MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso AFT: Simone Tebet confirma autorização para novo edital

Último concurso AFT (Auditor Fiscal do Trabalho) do Ministério do Trabalho ocorreu em 2013. Cargo exige nível superior e tem inicial de R$ 21 mil

Concurso AFT: Simone Tebet confirma autorização para novo edital
Concurso AFT: mnistério do trabalho e emprego: google Maps
Fernando Cezar Alves

Fernando Cezar Alves

fernando@jcconcursos.com.br

Publicado em 14/04/2023, às 13h27 - Atualizado às 14h12

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A autorização do novo concurso AFT (auditor fiscal do trabalho), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), foi confirmada na última quinta-feira, 13 de abril, pela ministra do planejamento e orçamento, Simone Tebet, durante aula magna no câmpus de Araraquara da Unifesp. Na ocasião, a ministra também confirmou que diversas outras seleções federais deverão ser autorizados, em breve, pela ministra de gestão, Esther Dweck. Entre as outras oportunidades estão concursos da Receita Federal,  IPEA e IBGE.

No último dia 5, a ministra de gestão, Esther Dweck havia anunciado que os primeiros concursos federais passariam a ser autorizados a partir do último dia 10. De acordo com ela, ao todo deverão ser anunciados três pacotes de seleções, até o final do ano. No entanto, de acordo com a nova declaração de Tebet, ainda não é possível definir se a seleção de fiscais do trabalho está na primeira leva.  

Por enquanto, a única seleção efetivamente autorizada, no dia 10, foi para o MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação) , para o preenchimento de 814 vagas.

Ainda não está definida a oferta de vagas para a nova seleção, mas o último pedido de concurso AFT foi para o preenchimento de nada menos do que 1.524 vagas para a carreira, que exige formação de nível superior em qualquer área de formação, com remuneração inicial de R$ 21.029,09.

Concurso AFT: saiba como foi a última seleção

O último concurso AFT ocorreu em 2013, quando foram oferecidas 100 vagas para o cargo. A banca organizadora, na ocasião, foi o Cespe/UnB, atual Cebraspe. A seleção foi composta de duas provas objetivas, duas provas discursivas e análise de vida pregressa.

A primeira prova objetiva foi composta de 100 questões, da seguinte forma:

  • 26 questões de língua portuguesa;
  • 15 de raciocínio lógico;
  • 22 de direitos humanos;
  • 22 de administração geral e pública; e
  • 15 de noções de informática.

A segunda prova teve 120 questões, da seguinte forma:

  • 7 questões de direito constitucional;
  • 7 de direito administrativo;
  • 10 de auditoria;
  • 12 de economia do trabalho;
  • 27 de direito do trabalho;
  • 7 de seguridade social;
  • 11 de legislação previdenciária;
  • 21 de segurança e saúde do trabalho;
  • 3 de legislação do trabalho; e
  • 15 de contabilidade geral.

A primeira prova dissertativa contou com três questões sobre direitos humanos ou economia do trabalho ou direito constitucional ou direito administrativo e texto de até 30 linhas sobre algum dos mesmos tópicos.

Por fim, a segunda prova dissertativa contou com três questões sobre gestão de projetos ou direito do trabalho ou segurança e saúde do trabalho, além de parecer técnico de até 60 linhas sobre segurança e saúde do trabalho.

Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso AFT 2023

MTE - Ministério do Trabalho e Emprego
Vagas: 900
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Auditor Fiscal
Áreas de Atuação: Fiscal
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 21029,00

+ Agenda do Concurso

19/01/2024 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
09/02/2024 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
05/05/2024 Prova Adicionar no Google Agenda
concursosconcursos federaisconcursos 2024provas anteriores

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.