3,2 mil vagas temporárias

Concurso IBGE para temporários: edital deve sair até o próximo dia 20

Oportunidades para o novo concurso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) são para diversos cargos. Diversos editais até o início de 2020

4,10(82.0%)12 voto(s)

Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 09/09/2019, às 15h09

Concurso IBGE: recenseador do IBGE
Divulgação

O próximo, de uma série de editais do concurso IBGE(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o preenchimento de 234.416 vagas, em caráter temporário, será divulgado nos próximos dias. De acordo com as últimas informações divulgadas pelo órgão, a expectativa é de que a liberação ocorra, no mais tardar, até 20 de setembro. Como a seleção dos 234 mil postos está sendo desmembrada em diversos concursos, o próximo está confirmado para uma oferta de 3.160 vagas. A liberação depende apenas da assinatura do contrato com a banca, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que deve ocorrer nos próximos dias. Desta forma, os interessados devem ficar de sobreaviso.

Neste edital haverá 1.760 oportunidades para agente censitário operacional, 600 para coordenador censitário de subárea 1 e 800 para coordenador censitário de subárea 2, todos com exigência de ensino médio

Ao todo, a seleção contará com oportunidades são para quem possui níveis fundamental, médio e superior. O prazo de publicação de todos editais seria de seis meses da autorização, ou seja, até 6 de novembro, levando em conta que a seleção foi liberada em 6 de maio, pelo secretário especial da desburocratização, gestão e governo digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel.  Porém, de acordo com retificação da autorização publicada em 13 de agosto, o prazo para a liberação de todos os editais foi prorrogado até maio de 2020. 

Distribuição das vagas

Do total de postos, 196 mil são para o cargo de recenseador. A segunda maior oferta é para agente censitário supervisor, com 23.578. Também estão sendo autorizadas 600 vagas para coordenador censitário de subárea 1, 850 para coordenador censitário de subárea 2, 1.760 para agente censitário operacional, 4 para supervisor de call center, 6.100 para agente censitário municipal, 120 para codificador censitário, 1.304 para supervisor PA e 4.100 para supervisor PA. 

Quadro de vagas do concurso IBGE

Para concorrer ao cargo de recenseador é necessário apenas possuir ensino fundamental, com remuneração de R$ 1.100. Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.400. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 2.000. Para coordenador censitário de subárea, ensino médio e R$ 4.000. Para agente censitário operacional, ensino médio e R$ 1.800. Por fim, para analista censitário, nível superior e iniciais de R$ 7.458,89 a R$ 9.192,88.  

De acordo com o último concurso IBGE para temporários, em 2010, foi exigido ensino fundamental para o cargo de recenseador, ensino médio para agentes regionais e administrativos, bem como para agentes municipais e de informática, além de agente supervisor.

Os iniciais foram de R$ 2.058 para agentes censitários e supervisores; R$ 2.358 para agentes municipais, R$ 2.158 para agentes de informática, R$ 1.958 para agentes administrativos e R$ 2.958 para agentes regionais.  

De acordo com a portaria, as contratações serão feitas a partir de janeiro, para o Censo Demográfico 2020. As contratações serão pelo período de um ano, com possibilidade de prorrogação.

Concurso IBGE temporários: último edital

O último grande concurso IBGE para temporários ocorreu em 2010, quando foram oferecidas 200 mil vagas distribuídas em todo o país entre os cargos de recenseador, agente regional, agente administrativo, agente municipal, agente de informática e agente supervisor.

Os participantes do processo seletivo do IBGE passaram por provas objetivas com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, e, dependendo do caso, também por treinamento, de caráter eliminatório.

Concurso IBGE: saiba como será o Censo Demográfico 2020

O cargo de destaque dos censos sempre é de recenseador, que no último concurso IBGE contemplou 191.972 vagas e exigiu apenas nível fundamental completo. Os ganhos oferecidos para a função variam de acordo com o número de informações coletadas.

As demais funções necessárias para as pesquisas são as seguintes: agente regional, agente administrativo, agente municipal, agente de informática e agente supervisor.

O Censo compreendeu um levantamento minucioso de todos os domicílios do país. Nos meses de coleta de dados e supervisão, os recenseadores visitam milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros para colher informações sobre quem somos, quanto somos, onde estamos e como vivemos.

Aula de português com sobre questões da FGV

+ O JC fará a cobertura completa deste processo seletivo e colocará todas as informações na página do concurso IBGE.

Sobre IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) se constitui no principal provedor de dados e informações do país, que atendem às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.A instituição oferece uma visão completa e atual do país, por meio do desempenho de suas principais funções: produção e análise de informações estatísticas; coordenação e consolidação das informações estatísticas; produção e análise de informações geográficas; coordenação e consolidação das informações geográficas; estruturação e implantação de um sistema da informações ambientais; documentação e disseminação de informações; e coordenação dos sistemas estatístico e cartográfico nacionais

concursosconcursos federaisconcursos 2019provas anteriores

Comentários

Mais Lidas