Seleção deverá ocorrer no início de 2011

De acordo com o presidente da comissão responsável por elaborar o concurso do Senado, Bruno Dantas, o levantamento da necessidade de pessoal do órgão deverá ser concluído na segunda quinzena de outubro. Estão previstas 250 vagas

Redação
Publicado em 01/10/2010, às 14h20

De acordo com o presidente da comissão responsável por elaborar o concurso do Senado, Bruno Dantas, o levantamento da necessidade de pessoal do órgão deverá ser concluído na segunda quinzena de outubro. “Após esse processo, o Senado poderá definir para quais cargos e quantas vagas serão disponibilizadas, mas estão previstas cerca de 250 chances”, afirmou.

Haverá vagas de níveis médio e superior. O órgão estuda a possibilidade de abrir um concurso com formação de cadastro reserva (CR). A organizadora deverá ser definida ainda em 2010 e o edital está previsto para ser publicado no início do ano que vem.

A seleção ocorrerá para preencher as áreas não contempladas no último concurso do Senado, que ocorreu em 2008. Por essa razão, ocorreu uma demanda acumulada para os servidores. Além disso, 500 servidores do órgão solicitaram aposentadoria recentemente e aproximadamente 1.100 funcionários já possuem condições para se aposentar. “O concurso anterior não contemplou diversas áreas e o levantamento será para definir as reais necessidades do Senado”.

Segundo Dantas, há déficit de pessoal na área de apoio, saúde, engenharia, consultores legislativos e dentistas. Os salários iniciais previstos poderão variar de R$ 8 mil a R$ 16 mil. O presidente ainda relatou que, se o concurso não for realizado, haverá mais servidores comissionados que concursados na Casa.

 “Nem sempre é possível suprir todos os cargos vagos, já que o orçamento é limitado. Há políticas da Secretaria de Recursos Humanos que precisam ser atendidas. Caberá à direção do Senado definir o número final”.

Previsão – Em 2009, o Senado divulgou que um novo concurso poderia ocorrer neste ano. Na ocasião, o órgão relatou que a seleção seria para substituir os funcionários terceirizados e haveria oportunidades para vários setores. Além disso, estava ocorrendo uma reformulação administrativa e os setores com maior demanda de serviço eram a Secretaria Geral da Mesa, a Advocacia e a Consultoria Geral de Orçamentos.

Concurso anterior - O último concurso do Senado ocorreu em 2008 e contou com 150 vagas de níveis médio e superior. Na ocasião, foram lançados cinco editais. Havia 91 vagas para analista legislativo (nível superior) e 59 para técnico (nível médio). Os salários variavam de R$ 6.722,68 a R$ 11.815,94.

A seleção foi organizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e as inscrições custaram R$ 80 para cargos de nível superior e R$ 60 aos de nível médio. O processo seletivo recebeu mais de 42 mil inscrições.

O cargo de técnico legislativo/administração (nível médio) foi o que mais atraiu candidatos, totalizando 10.437 inscrições para concorrer às dez vagas desta função, o que resulta numa concorrência de 1.403,7 candidatos por vaga. Já o cargo mais concorrido foi o de policial legislativo federal, que também exigia nível médio. As duas vagas abertas serão disputadas por 2.393 candidatos, uma concorrência de 1.196,5 candidatos por vaga.

Os candidatos realizaram provas objetivas e discursivas, aplicadas nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

Senado - O Senado Federal é uma das casas do Congresso Nacional, ao lado da Câmara dos Deputados. Foi criado em 1824, com a primeira Constituição do Império. Desde então, tem exercido papel fundamental na consolidação da democracia e na estabilidade das instituições. (fonte: www.senado.gov.br)

Samantha Cerquetani/SP

Veja também:

Previc: cespe/UnB organizará seleção

Banco Central: órgão confirma a realização de novos concursos

Comentários

Mais Lidas