Tudo Sobre

Concurso Fund. Oswaldo Cruz

Novo concurso do órgão será promovido em breve

Fundação aguarda agora o aval do Planejamento para acrescentar 150 vagas ao edital da futura seleção. Desta forma, deverão ser abertas 850 chances de níveis médio, técnico e superior.



Redação
Publicado em 06/07/2010, às 15h48

A próxima seleção da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), instituição vinculada ao Ministério da Saúde, deverá ser lançada em breve. De acordo com a coordenadoria de comunicação social da presidência do órgão, a Fiocruz aguarda apenas o aval do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para que o concurso possa oferecer mais 150 vagas, além das 700 autorizadas em fevereiro pelo Planejamento.

A abertura destas outras 150 oportunidades depende da aprovação do projeto de lei nº 08/2010, que solicita a contratação de mais 6.599 novos profissionais para o Executivo Federal. As 150 chances para a Fiocruz estão incluídas no PL, que deverá ser votado, em sessão da comissão mista do Congresso Nacional, nesta quarta-feira, 7 de julho. Se aprovado, o presidente da República sancionará a lei e, em seguida, a pasta do Planejamento deverá autorizar a inclusão destas novas ofertas no processo seletivo da Fiocruz.

 

Distribuição de vagas – Inicialmente, as 700 ofertas autorizadas estavam divididas entre os cargos de pesquisador em saúde pública (5 vagas), tecnologista em saúde pública (239), analista de gestão em saúde (244), técnico em saúde pública (149) e assistente técnico de gestão (63).

Se o acréscimo de oportunidades for aprovado, o quadro de vagas da seleção será alterado. As chances serão distribuídas da seguinte maneira: pesquisador (96 vagas), tecnologista (266), analista (257), especialista (19), técnico (149) e assistente (63).

Quem possui ensino superior completo poderá disputar as vagas de pesquisador, especialista, tecnologista e analista. As oportunidades para técnico em saúde pública pedirão ensino técnico em área específica, enquanto as vagas de assistente técnico de gestão terão como requisito apenas a conclusão do ensino médio.

De acordo com a tabela de remuneração dos servidores públicos federais de 2010, os vencimentos básicos iniciais devem corresponder a R$ 5.558,82 (especialista), R$ 3.475,87 (pesquisador), R$ 3.048,03 (analista e tecnologista) e R$ 1.678,28 (técnico e assistente). Vale ressaltar que os futuros servidores terão direito a gratificações e outros benefícios.

Segundo informações da Fiocruz,  haverá chances  para as mais variadas áreas de atuação, de administração a zootecnia. Os interessados poderão concorrer às ofertas para a sede, no Rio de Janeiro, e também para os Estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Amazonas, Paraná, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rondônia, além do Distrito Federal.  

Última seleção – Em 2006, a Fiocruz abriu concurso para preencher mil oportunidades de níveis médio e superior. As vagas estavam distribuídas entre os cargos de técnico (180), analista (213), tecnologista (457) e assistente de pesquisa (150). Havia chances para diversas áreas de atuação e as remunerações iniciais variavam de R$ 1.266,98 (técnico) a R$ 3.753,38 (assistente de pesquisa com doutorado).

Os candidatos foram submetidos a exame objetivo. Para alguns cargos, houve também prova prática, avaliação de currículo e títulos e defesa de memorial.

Talita Fusco/SP

Veja também:

Codesavi/SP: concurso será lançado ainda em julho

SAP/SP: autorizado concurso com 324 vagas

+ Resumo do Concurso Fund. Oswaldo Cruz

Fund. Oswaldo Cruz
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

06/07/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas