Tudo Sobre

Concurso IPEM

Alesp discute novo quadro de pessoal do Instituto

Com a aprovação do projeto, cerca de 400 oportunidades podem ser abertas na autarquia.



Redação
Publicado em 21/12/2009, às 10h56

Desde o início de dezembro, está em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar nº 45/2009 que cria o quadro de pessoal do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (IPEM/SP), além de instituir o plano de carreiras e de salários do órgão.

Encaminhado pelo governador paulista, José Serra, o projeto prevê a criação de 1.062 empregos públicos permanentes na autarquia, distribuídos entre funções de auxiliar de apoio (42 cargos), oficial de apoio (325), técnico (285), analista de gestão (125) e especialista (285). No entanto, o texto explicita que os atuais servidores do IPEM serão enquadrados neste novo quadro de pessoal.

A boa notícia é que este projeto, quando aprovado e sancionado, trará a expectativa de abertura de novas vagas, que deverão ser preenchidas através de concurso. Isto porque o texto estabelece a implementação de aproximadamente 400 postos de trabalho: 150 vagas para oficial de apoio, 99 para analista de gestão, 40 para especialista e 99 para técnico.

A assessoria de comunicação do órgão confirmou que a aprovação do projeto de lei complementar permitirá que o IPEM ofereça novas vagas em futuros processos seletivos. Mas, ressaltou que a abertura dessas oportunidades dependerá de aprovação prévia de orçamento no órgão tanto para contratações quanto para a realização de concursos. Segundo o projeto de lei, estes empregos serão preenchidos gradativamente, de acordo com as necessidades da autarquia.

Para ingressar nas carreiras de oficial e analista, será preciso enfrentar seleção composta por prova e exame de títulos. Já as atividades de especialista e técnico exigirão, além das duas avaliações, frequencia em curso específico de capacitação, com duração máxima de seis meses.

Requisitos dos cargos – De acordo com o projeto de lei complementar, a função de oficial de apoio exigirá nível médio ou técnico e conhecimentos na área de informática. Já a atividade de técnico exigirá formação em nível médio ou técnico, carteira nacional de habitação (CNH) nas categorias D ou E, além de outros requisitos definidos nos editais dos futuros concursos. 

O texto estabelece ainda nível superior completo para as carreiras de especialista e analista em áreas que também serão especificadas em edital. Para analista, será pedido experiência profissional mínima de dois anos.

Os vencimentos iniciais previstos para estas funções devem corresponder a R$ 1.100 (oficial), R$ 1.500 (técnico), R$ 3.400 (analista) e R$ 3.800 (especialista).

Sobre o órgão – O IPEM/SP é uma autarquia estadual que exerce atividades relacionadas à metrologia, normalização, qualidade e certificação de produtos e serviços. Sua atuação está diretamente ligada ao Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). 

Talita Fusco/SP

Veja também:

Saúde/SP: hospital do Servidor divulga comissão de concurso

DPU: órgão realizará concurso para 311 oportunidades

+ Resumo do Concurso IPEM

IPEM
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

21/12/2010 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas