Defasagem do IAMSPE

O Instituto de Assistência Médica do Servidor Público Estadual – IAMSPE vem enfrentando sérios problemas de or

Redação
Publicado em 16/11/2007, às 15h40

O Instituto de Assistência Médica do Servidor Público Estadual – IAMSPE vem enfrentando sérios problemas de ordem financeira para atender servidores também da Baixada Santista, Campinas e Ribeirão Preto. Atualmente esse importante órgão de saúde tem 850 mil servidores. Em Piracicaba são 20 mil e não consegue firmar convênios com hospitais em quase todas as regiões paulistas.

Para atender servidores contribuintes obrigatórios do IAMSPE, centenas desses que exercem diferentes cargos no interior de São Paulo, hospitais particulares negam firmar convênio.

Visando pôr um final nessa crescente crise, a diretoria do IAMSPE procura convencer o governador José Serra a criar dotação orçamentária específica para esse importante órgão de assistência médica. Os 2% descontados dos vencimentos e pensões dos servidores, em todas as áreas do serviço público estadual, dá para cobrir parcialmente os que necessitam de assistência médica em geral.

Para acabar com essa defasagem crônica, o IAMSPE quer que os Poderes Executivo e Legislativo sintam esse problema e passem a reconhecer a verdadeira dotação orçamentária que nos dias atuais vem sendo chamada de contrapartida patronal.

Comentários

Mais Lidas