Tudo Sobre

Concurso PC CE 2021

Concurso PC CE: Veja as principais informações do certame para 1,5 mil vagas

As oportunidades do concurso PC CE (Polícia Civil do Ceará) são destinadas para os cargos de escrivão e inspetor, que exigem nível superior



Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 02/06/2021, às 12h17

Concurso PC CE: servidores da PC CE
Concurso PC CE: servidores da PC CE - Divulgação

Na semana passada foi publicado o edital do concurso PC CE (Polícia Civil do Ceará). O processo seletivo visa o provimento de 1.500 vagas para os cargos de escrivão e inspetor. Como este certame despertou o interesse de grande parte dos concurseiros cearenses, e até de todo o Brasil, o JC Concursos destrinchou o edital para apresentar as principais informações da seleção. Confira

Para participar do concurso PC CE, o candidato deve ter formação em nível superior, pode ser qualquer curso, e CNH (Carteira Nacional de Habilitação) categoria B para os dois cargos. Os salários iniciais também são iguais, no valor de R$ 3.732,86, com uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Enquanto que a distribuição das vagas está da seguinte forma:

Para o cargo de inspetor são 1.200 postos, sendo 400 imediatas e 1.200 cadastros. Dos  400 postos imediatos, 300 são para a ampla concorrência, 20 para portadores de deficiência e 80 cotas raciais. Das 800 vagas de cadastro são 600 para ampla concorrência, 60 para deficientes e 160 para cotas raciais.

No caso de inspetor são 300, sendo 100 imediatas e 200 cadastros. Das imediatas são 5 para portadores de deficiência e 20 para cotas raciais. Dos 200 cadastros, 150 para ampla concorrência, 10 para deficientes e 40 para cotas raciais. 

Atribuições dos cargos

O inspetor de polícia civil têm as seguintes atribuições:

  • Executar os serviços de polícia judiciária e investigativa ou administrativa, sob a direção da autoridade policial ou do superior imediato, além de todas as atividades previstas em lei, inerentes ao exercício de seu cargo; 
  • Deter, apresentando à autoridade policial competente, quem quer que seja encontrado em flagrante delito; emitir relatórios circunstanciados do curso das investigações; 
  • Zelar pela manutenção da ordem pública em geral; 
  • Operar sistema de comunicação de rádio da Polícia Civil; 
  • Dirigir viatura policial ou a serviço da polícia judiciária; 
  • Cumprir, quando designado, mandados judiciais; 
  • Executar serviços de permanência e transporte de presos provisórios, sob custódia da Polícia Civil; 
  • Lavrar boletim de ocorrência; 
  • Realizar tarefas correlatas de apoio policial e administrativo e desempenhar outras atividades atinentes aos serviços da polícia judiciária; 
  • Deslocar-se imediatamente, quando não houver impedimento devidamente justificado, ao local da infração penal, providenciando para que não se alterem o estado e a conservação da coisa até a realização da perícia; 
  • Desempenhar outras funções e tarefas que lhe forem determinadas pela autoridade policial, nos limites de suas atribuições, bem como atender outras exigências cabíveis.

Já o escrivão de polícia civil tem as seguintes atribuições:

  • Exercer atribuições relativas ao cumprimento das formalidades legais de polícia judiciária necessárias aos inquéritos, processos administrativos e demais serviços cartorários de apoio à Autoridade Policial ou do superior imediato; 
  • Lavrar boletim de ocorrência; fornecer certidão quando requerida;
  • Cuidar dos serviços cartorários; 
  • Manter a guarda de objetos aprendidos nos autos; 
  • Lavrar termo de fiança; 
  • Manter em dia os livros cartorários, além de outras atribuições inerentes ao cargo, previstas em legislação específica, notadamente no Manual de Polícia Judiciária, editado pelo Secretário de Segurança Pública e Defesa Social e Delegado Geral da Polícia Civil do Estado do Ceará.

Inscrições

No concurso PC CE, as inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da banca organizadora, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Instituto Idecan). 

No primeiro dia, o atendimento poderá ser feito a partir das 14 horas. As taxas são de R$ 150 para os dois cargos. O pagamento poderá ser feito até o primeiro dia útil após o último dia de inscrições (20 de julho).

Como serão as provas

A aplicação das provas objetivas e discursivas do concurso PC CE está marcada para ocorrer em 4 de setembro para as vagas de escrivão e 5 de setembro para inspetor. Nos dois dias, o exame terá início às 13 horas, com duração de seis horas. 

A prova objetiva contará com 100 questões, sendo 20 de conhecimentos comuns e 80 de conhecimentos específicos para os dois cargos.

Em conhecimentos comuns os temas abordados serão:

  • Língua portuguesa - 10 questões;
  • Informática - 10 questões.

Já em conhecimentos específicos:

  • Noções de direito Penal - 20; 
  • Legislação Penal Extravagante - 10;
  • Noções de direito processual penal - 15;
  • Noções de direito administrativo -15;
  • Noções de direito constitucional - 15;
  • Legislação específica - 5;

A prova discursiva contará com quatro questões sobre o conteúdo programático.

Ao todo o certame contará cinco etapas, da seguinte forma:

1ª Fase: Provas escritas Objetivas e Discursivas, de caráter eliminatório e classificatório;

2ª Fase: Teste de Aptidão Física, de caráter eliminatório;

3ª Fase: Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório;

4ª Fase: Exame Toxicológico, de caráter eliminatório;

5ª Fase: Curso de Formação Profissional e Avaliação de Verificação de Aprendizagem, ambos de caráter.

Confira o conteúdo programático

A prova objetiva do concurso PC CE contará com os seguintes conteúdos programáticos:

Conhecimentos básicos para as duas carreiras:

LÍNGUA PORTUGUESA

  • Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 
  • Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.
  • Domínio da ortografia oficial: Emprego das letras; Emprego da acentuação gráfica. 
  • Domínio dos mecanismos de coesão textual: Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual; Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 
  • Domínio da estrutura morfossintática do período: relações de coordenação entre orações e entre termos da oração; relações de subordinação entre orações e entre termos da oração; emprego dos sinais de pontuação; concordância verbal e nominal; emprego do sinal indicativo de crase; colocação dos pronomes átonos. 
  • Reescritura de frases e parágrafos do texto: substituição de palavras ou de trechos de texto; retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

INFORMÁTICA

  • Sistema Operacional: Windows/Linux: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos. 
  • LibreOffice/Apache OpenOffice – Writer: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. 
  • LibreOffice/Apache OpenOffice – Calc: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. 
  • LibreOffice/Apache OpenOffice – Impress: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. 
  • ThunderBird/Webmail – Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. 
  • Mozilla Firefox/Google Chrome – Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas. 
  • Redes sociais. 
  • Tecnologia da informação e segurança de dados. Noções de criptomoedas.

Conhecimentos Específicos

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL:

  1. Estado e Constituição. 1.1. Constituição: conceito, conteúdo, objeto e classificação. 1.2. Poder constituinte originário, derivado e decorrente. 1.3. Supremacia constitucional e hermenêutica constitucional. 
  2. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 2.1. Preâmbulo e princípios fundamentais. 2.2. Dignidade da pessoa humana e direitos humanos. 2.3. Dimensões dos direitos humanos no Brasil. 
  3. Direitos e garantias fundamentais. 3.1. Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, direitos de nacionalidade, direitos políticos, partidos políticos. 
  4. Aplicabilidade das normas constitucionais. 4.1. Normas de eficácia plena, contida e limitada. 4.2. Normas programáticas. 4.3 Controle de constitucionalidade no Brasil. 4.3.1 Controles difuso e concentrado de constitucionalidade: ADI, ADC, ADPF e reclamação constitucional. 
  5. Remédios constitucionais: habeas data, habeas corpus, mandado de segurança, ação popular e mandado de injunção. 
  6. Organização político-administrativa do Estado. 6.1. Estado federal brasileiro, União, Estados, Distrito Federal, Municípios e Territórios. 
  7. Administração pública. 7.1. Disposições gerais, servidores públicos. 
  8. Poder Executivo. 8.1. Atribuições e responsabilidades do presidente da República. 
  9. Poder Legislativo. 9.1. Estrutura. 9.2. Funcionamento e atribuições. 9.3. Processo legislativo. 
  10. Poder Judiciário. 10.1. Disposições gerais. 10.2. Órgãos e competências do Poder Judiciário. 10.3 Supremo Tribunal Federal. 10.3.1 Composição, estrutura e competências. 10.3.2. Súmulas Vinculantes e Repercussão Geral. 10.4. Superior Tribunal de Justiça. 10.4.1 Composição, estrutura e competências. 
  11. Funções essenciais à Justiça: Advocacia, Ministério Público, Advocacia Pública e Defensoria Pública. 
  12. Defesa do Estado e das instituições democráticas. 12.1. Segurança pública. 12.2. Organização da segurança pública. 
  13. Da Ordem Econômica e Financeira. 13.1. Dos Princípios Gerais da Atividade Econômica. 
  14. Da Ordem Social. 14.1. Base e objetivos da ordem social. 14.2. Seguridade social. 14.3. Meio ambiente. 14.4. Família, criança, adolescente, idoso e índio.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO:

  1. Estado, Governo e Administração Pública. 1.1. Conceitos, elementos, poderes e organização. 1.2. Natureza, fins e princípios. 1.3. Modelos de Administração Pública: burocrática, patrimonialista e gerencial. 1.4 Eficiência, eficácia e efetividade no setor público. 1.5 Governança e accountability. 
  2. Organização administrativa da União: administração direta e indireta. 
  3. Atos administrativos. 3.1. Conceitos, requisitos, elementos, pressupostos e classificação. 3.2. Fato e ato administrativo. 3.3. Atos administrativos em espécie. 3.4. O silêncio no direito administrativo. 3.5. Cassação. 3.6. Revogação e anulação. 3.7. Processo administrativo. 3.8. Fatos da administração pública: atos da administração pública e fatos administrativos. 3.9. Formação do ato administrativo: elementos procedimento administrativo. 3.10. Validade, eficácia e autoexecutoriedade do ato administrativo. 3.11. Atos administrativos simples, complexos e compostos. 3.12. Atos administrativos unilaterais, bilaterais e multilaterais. 3.13. Atos administrativos gerais e individuais. 3.14. Atos administrativos vinculados e discricionários. 3.15. Mérito do ato administrativo, discricionariedade. 3.16. Ato administrativo inexistente. 3.17. Teoria das nulidades no direito administrativo. 3.18. Atos administrativos nulos e anuláveis. 3.19. Vícios do ato administrativo. 3.20. Teoria dos motivos determinantes. 3.21. Revogação, anulação e convalidação do ato administrativo. 
  4. Contratos administrativos e noções de licitações públicas. 
  5. Poderes administrativos. 5.1. Poder hierárquico. 5.2. Poder disciplinar. 5.3. Poder regulamentar. 5.4. Poder de polícia. 5.5. Uso e abuso do poder.
  6. Controle e responsabilização da administração. 6.1. Controle administrativo. 6.2. Controle judicial. 6.3. Controle legislativo. 
  7. Responsabilidade civil do Estado. 7.1. Evolução doutrinária. 7.2. Atos comissivos ou omissivos. 7.3. Causas excludentes e nexo de causalidade. 
  8. Probidade administrativa e princípios da Administração Pública. 8.1. Lei nº 8.429/1992 e suas alterações. 8.1.1 Disposições gerais. 8.1.2 Atos de improbidade administrativa e respectivas penas. 8.1.3. Procedimento administrativo, processo judicial e disposições penais. 9. Lei nº 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais).

NOÇÕES DE DIREITO PENAL:

  1. Aplicação da lei penal. 1.1. Princípios da legalidade e da anterioridade. 1.2. Lei penal no tempo e no espaço. 1.3. Tempo e lugar do crime. 1.4. Lei penal excepcional, especial e temporária. 1.5. Territorialidade e extraterritorialidade da lei penal. 1.6. Contagem de prazo. 1.7. Interpretação da lei penal. 1.8. Analogia. 1.9. Irretroatividade da lei penal. 
  2. Teoria geral do crime. 2.1. Conceitos e evolução histórico-doutrinária. 2.2. Infração penal: elementos, espécies, sujeito ativo e sujeito passivo. 
  3. O fato típico e seus elementos. 3.1. Crime consumado e tentado. 3.2. Concurso de crimes. 3.3. Ilicitude e causas de exclusão. 3.4. Punibilidade. 3.5. Excesso punível. 3.6. Culpabilidade (elementos e causas de exclusão). 
  4. Imputabilidade penal. 
  5. Concurso de pessoas. 
  6. Crimes contra a pessoa. 
  7. Crimes contra o patrimônio. 
  8. Crimes contra a dignidade sexual. 
  9. Crimes contra a incolumidade pública. 
  10. Crimes contra a paz pública. 
  11. Crimes contra a fé pública. 
  12. Crimes contra a administração pública. 
  13. Crimes hediondos (Lei nº 8.072/1990). 
  14. Crimes de tortura (Lei nº 9.455/1997). 
  15. Repressão ao tráfico ilício de drogas e seus crimes (Lei nº 11.343/2006). 
  16. Disposições constitucionais aplicáveis ao Direito Penal. 
  17. Política criminal, ordem pública e funções da Polícia. 17.1. Uso da força pelos agentes de segurança pública. 17.2. Lei nº 13.869/2019 (Lei de Abuso de Autoridade). 
  18. Entendimento dos tribunais superiores em matéria penal.

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL:

  1. Direito processual penal. 1.1. Princípios gerais, conceito, finalidade, características. 1.2. Sistemas de processo penal. 1.3. Lei processual penal: fontes, eficácia, interpretação, analogia, imunidades. 
  2. Inquérito policial. 2.1. Histórico, natureza, conceito, finalidade, características, fundamento, titularidade, grau de cognição, valor probatório, formas de instauração, notitia criminis, delatio criminis, procedimentos investigativos, indiciamento, garantias do investigado. 2.2. Conclusão, prazos. 
  3. Prova. 3.1. Exame do corpo de delito e perícias em geral. 3.2. Interrogatório do acusado. 3.3. Confissão. 3.4. Qualificação e oitiva do ofendido. 3.5. Testemunhas. 3.6. Reconhecimento de pessoas e coisas. 3.7. Acareação. 3.8. Documentos de prova. 3.9. Indícios. 3.10. Busca e apreensão. 
  4. Interceptação telefônica: conceito, provas ilícitas e disposições legais (Lei nº 9.296/1996). 
  5. Restrição de liberdade. 5.1. Prisão em flagrante. 5.2. Prisão preventiva. 5.3. Prisão temporária. 
  6. Disposições constitucionais aplicáveis ao Direito Processual Penal. 
  7. Polícia e Ministério Público. 7.1. Poderes investigatórios do Ministério Público. 7.2. Acordo de leniência. 7.3. Organização Criminosa (Lei nº 12.850/2013). 
  8. Revisão criminal e execução da pena. 8.1 conceitos, prazos e objetivos. 8.2. Lei nº 7.210/1984 (Lei de Execuções Penais).
  9. Entendimento dos tribunais superiores em matéria processual penal.

LEGISLAÇÃO PENAL EXTRAVAGANTE:

  1. Lei 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento). 
  2. Lei 7.716/1989 (Crimes resultantes de preconceitos de raça ou cor). 
  3. Lei 12.037/09 (Dispõe sobre a identificação criminal do civilmente identificado). 
  4. Lei 12.830/13 (Dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo delegado de polícia. 
  5. Lei 9.099/1995 e alterações (Juizados Especiais Cíveis e Criminais). 
  6. Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha – Violência doméstica e familiar contra a mulher). 
  7. Lei 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente). 
  8. Lei 10.741/2003 (Estatuto do Idoso). 
  9. Lei 9.503/1997 (Código de Trânsito Brasileiro). 
  10. Lei 1.521/51 (Crimes contra a economia popular). 
  11. Lei 8.137/90 (Crimes contra a ordem tributária, econômica e contra as relações de consumo). 
  12. Lei 4.737/1965 (Código Eleitoral). 
  13. Lei 8.078/1990 (Crimes contra as Relações de Consumo). 
  14. Decreto-Lei 3.688/1941 (Lei das Contravenções Penais). 
  15. Lei 9.605/1998 (Crimes contra o Meio Ambiente). 
  16. Lei 9.613/1998 (“Lavagem” de Capitais ou ocultação de bens, direitos e valores) 
  17. Lei 9.807/1999 (Programa de Proteção à Testemunha). 
  18. Lei 12.288/2010 (Estatuto da Igualdade Racial). 
  19. Lei nº 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência). 
  20. Lei 10.671/2003 (Estatuto de Defesa do Torcedor). 
  21. Lei nº 13.964/2019 (Pacote Anticrime). 
  22. Lei nº 13.620/2016 (Lei contra o Terrorismo).

LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA:

  1. Constituição do Estado do Ceará. 1.1. Da segurança pública e da defesa civil. 
  2. Lei nº 9.826, de 14 de maio de 1974 (Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Ceará). 
  3. Lei nº 12.124, de 06 de julho de 1993 (Estatuto da Polícia Civil de Carreira do Estado do Ceará). 
  4. Lei Complementar nº 98, de 13 de junho de 2011 (Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado do Ceará).

Saiba quais são os exercícios do teste físico

Os teste físicos são avaliados com os seguintes exercícios, sendo que a capacidade será diferente para candidatos do sexo feminino e masculino:

Teste para o sexo feminino:

FLEXO-EXTENSÃO DE COTOVELOS SOBRE O SOLO EM APOIO NO BANCO

Posição inicial: decúbito ventral, perpendicularmente ao banco sueco com os joelhos apoiados sobre ele, mãos espalmadas e apoiadas no solo na largura dos ombros, cotovelos estendidos. A candidata deverá flexionar os braços (cotovelos) até formar um ângulo menor do que 90 graus ao aproximar o tórax a 10 centímetros do solo e retornar à posição inicial somente estendendo repetidamente os cotovelos. As execuções incorretas ou os movimentos incompletos não serão computados. Os cotovelos devem estar em extensão total para o início do movimento de flexão.

A candidata, durante a execução dos movimentos, deverá permanecer com a coluna ereta e os joelhos estendidos. A movimentação de quadris ou pernas, como forma de auxiliar a execução do movimento, o invalidará. O banco sueco a ser utilizado pelas candidatas para a execução deste exercício possuirá altura de, aproximadamente, 30 cm.

Uma linha a 10 centímetros da borda do banco sueco será marcada em toda a extensão de seu comprimento, que delimitará a área em que deverão estar apoiados os joelhos da candidata. Caso a candidata encoste com qualquer parte do corpo no solo (exceto as mãos), a contagem será encerrada.

Durante a execução do teste a candidata poderá ficar na posição de "repouso", sendo esta considerada a do início da execução do exercício, qual seja: decúbito ventral, perpendicularmente ao banco sueco com os joelhos apoiados sobre ele, mãos espalmadas e apoiadas no solo na largura dos ombros, cotovelos estendidos.

O objetivo é repetir os movimentos corretamente o máximo de vezes possíveis, em 60 segundos O teste é iniciado com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em 60 segundos será o resultado obtido. O cronômetro será acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado na pronúncia de “Pare!”.

RESISTÊNCIA ABDOMINAL 

A candidata coloca-se em decúbito dorsal (de costas voltadas para o chão), com o corpo inteiramente estendido, bem como os braços, no prolongamento do corpo, acima da cabeça, tocando o solo com as mãos. Através de contração da musculatura abdominal, sem qualquer outro auxílio, a candidata adotará a posição sentada, flexionando simultaneamente os joelhos.

É requisito para a execução correta do movimento que os braços sejam levados à frente estendidos e paralelos ao solo, e ainda que a linha dos cotovelos ultrapasse a linha dos joelhos durante a flexão. Em seguida, a candidata retorna à posição inicial até que toque o solo com as mãos, completando um movimento, quando então poderá dar início à execução de novo movimento.

O teste é iniciado com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em 60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O cronômetro deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado na pronúncia de “Pare!”. É permitido o repouso entre os movimentos, sem interrupção da cronometragem do tempo previsto.

CORRIDA DE 50 METROS 

A candidata deve posicionar-se atrás da linha de largada, preferencialmente em afastamento ântero-posterior das pernas, devendo o pé da frente estar o mais próximo possível da referida linha. Ao ser dada a voz de comando “Atenção...Já!”, momento em que é acionado o cronômetro, a candidata deverá percorrer, no menor período de tempo possível, os 50 metros existentes entre a linha de largada e a linha de chegada.

A marcha do cronômetro será interrompida quando a candidata ultrapassar a linha de chegada com o tórax. O teste deve ser desenvolvido em pista de atletismo ou em área de superfície plana convenientemente demarcada. Caso ocorra a necessidade de se repetir o teste, haverá um intervalo máximo de 10 minutos e máximo de 15 minutos.

O resultado do teste será indicado pelo tempo utilizado pela candidata para completar o percurso, com a precisão de centésimos de segundo.

CORRIDA EM 12 MINUTOS 

A candidata deve percorrer em uma pista de atletismo ou em uma área demarcada e plana, a maior distância possível, com precisão de dezena de metro (10 em 10 metros completos), em 12 minutos, sendo permitido andar durante o teste. O teste terá início através da voz de comando “Atenção...Já!” e será encerrado através de dois silvos longos de apito no 12º minuto.

Aos 10 minutos de corrida será emitido um silvo longo de apito para fins de orientação aos candidatos, avisando que faltam 2 minutos. Ao término da prova o(a) candidato(a) não deverá caminhar para frente do local correspondente ao apito de 12 minutos, podendo caminhar transversalmente ao percurso da pista. 

Testes para o sexo masculino:

FLEXO-EXTENSÃO DE COTOVELOS EM APOIO DE FRENTE SOBRE O SOLO 

Posição inicial: deitado, em decúbito ventral (peito voltado ao solo), pernas estendidas e unidas e ponta dos pés tocando o solo, cotovelos estendidos, mãos espalmadas apoiadas no solo, com dedos estendidos e voltados para frente do corpo, com a abertura um pouco maior que a largura dos ombros, o corpo totalmente estendido.

O candidato executará o exercício com a flexão dos cotovelos aproximando, o corpo alinhado, do solo em 10 centímetros, sem haver contato com qualquer parte do corpo com o solo, a não ser a ponta dos pés e as mãos, realizando a extensão dos braços voltando à posição inicial, completando assim 1 movimento completo.

Durante a execução do teste o candidato poderá ficar na posição de "repouso", sendo esta considerada a do início da execução do exercício, qual seja: deitado, em decúbito ventral (peito voltado ao solo), pernas estendidas e unidas e ponta dos pés tocando o solo, cotovelos estendidos, mãos espalmadas apoiadas no solo, com dedos estendidos e voltados para frente do corpo, com a abertura um pouco maior que a largura dos ombros, o corpo totalmente estendido. Caso, durante a flexão dos cotovelos, o corpo esteja desalinhado ou toque alguma parte do corpo no solo a contagem será encerrada.

O objetivo é repetir os movimentos corretamente o máximo de vezes possíveis, em 60 (sessenta) segundos.

O teste é iniciado com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em 60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O cronômetro será acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado na pronúncia de “Pare!”.

RESISTÊNCIA ABDOMINAL 

O candidato coloca-se em decúbito dorsal (de costas voltadas para o chão), com o corpo inteiramente estendido, bem como os braços, no prolongamento do corpo, acima da cabeça, tocando o solo com as mãos. Através de contração da musculatura abdominal, sem qualquer outro auxílio, o candidato adotará a posição sentado, flexionando simultaneamente os joelhos.

É requisito para a execução correta do movimento que os braços sejam levados à frente estendidos e paralelos ao solo, e ainda que a linha dos cotovelos ultrapasse a linha dos joelhos durante a flexão. Em seguida, o candidato retorna à posição inicial até que toque o solo com as mãos, completando um movimento, quando então poderá dar início à execução de novo movimento.

O teste é iniciado com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em 60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O cronômetro deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado na pronúncia de “Pare!”. É permitido o repouso entre os movimentos, sem interrupção da cronometragem do tempo previsto. 

CORRIDA DE 50 METROS

O candidato deve posicionar-se atrás da linha de largada, preferencialmente em afastamento ântero-posterior das pernas, devendo o pé da frente estar o mais próximo possível da referida linha. Ao ser dada a voz de comando “Atenção...Já!”, momento em que é acionado o cronômetro, o(a) candidato(a) deverá percorrer, no menor período de tempo possível, os 50 metros existentes entre a linha de largada e a linha de chegada. A marcha do cronômetro será interrompida quando o candidato ultrapassar a linha de chegada com o tórax.

O teste deve ser desenvolvido em pista de atletismo ou em área de superfície plana convenientemente demarcada. Caso ocorra a necessidade de se repetir o teste, haverá um intervalo mínimo de 10 minutos e máximo de 15 minutos. O resultado do teste será indicado pelo tempo utilizado pelo candidato para completar o percurso, com a precisão de centésimos de segundo.

CORRIDA EM 12 MINUTOS 

O candidato deve percorrer em uma pista de atletismo ou em uma área demarcada e plana, a maior distância possível, com precisão de dezena de metro (10 em 10 metros completos), em 12 (doze) minutos, sendo permitido andar durante o teste. O teste terá início através da voz de comando “Atenção...Já!” e será encerrado através de dois silvos longos de apito no 12º minuto.

Aos 10 minutos de corrida será emitido um silvo longo de apito para fins de orientação aos candidatos, avisando que faltam 2 minutos. Ao término da prova o candidato não deverá caminhar para frente do local correspondente ao apito de 12 minutos, podendo caminhar transversalmente ao percurso da pista. 

+ Resumo do Concurso PC CE 2021

PC CE - Polícia Civil do Ceará
Vagas: 1500
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Escrivão, Inspetor
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: Até R$ 3732,00
Organizadora: Idecan
Estados com Vagas: CE

+ Agenda do Concurso

14/06/2021 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
02/08/2021 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
04/09/2021 Prova Adicionar no Google Agenda
05/09/2021 Prova Adicionar no Google Agenda
concursosconcursos publicosconcursos ce (ceará)concursos 2021

Comentários

Mais Lidas