Salários de até R$ 35,4 mil

Concurso MPC PA: gabarito e prova objetiva

Oferta do concurso MPC PA (Ministério Público de Contas do Estado do Pará) é de dez vagas, distribuídas entre cargos de níveis médio, técnico e superior

0,00(0.0%)0 voto(s)

Patricia Lavezzo | patricia@jcconcursos.com.br
Publicado em 03/08/2019, às 07h00

Concurso MPC PA
Divulgação

Ocorre neste sábado e domingo, dias 3 e 4 de agosto de 2019, a prova objetiva do concurso MPC PA (Ministério Público de Contas do Estado do Pará). Ao todo, a seleção recebeu 7.931 inscritos. 

De caráter eliminatório e classificatório, a prova objetiva será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre conhecimentos gerais e específicos.

O exame será aplicado na cidade de Belém/PA no dia 3 de agosto para o emprego de procurador e 4 de agosto para as demais carreiras.

Os gabaritos serão divulgados a partir das 19 horas da terça-feira, dia 6 de agosto, e o candidato deverá acessar o site do Cebraspe, organizador da seleção, e inserir o seu número de CPF para a consulta. A interposição de recursos deverá ser realizada entre os dias 7 e 8 de agosto.

O concurso MPC PA ainda contará com as seguintes avaliações:

  • prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • avaliação de títulos, classificatória;
  • prova oral apenas para procurador, eliminatória e classificatória.

Concurso MPC PA: mais informações

Os dois editais do concurso MPC PA (Ministério Público de Contas do Estado do Pará) somam dez vagas imediatas, além de formar cadastro reserva (CR) de eventuais oportunidades.

O primeiro edital conta com o total de nove ofertas, sendo uma de nível médio/técnico e oito para superior. Os salários iniciais oferecidos são de R$ 4.760 (ensino médio) e R$ R$ 8.553,37 (superior).

Candidatos que concluíram o ensino médio podem concorrer para os cargos de assistente ministerial de controle externo (CR) e assistente ministerial de informática (1 vaga). A última função ainda exige curso técnico na área.

Quem tem o nível superior está apto à carreira de analista ministerial nas especialidades de administração (1 + CR), ciências contábeis (1 + CR), comunicação social (CR), controle externo (3 + CR), direito (1 + CR), engenharia civil (1) e tecnologia da informação (1 + CR).

Já o segundo edital do concurso MPC PA oferece uma vaga e formação de cadastro reserva para o cargo de procurador de contas. A exigência é de diploma de conclusão de curso de nível superior em direito e, no mínimo, três anos de atividade jurídica, desempenhada exclusivamente após a obtenção do grau de bacharel. A remuneração é de R$ 35.462,22.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é o responsável pela organização e execução do certame. As inscrições foram recebidas entre os dias 22 de fevereiro e 24 de maio de 2019 e as taxas variaram entre R$ 100 e R$ 300.

Sobre Cebraspe - Cespe UNB

Cespe/UnB(Centro de Seleção e de Promoção de Eventos) - atualmente Cebraspe - é uma instituição de educação, especializada na realização de avaliações, seleções, certificações e pesquisas e fundada na década de 70, originalmente com a finalidade de elaborar apenas o vestibular da Universidade de Brasília (UnB), e que, depois, acabou migrando para a preparação de concursos públicos. 

O Cebraspe planeja, elabora, aplica e corrige provas objetivas e dissertativas, além de outros tipos de exames necessários ao provimento de cargos públicos (provas práticas, testes físicos e psicológicos). Também oferece reserva de cotas para negros nos processos seletivos - atendendo a determinações legais - e perícia médica para confirmação da reserva de vagas a candidatos com deficiência.

Hoje bastante presente em concursos de todo o país, o Cespe/UnB é uma banca muitas vezes temida pelos concurseiros. Primeiro, porque possui um estilo quase exclusivo de questão, que é o de “Certo ou Errado” – embora a organizadora utilize-se também de questões de múltipla escolha, principalmente em concursos para tribunais eleitorais. O estilo de prova “Certo ou Errado” do Cespe/UnB exige muito cuidado, porque cada resposta errada anula uma correta. 

Segundo informações da própria organizadora, o procedimento de avaliação é justificável em um processo seletivo que visa selecionar o candidato com melhor capacidade de analisar, interpretar e responder a partir do que aprendeu, descartando o “chute” ou a possibilidade de aprovação ao acaso.

Saiba como se preparar para provas do Cespe/UnB

concursos publicosconcursos abertosconcursos pa (pará)provas anteriores

Comentários

Mais Lidas