Banco do Brasil define organizadora este mês

Novo edital para escriturário abrangerá 15 Estados das regiões Norte, Nordeste, Sul e Centro-Oeste. Salário inicial é de R$ 1,7 mil

Redação
Publicado em 12/09/2012, às 10h39

O Banco do Brasil deve definir até o final de setembro a empresa que organizará seu próximo concurso público para escriturário, cargo de ingresso no mais antigo banco público do País. O próximo edital deverá contemplar 15 Estados e será publicado ainda neste semestre. 

Para participar, o candidato deverá ter nível médio completo e ser maior de 18 anos no momento da convocação. O salário inicial oferecido para a carreira de escriturário é de R$ 1.760,00 para jornada de 30h semanais. O aprovado ainda receberá auxílio-alimentação no valor de R$ 399,30 e cesta-alimentação de R$ 311,08, e poderá participar de planos assistenciais e previdenciários complementares. Vale destacar que categoria dos bancários já iniciou as negociações para reajuste salarial para o período 2012/2013, de modo, que esses valores devem ser reajustados em breve. 

No início de carreira, o escriturário pode atuar nas áreas de atendimento ao público; prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; divulgação e venda de produtos e serviços oferecidos pelo banco; atualização e manutenção de dados em sistemas operacionais, entre outras atividades. 

O próximo edital visa formar cadastro para os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe, Mato Grosso e Santa Catarina. 

Mudanças à vista – Em entrevista ao JC&E, Carlos Netto, de gestão de pessoas do Banco do Brasil, informou que o novo concurso trará novidades aos concurseiros. A prova deverá trazer perguntas mais focadas nas disciplinas de informática, técnica de vendas e raciocínio lógico, além depassar a contar com etapa de redação. “Estamos incluindo redação porque entendemos que ela é uma ferramenta para avaliar a capacidade de estruturação do pensamento, habilidade muito importante para as empresas hoje”, avaliou Netto. O diretor adiantou que o tema da redação deverá tratar do contexto econômico e do papel do Banco do Brasil. 

O banco aplicará a chamada “prova inteligente”, que permitirá à instituição avaliar as principais deficiências dos candidatos e, a partir daí, aprimorar o conteúdo do curso de formação. 

Prepare-se ­– CarlosNetto destacou que os candidatos podem iniciar seus estudos com base nos editais anteriores. Assim, disponibilizamos para você o conteúdo específico de conhecimentos bancários cobrado no edital lançado em janeiro para os Estados de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, São Paulo e Tocantins. A organização ficou a cargo da Fundação Cesgranrio. 

CONHECIMENTOS BANCÁRIOS: 

1 -Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; BancoCentral do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários;

Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional; bancos comerciais; caixas econômicas; cooperativas de crédito; bancos comerciais cooperativos; bancos deinvestimento; bancos de desenvolvimento; sociedades de crédito, financiamento einvestimento; sociedades de arrendamento mercantil; sociedades corretoras detítulos e valores mobiliários; sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários; bolsas  de valores; bolsas de mercadorias e de futuros; Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC); Central de Liquidação Financeira e de Custódia de Títulos (CETIP); sociedades de crédito imobiliário; associações de poupança e empréstimo. 2 - Sistema de Seguros Privados e  Previdência Complementar: Conselho Nacionalde Seguros Privados; Superintendência  de Seguros Privados; Conselho de Gestão da Previdência Complementar; Secretaria de Previdência Complementar; Instituto de Resseguros do Brasil; sociedades seguradoras; sociedades de capitalização; entidades abertas e entidades fechadas de previdência privada; corretoras de seguros;sociedades administradoras de  seguro-saúde.  3 - Sociedades de fomento mercantil (factoring); sociedades administradoras de cartões de crédito.  4 - Produtos e serviços financeiros: depósitos à vista; depósitos a prazo (CDB e RDB); letras de câmbio; cobrança e pagamento de títulos e carnês; transferências automáticas de fundos;  commercial papers; arrecadação de tributos e tarifas públicas;  home/office banking,remote banking, banco virtual, dinheiro de plástico; conceitos de corporate finance; fundos mútuos de investimento; hot money; contas garantidas; crédito rotativo; descontos de títulos;financiamento de capital de giro; vendor finance/compror finance; leasing (tipos, funcionamento, bens); financiamento de capital fixo; crédito direto ao consumidor; crédito rural; cadernetas de poupança; financiamento à importação e à exportação - repasses de recursos do BNDES; cartões de crédito; títulos de capitalização; planos de aposentadoria e pensão privados; planos de seguros. 5- Mercado de capitais: ações - características e direitos;  debêntures; diferenças entre companhias  abertas e companhias fechadas; operações de  underwriting;  funcionamento do mercado à vista de ações; mercado de balcão; operações com ouro. 6 Mercado de câmbio: instituições autorizadas a operar;  operações básicas; contratos de câmbio - características; taxas de câmbio; remessas; SISCOMEX.  7 - Operações com derivativos:características básicas do funcionamento do mercado a termo, do mercado de opções, do mercado futuro e das operações de swap.  8 - Garantias do Sistema Financeiro Nacional:aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias; Fundo Garantidor de Crédito (FGC). 9 - Crime de lavagem de dinheiro:conceito e etapas. Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro: Lei 9.613/98 e suas alterações; Circular Bacen 2.852/98; Circular Bacen 3.339/06,Carta-Circular Bacen 2.826/98 e Carta-Circular Bacen 3.098/03.

Informações atualizadas às 12h20 do dia 13 de setembro.

Comentários

Mais Lidas