Tudo Sobre

Empregos Ministério do Meio Ambiente

Institutos contarão com mil cargos de analista

Projeto de lei transforma cargos vagos da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho em mil vagas de analista ao Ministério do Meio Ambiente (MMA).



Redação
Publicado em 19/04/2010, às 11h19

Tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei que transforma cargos vagos da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho em mil vagas de analista ao Ministério do Meio Ambiente (MMA). Destas chances, 800 serão de analista ambiental e 200 de analista administrativo. As oportunidades serão distribuídas para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e ao Instituto de Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Recentemente, o documento foi aprovado pela comissão de trabalho, de administração e serviço social.

De acordo com a proposta, as vagas deverão suprir as demandas dos órgãos por pessoal especializado e proporcionar aos servidores mecanismos de incentivo ao exercício de suas funções na Amazônia Legal (compreende os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do Estado do Maranhão). Os analistas ambientais, que atuarem na Amazônia Legal, deverão receber uma indenização de R$ 590 mensais. Tal medida ocorrerá para incentivar a criação de um corpo permanente numa região de difícil acesso. Segundo o Governo Federal, a transformação dos cargos e o pagamento das indenizações terão custo anual de R$ 13,6 milhões.

Atribuições – De acordo com a lei nº 10.410/02, os analistas ambientais são responsáveis pelo monitoramento ambiental, proteção e controle da qualidade ambiental e pelo estímulo e difusão de tecnologias, informação e educação ambientais. Já os analistas administrativos exercem atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do órgão, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas funções.

Concursos anteriores – Em 2008, os órgãos abriram seleções para o cargo de analista ambiental. O Ibama abriu seleção com 225 chances para diversos Estados. O salário era de R$ 4,1 mil. E o Instituto Chico Mendes lançou edital com 178 vagas e as chances eram para a Amazônia Legal. A remuneração correspondia a R$ 2.956,17 mais gratificações.  Os candidatos, de ambas as seleções, realizaram uma prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos e uma avaliação discursiva.

Sobre os órgãos - O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) desenvolve diversas atividades para a preservação e conservação do patrimônio natural, exercendo o controle e a fiscalização sobre o uso dos recursos naturais. Já o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade tem como principal missão institucional administrar as unidades de conservação (UCs) federais, que são áreas de importante valor ecológico. (fontes: www.icmbio.gov.br e www. ibama.gov.br)

Samantha Cerquetani/SP

AGU: Planejamento autoriza concurso com 120 vagas

Polícia Federal: sindicato cobra reestruturação da carreira

+ Resumo Empregos Ministério do Meio Ambiente

Ministério do Meio Ambiente
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

19/04/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas