Marta Suplicy anuncia adiamento do concurso

Concurso estava previsto para ser aberto em maio, com 180 vagas e formação de cadastro reserva, para carreiras de nível médio e superior. Salários eram de até R$ 23,8 mil

Redação
Publicado em 10/02/2011, às 14h09

A vice-presidente do Senado Federal, senadora Marta Suplicy (PT/SP), anunciou junto com o presidente da casa, senador José Sarney (PMDB/AP), nesta quinta-feira (10), várias medidas de contenção de gastos, entre elas o adiamento do concurso previsto para abrir 180 oportunidades e mais formação de cadastro para cargos de nível médio e superior. A decisão vem após o anúncio de cotigenciamento do orçamento em R$ 50 bilhões pelo governo Federal.  O Senado não informou a nova perspectiva para publicação do edital.

Em entrevista ao Jornal dos Concursos & Empregos, Bruno Dantas, consultor-geral do Senado e presidente da comissão de concursos, informou que a expectativa era de que em um período entre 30 e 60 dias fosse concluído o perfil das vagas a serem oferecidas, com a publicação do edital no mês de maio. Ele ainda destacou que a prioridade era de que os 180 servidores tomassem posse ainda em neste ano.

Vagas - O concurso previa 15 vagas de consultor legislativo, carreira que requer nível superior e tem salário-base de R$ 5.675,78 que, incrementado por gratificações de atividade legislativa, representação e desempenho, atinge a marca de R$ 23.826,57. Ainda para profissionais de nível superior, seriam oferecidas vagas de analista legislativo para as especialidades de processo legislativo, taquigrafia, administração, medicina, entre outras – a remuneração inicial deste grupo é de R$ 4.873,90, vale destacar que a carreira também conta com as mesmas gratificações oferecidas para consultor, o que eleva o vencimento do servidor junior a R$ 18.440,64.

Oitenta e quatro vagas imediatas seriam oferecidas aos candidatos com formação de nível médio para a carreira de técnico legislativo. O vencimento inicial oferecido é de R$ 3.168,04 mais gratificações de atividade legislativa, representação e desempenho que elevam o montante a R$ 13.833,64. Estavam previstas vagas nas especialidades de processo legislativo, administração, contabilidade, policial legislativo, entre outras.

Cadastro reserva – O Senado ainda não havia definido quantas oportunidades poderiam ser preenchidas por cadastro. O objetivo, segundo Dantas, era que esses profissionais fossem convocados de acordo com a disponibilidade orçamentária, aposentadoria de servidores e vacâncias em geral.  A seleção iria contemplar as carreiras de advogado, analista legislativo para especialidades como processo legislativo, odontologia, comunicação social e tecnologia da informação; e técnico legislativo para as áreas de processo legislativo e comunicação social.

Aline Viana

Com informações da Agência Senado

Veja também:

Oferta do dia/ Assinatura anual da área VIP JC com 80% de desconto

Transportes/ Concursos do setor ferroviário movimentam 2011

Comentários

Mais Lidas