Tudo Sobre

Empregos Fundação Juiz de Fora

Funalfa/MG abre concurso com 17 oportunidades

A Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), em Juiz de Fora, no Estado de Minas Gerais, divulgou edital com vagas para os cargos de motorista de veículo pesado, serralheiro, agente de atendimento ao público, entre outros



Renan Abbade
Publicado em 12/11/2015, às 12h35

Em Juiz de Fora, no Estado de Minas Gerais, a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa) realizará concurso público para preencher 17 vagas em cargos de diversos níveis de escolaridade.

Quem não completou o ensino fundamental pode se inscrever para motorista de veículo pesado I (1) e serralheiro (1).

Nível médio é requisito para os postos de agente de atendimento ao público I (3), assistente de administração II (3) e auxiliar de biblioteca (3).

Profissionais com formação superior escolhem entre as carreiras de analista de sistemas (1), arquiteto (1), bibliotecário (1), contador (2) e historiador (1).

As remunerações propostas estão na faixa de R$ 856,13 a R$ 2.388,70 para jornadas de trabalho entre 30 e 44 horas semanais.

Como concorrer


As inscrições do concurso da Funalfa serão aceitas entre os dias 28 de dezembro e 27 de janeiro de 2016 pelo endereço eletrônico www.fluxoconsultoria.com.br ou na sede da fundação, situada na avenida Barão do Rio Branco, nº 2234, Centro, em dias úteis, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Os valores das taxas de participação são de R$ 40 (nível fundamental), R$ 45 (médio) e R$ 80 (superior).

Avaliações


Com duração de cinco horas, as provas objetivas do concurso da Funalfa serão aplicadas às 8h do dia 28 de fevereiro de 2016, em locais a serem disponibilizados oportunamente no site das inscrições.

Haverá, ainda, prova dissertativa, composta de três questões para os cargos de nível médio e quatro para os postos de ensino superior, que deverão ser respondidas em, no mínimo, 20 linhas cada.

Principais atribuições dos cargos


Motorista de veículo pesado – Conduzir veículos pesados, tais como caminhões, furgões, ônibus, ambulâncias, carretas e similares, para transporte de pessoal a serviço do município e cargas, obedecendo às normas de serviço de segurança, cuidando da manutenção e asseio do veículo e solicitando reparos quando necessários.

Serralheiro – Executar, sob orientação, trabalhos especializados na área de serralheria; zelar pelo material sob sua responsabilidade.

Agente de atendimento ao público – Prestar informações sobre as rotinas administrativas e serviços públicos em geral, além de orientar e encaminhar as solicitações dos cidadãos.

Assistente de administração – Sob supervisão direta, executar tarefas de natureza repetitiva e auxiliares de administração em geral: trabalhos de datilografia e/ou digitação utilizando equipamentos apropriados, controle, conferência, classificação e arquivo de correspondências e documentos, levantamentos, anotações e cálculos simples.

Auxiliar de biblioteca – Registrar livros, periódicos e publicações avulsas, encaminhando e orientando os leitores no uso de catálogos, entre outras atividades administrativas relacionadas ao funcionamento da biblioteca; promover e participar de projetos de incentivo à leitura e acesso aos diversos suportes de texto.

Analista de sistemas – Executar todas as tarefas necessárias à definição, desenvolvimento, documentação e implantação de sistema na área da cultura e no setor administrativo e financeiro e suporte diversos de processamento de dados, atualizar e prestar serviços de manutenção nos sistemas já implantados.

Arquiteto – Desenvolver e coordenar a implantação de projetos especiais de interesse da fundação, tendo em vista a otimização dos recursos orçamentários aos planos estabelecidos, controlando e dirigindo grupos de trabalho na execução dos programas administrativos, de acordo com as especialidades e área em que atue.

Bibliotecário – Desenvolver e coordenar a implantação de projetos especiais de interesse da fundação, tendo em vista a otimização dos recursos orçamentários aos planos estabelecidos, controlando e dirigindo grupos de trabalho na execução dos programas administrativos, de acordo com as especialidades e área em que atue.

Contador – Executar operações contábeis, tais como: correção de escrituração, conciliações, exame de fluxo de caixa e organização de relatório; elaborar plano, programa de natureza contábil, balanças e balancetes contábeis; exercer o controle objetivando o cumprimento dos programas, objetivos e metas espelhados no Plano Plurianual, na Lei de Diretrizes Orçamentárias e nos Orçamentos e a observância à legislação e às normas que orientam as atividades específicas da unidade gestora.

Historiador – Desenvolver e coordenar a implantação de projetos especiais de interesse da fundação, tendo em vista a otimização dos recursos orçamentários aos planos estabelecidos, controlando e dirigindo grupos de trabalho na execução dos programas administrativos, de acordo com as especialidades e área em que atue.

+ Resumo Empregos Fundação Juiz de Fora

Fundação Juiz de Fora
Vagas: 17
Taxa de inscrição: R$ 40 a R$ 80
Cargos: Vários cargos, Motorista, Contador, Serralheiro
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Alfabetizado, Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 856,13 Até R$ 2388,70
Organizadora: Fluxo Consultoria
Estados com Vagas: MG
Cidades: Juiz de Fora - MG

+ Agenda

28/12/2015 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
27/01/2016 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
28/02/2016 Prova Adicionar no Google Agenda
27/02/2017 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas