langervisch, Maria das Graças da Silveira, Maria Ilza Guarido Trigo, Mário Miyahara, Meire Eveli Tamen, Paulo Cesar Corrêa Borges, Paulo Cesar França Carneiro, Paulo Lucas Basso, Ravengar Pereira Marcondes, Regina Maria de Oliveira Moraes, Romeu Benatti Júnior, Romeu Musetti, Rosangela Alvim Dias, Rosemari Braga do Rosário, Ruy Galvão Costa, Thais Helena Costa, Valderes Catarina Destri Utimura, Vera Lúcia Pinheiro Morgado, Wanderlei Antonio Donini, Wilson de Andrade Santos, Yassura Suguimoto, Yolanda Cintrão Forghieri, Ivette Apparecida Baurich.

Comentários

Mais Lidas