2016: o ano em que você será aprovado em um concurso

O ano de 2016 começou com ótimas oportunidades para a área de concursos, diferente das previsões para a economia brasileira

Jaime Kwei
Publicado em 13/01/2016, às 12h16

O ano de 2016 começou com ótimas oportunidades para a área de concursos, diferente das previsões para a economia brasileira de redução do PIB em 3% e perda de mais de 2 milhões de empregos com registro em carteira. Finalmente, teremos os concursos para o INSS (950 vagas), IBGE (600 vagas) e Tribunal Regional Federal da 3ª Região (33 vagas), sendo que todas essas seleções oferecem vagas tanto para quem possui ensino médio, quanto para ensino superior. 
As inscrições já estão abertas para os concursos do INSS e do IBGE. Já as inscrições para o TRF começam no dia 15 de janeiro. As provas para os três concursos estão previstas para abril e maio.
Muitos alunos me perguntam qual devem prestar. Minha orientação é que se verifique o cargo e suas atribuições para escolher aquele que mais se adeque ao seu perfil. Com certeza, a remuneração é importante, porém, se o candidato não possui o perfil que o cargo exige, irá se frustrar quando tomar posse.
Caso você opte por prestar o concurso para o INSS, a grande diferença deste ano está na data da prova objetiva. Os candidatos – mesmo aqueles que irão começar seus estudos agora – possuem um prazo de cinco meses para se preparem. Não é um prazo longo, mas com um bom planejamento, disciplina e estudo orientado é possível estar bem preparado para esta seleção.
Além disto, vale a pena prestar um dos outros dois concursos (IBGE e TRF), que terão provas em abril. A realização da prova, além de ser um bom treino para verificar desempenho e simular as condições do dia do teste, é uma ótima técnica de preparação. 
Vale lembrar que muitos concursos possuem conteúdos similares e o estudo de algumas matérias é conhecimento adquirido para outros concursos. Caso você tenha a surpresa de aprovação em um concurso que tenha feito como teste, isso aliviará a pressão da aprovação em seu concurso dos sonhos, melhorando seu desempenho nos estudos, pois você já terá um cargo assegurado.
O cenário atual nos órgãos públicos é de grande déficit de mão de obra. A Polícia Rodoviária Federal, a Policia Federal, o Ministério da Fazenda e o Ministério do Trabalho concentram seus esforços para realizarem concursos em 2016. Existe uma lógica inversa em relação a contratações em época de crise quando falamos nos quadros dos fiscos (receita federal, estadual e municipal), pois a queda das arrecadações de tributos nas três esferas exige uma reposição em seus quadros de funcionários, a fim de melhorar as arrecadações. Logo, a promessa de termos grandes concursos este ano é muito grande. Vale lembrar que nas esferas estadual e municipal também tivemos a redução de concursos, o que aumentou o déficit daqueles que saíram da máquina pública.
Você que sempre pensou em prestar concursos em busca de estabilidade, ótimos salários e qualidade de vida saiba que, no cenário atual, concurso público, com certeza, é uma grande alternativa. 
Jaime Kwei, diretor da Central de Concursos.

Comentários

Mais Lidas