Publicado: 12/07/2018 - 11:28 | Atualizado: 16/07/2018 - 09:41

EMAE SP ABRE inscrições de concurso com 70 vagas

As chances no concurso da Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (EMAE) são para atuação na capital, região metropolitana, interior e litoral paulista

Níveis técnico e superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Entra em vigor nesta segunda-feira (16) o prazo de inscrição do concurso público da Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A, denominada EMAE. A seleção visa o preenchimento de 70 vagas, sendo três reservadas a pessoas com deficiência. Do total de ofertas, 60 são destinadas a cargos de nível técnico e dez para ensino superior, com lotação no Estado de São Paulo. 

De acordo com o edital, os candidatos aprovados no concurso da EMAE serão contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e atuarão nas cidades de São Paulo (sede e nas usinas Termoelétrica Piratininga, Elevatória Pedreira e Elevatória Traição), Cubatão (Usina Hidrelétrica Henry Borden), Pirapora do Bom Jesus (Pequena Central Hidrelétrica Pirapora e Pequena Central Hidrelétrica Rasgão) e Salto (Pequena Central Hidroelétrica Porto Góes). 

Vagas do concurso da EMAE SP

Candidatos que têm curso técnico específico podem concorrer para as funções de praticante de operador de usina (40 vagas), que conta com salário inicial de R$ 2.357,70, eletricista de manutenção (10) e mecânico de manutenção (10), cujo vencimento é de R$ 2.245,50.

Quem possui o nível superior está apto às carreiras de engenheiro civil (3), engenheiro mecânico (4) e engenheiro elétrico (3). A remuneração é de R$ 6.189,40. 


APOSTILA CONCURSO EMAE 2018 - PRATICANTE OPERADOR DE USINA E CARGOS DE NÍVEL TÉCNICO E MÉDIO

Como benefícios, a EMAE/SP oferece: assistência médica hospitalar e odontológica, extensivo aos dependentes; auxílio-Refeição ou alimentação; cesta básica, desde que a remuneração a ser recebida se enquadre nos critérios estabelecidos para concessão; vale-transporte; e auxílio-creche ou babá, destinado às mulheres com filhos até seis anos, 11 meses e 29 dias.

Etapas do concurso da EMAE SP 2018

As inscrições serão recebidas até as 14h de 16 de agosto, através do endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. Os valores da taxa de participação são de R$ 75 para curso técnico e R$ 110 para nível superior. 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela contemplará 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. 

Com duração máxima de 3h30 para as funções que exigem o curso técnico e 4h30 para nível superior, a avaliação será aplicada no dia 30 de setembro, no período da manhã, na cidade de São Paulo/SP. O edital de convocação, contendo a confirmação da data e os locais e horários de realização do exame, será divulgado, oportunamente, no site da banca organizadora. 

Os inscritos no concurso da EMAE/SP para os postos de engenheiro ainda realizarão prova discursiva de estudo de caso, eliminatória e classificatória, na mesma data da objetiva. Ela constará de duas questões práticas relacionadas ao conteúdo programático de conhecimentos específicos. Serão avaliadas as provas dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas objetivas, até o limite de 30 engenheiros civis, 40 engenheiros mecânicos e 30 engenheiros elétricos. 

Mais informações sobre a EMAE SP

A Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (EMAE) é uma concessionária de geração de energia que opera um sistema hidráulico e provê energia elétrica. A empresa atua também no controle de cheias do Rio Pinheiros, além de armazenar água para abastecimento nos reservatórios Guarapiranga e Billings, que fornecem 30% da água consumida na metrópole.

Tem como missão gerir recursos energéticos e sistemas hídricos, promovendo o desenvolvimento sustentável, e está direcionada para o desenvolvimento de empreendimentos de geração de energia a partir de fontes renováveis. Foi criada em 1996, com a cisão parcial da Eletropaulo, dentro do Programa Estadual de Desestatização.

Atribuições dos cargos de nível técnico da EMAE SP

Praticante operador de usina - apoiar o operador de usina nas atividades associadas à geração de energia, de forma local ou remota, seguindo manual de procedimento operacional da usina, tais como: leituras horárias de pressão, temperatura, níveis e de outras variáveis de processo, atividades de lubrificação e/ou limpeza de dispositivos e equipamentos, prática em serviços e/ou manobras em equipamentos. 

Eletricista de manutenção - executar serviços de manutenção elétrica, preventiva e corretiva, nos equipamentos e instalações das usinas, subestações e oficinas da EMAE, a fim de mantê-los em condições regulares de funcionamento, observando os critérios técnicos, ambientais e procedimentais da empresa. 

Mecânico de manutenção - executar serviços de manutenção mecânica, preventiva e corretiva, nos equipamentos e instalações das usinas e oficinas da EMAE, a fim de mantê-los em condições regulares de funcionamento, observando os critérios técnicos, ambientais e procedimentais da empresa.

Vídeos EMAE

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 16/07/2018 - 09:17

Concurso MRE: inscrições para 26 vagas termina hoje

Cargo do MRE paga R$ 18 mil e pode ser disputada por profissionais com curso superior em qualquer área de conhecimento

Diplomata

Por JCConcursos - Samuel Peressin

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) encerrará às 18h desta segunda-feira (16) as inscrições do concurso para a carreira de diplomata no Instituto Rio Branco. São ofertadas 26 vagas, sendo cinco reservadas a negros e duas a pessoas com deficiência.   

 

Podem participar da seleção profissionais com diploma de curso superior (em qualquer área) emitido por instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação (MEC). 

 

Com salário inicial de R$ 18.059,83, o cargo de diplomata tem como principais atribuições atividades de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional.

 

CURSO PARA O CONCURSO MRE 2018 - DIPLOMATA

 

As inscrições contam com taxa de R$ 230. O formulário para cadastro está disponível por meio do site www.cespe.unb.br.

 

 

Etapas do concurso do MRE para diplomata 2018

 

 

O concurso para diplomata será iniciado com a aplicação de prova objetiva contendo 73 questões de múltipla escolha, marcada para 26 de agosto. 

 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, língua inglesa, história mundial, história do Brasil, política internacional, geografia, noções de economia e noções de direito e direito internacional público. 

 

A segunda etapa compreenderá exames escritos de língua portuguesa e língua inglesa, previstos para ocorrer em 22 e 23 de setembro, respectivamente. 

 

Na sequência, entre 28 e 30 de setembro, os inscritos no concurso de diplomata serão submetidos a provas escritas sobre história do Brasil, política internacional, geografia, noções de economia, noções de direito e direito internacional público e línguas espanhola e francesa. 

 

A avaliação da primeira etapa ocorrerá nas capitais dos 26 Estados brasileiros e em Brasília. Nas demais fases, haverá aplicação nas cidades onde houver candidatos convocados.

 

O resultado está previsto para ser divulgado em 21 de dezembro. Os aprovados no concurso para diplomata do MRE ingressarão na classe inicial de terceiro secretário e deverão se matricular no curso de formação do Instituto Rio Branco, na capital federal, de acordo com o edital
 

 

Conteúdo programático parcial para o concurso de diplomata 2018

 

 

Língua portuguesa (primeira e segunda fases) - 1 Língua portuguesa: modalidade culta usada contemporaneamente no Brasil. 1.1 Sistema gráfico: ortografia, acentuação e pontuação; legibilidade. 1.2 Morfossintaxe. 1.3 Semântica. 1.4 Vocabulário. 2 Leitura e produção de textos. 2.1 Compreensão, interpretação e análise crítica de textos escritos em língua portuguesa. 2.2 Conhecimentos de linguística, literatura e estilística: funções da linguagem; níveis de linguagem; variação linguística; gêneros e estilos textuais; textos literários e não literários; denotação e conotação; figuras de linguagem; estrutura textual. 2.3 Redação de textos dissertativos dotados de fundamentação conceitual e factual, consistência argumentativa, progressão temática e referencial, coerência, objetividade, precisão, clareza, concisão, coesão textual e correção gramatical. 2.3.1 Defeitos de conteúdo: descontextualização, generalização, simplismo, obviedade, paráfrase, cópia, tautologia, contradição. 2.3.2 Vícios de linguagem e estilo: ruptura de registro linguístico, coloquialismo, barbarismo, anacronismo, rebuscamento, redundância e linguagem estereotipada.


Língua inglesa (primeira e segunda fases) - Primeira Fase: 1 Compreensão de textos escritos em língua inglesa. 2 Itens gramaticais relevantes para compreensão dos conteúdos semânticos. Segunda Fase: 1 Redação em língua inglesa: expressão em nível avançado; domínio da gramática; qualidade e propriedade no emprego da linguagem; organização e desenvolvimento de ideias. 2 Tradução do Inglês para o Português: fidelidade ao texto-fonte; respeito à qualidade e ao registro do texto-fonte; correção morfossintática e lexical. 3 Versão do Português para o Inglês: fidelidade ao texto-fonte; respeito à qualidade e ao registro do texto-fonte; correção morfossintática e lexical. 4 Resumo: capacidade de síntese e de reelaboração em Inglês correto.

 

Política internacional (primeira e terceira fases) - 1 Relações internacionais: conceitos básicos, atores, processos, instituições e principais paradigmas teóricos. 2 A política externa brasileira: evolução desde 1945, principais vertentes e linhas de ação. 3 O Brasil e a América do Sul. 3.1 Integração na América do Sul. 3.2 O MERCOSUL: origens do processo de integração no Cone Sul. 3.3 Objetivos, características e estágio atual de integração. 3.4 A Iniciativa de Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (IIRSA). 3.5 A União Sul-Americana de Nações: objetivos e estrutura. 3.6 O Conselho de Defesa da América do Sul. 4 A política externa argentina; a Argentina e o Brasil. 5 A política externa norte-americana e relações com o Brasil. 6 Relações do Brasil com os demais países do hemisfério. 7 A Política externa francesa e relações com o Brasil. 8 Política externa inglesa e relações com o Brasil. 9 Política externa alemã e relações com o Brasil. 10 A União Europeia e o Brasil. 11 Política externa russa e relações com o Brasil. 12 A África e o Brasil. 13 A política externa da China, da Índia e do Japão; relações com o Brasil. 14 Oriente Médio: a questão palestina; Síria, Iraque, Irã e outras situações nacionais relevantes. 15 A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. 16 A agenda internacional e o Brasil: 16.1 O multilateralismo de dimensão universal: a ONU; as Conferências Internacionais; os órgãos multilaterais. 16.2 Desenvolvimento. 16.3 Pobreza e ações de combate à fome. 16.4 Meio ambiente. 16.5 Direitos Humanos. 16.6 Comércio internacional e Organização Mundial do Comércio (OMC). 16.7 Sistema financeiro internacional. 16.8 Desarmamento e não-proliferação. 16.9 Conflito étnico, sectário e nacionalismo: os casos do Bálcãs e do Oriente Médio (por exemplo: Síria, Líbano, Iraque). 16.10 Crimes de guerra e crimes contra a humanidade: genocídio, holocausto e a Corte Penal Internacional. 16.11 Políticas de identidade: gênero, raça e religião como vetores da política mundial. 16.12 Terrorismo. 16.13 Narcotráfico. 16.14 A reforma das Nações Unidas. 17 O Brasil e o sistema interamericano. 18 O Brasil e a formação dos blocos econômicos. 19 A dimensão da segurança na política exterior do Brasil. 20 O Brasil e as coalizões internacionais: o G-20, o IBAS e o BRICS. 21 O Brasil e a cooperação sul-sul.

 

Geografia (primeira e terceira fases) -1 História da Geografia. 1.1 Expansão colonial e pensamento geográfico. 1.2 A Geografia moderna e a questão nacional na Europa. 1.3 As principais correntes metodológicas da Geografia. 2 A Geografia da População. 2.1 Distribuição espacial da população no Brasil e no mundo. 2.2 Os grandes movimentos migratórios internacionais e intranacionais. 2.3 Dinâmica populacional e indicadores da qualidade de vida das populações. 3 Geografia Econômica. 3.1 Globalização e divisão internacional do trabalho. 3.2 Formação e estrutura dos blocos econômicos internacionais. 3.3 Energia, logística e reordenamento territorial pós-fordista. 3.4 Disparidades regionais e planejamento no Brasil. 4 Geografia Agrária. 4.1 Distribuição geográfica da agricultura e pecuária mundiais. 4.2 Estruturação e funcionamento do agronegócio no Brasil e no mundo. 4.3 Estrutura fundiária, uso da terra e relações de produção no campo brasileiro. 5 Geografia Urbana. 5.1 Processo de urbanização e formação de redes de cidades. 5.2 Conurbação, metropolização e cidades-mundiais. 5.3 Dinâmica intraurbana das metrópoles brasileiras. 5.4 O papel das cidades médias na modernização do Brasil. 6 Geografia Política. 6.1 Teorias geopolíticas e poder mundial. 6.2 Temas clássicos da Geografia Política: as fronteiras e as formas de apropriação política do espaço. 6.3 Relações Estado e território. 6.4 Formação territorial do Brasil. 7 Geografia e gestão ambiental. 7.1 O meio ambiente nas relações internacionais: avanços conceituais e institucionais. 7.2 Macro divisão natural do espaço brasileiro: biomas, domínios e ecossistemas. 7.3 Política e gestão ambiental no Brasil.
 

Continuar lendo

Atualizado: 16/07/2018 - 09:13

IPHAN: prazo de concurso com 411 vagas encerra hoje (16)

Com ofertas distribuídas entre todo o Brasil, concurso do Iphan preencherá postos em cargos auxiliar, técnico e analista. Salários chegam a R$ 5,4 mil

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Chegam ao fim às 18h desta segunda-feira (16) as inscrições do concurso do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A seleção preencherá 411 vagas distribuídas em todo o Brasil, além de formar cadastro reserva.  


O processo seletivo oferece 131 postos para auxiliar institucional (R$ 3.877,97), 176 para técnico (R$ 5.493,29) e 104 para analista (R$ 5.493,29). A primeira posição requer ensino médio completo, enquanto as demais cobram formação superior. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$ 458.

APOSTILAS CONCURSO IPHAN 2018 - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR
CURSO ONLINE CONCURSO IPHAN 2018 - TÉCNICO E ANALISTA

As oportunidades estão distribuídas entre a sede do órgão, em Brasília, e superintendências/escritórios técnicos em todos os Estados brasileiros. Para São Paulo, foram disponibilizados 18 postos.  

As inscrições para o concurso do Iphan são recebidas por meio do site http://www.cespe.unb.br/concursos. As taxas custam R$ 84 (nível médio) e R$ 117 (superior). 

 

Concurso Iphan: distribuição das vagas por área de formação


Parte das chances para auxiliar institucional é destinada a candidatos que possuem, além de segundo grau, formação técnica em conservação e restauração de bens culturais móveis; edificações; e agronomia ou jardinagem.  

 

As oportunidades para técnico no concurso do Iphan atendem profissionais formados em ciências sociais ou antropologia; arqueologia; arquitetura e urbanismo; arquivologia; biblioteconomia; ciências biológicas; engenharia agronômica; engenharia civil; história; e educação, pedagogia ou ciências humanas. 

 


Ads

Curso Intensivo Gratuito para Concurso IPHAN

Para ajudar na preparação dos que realmente desejam passar nesse concurso, transmitiremos ao vivo e gratuitamente a partir de 18 de junho, o Curso Intensivo IPHAN. O conteúdo engloba desde português a história. São várias matérias de relevância com conteúdo de qualidade. Confira.

 

Já para analista, as opções são voltadas a participantes com graduação em qualquer área; comunicação social, jornalismo ou relações públicas; engenharia cartográfica, geografia ou geociências; e relações internacionais.

Sobre as provas do concurso do Iphan 2018


O processo seletivo envolverá provas objetiva e discursiva para todos os cargos, com aplicação prevista para 26 de agosto, nas capitais dos 26 Estados, além do Distrito Federal.

 

A primeira avaliação trará 120 questões de múltipla escolha, enquanto a segunda cobrará a elaboração de um texto dissertativo com até 30 linhas abordando tema da atualidade. 

 

O conteúdo programático inclui conhecimentos básicos (língua portuguesa, fundamentos da preservação do patrimônio cultura, noções de gestão/administração pública e atualidades) e específicos.

 

Haverá também análise de títulos para funções de nível superior, em período a ser definido. Os candidatos convocados poderão apresentar diplomas de especialização, mestrado e doutorado, bem como documentos que comprovem experiência profissional nos setores público e privado. 


De acordo com o edital, o concurso do Iphan terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da instituição. 

 

Atribuições do auxiliar institucional no concurso do Iphan

 

Desenvolver atividades de nível intermediário de suporte às áreas administrativa e finalística, que compreendam a execução de atividades rotineiras de cunho administrativo e logístico; dar suporte às atividades que compõem o ciclo de gestão documental; dar suporte à análise, diagnóstico e intervenção em bens culturais móveis; dar apoio às atividades técnicas relativas à elaboração e análise de projetos e orçamentos e fiscalização de obras; dar suporte às atividades de fiscalização; realizar atividades de conservação e manutenção dos jardins históricos sob a gestão do Iphan; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Concurso Iphan 2018: atribuições do técnico

 

Desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, que compreendam elaborar estudos, análises, pareceres, laudos, notas, relatórios e avaliações técnicas para instrução e acompanhamento de processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; avaliar o impacto ao patrimônio cultural em projetos e empreendimentos, inclusive no âmbito do licenciamento ambiental; realizar vistorias, levantamentos e avaliações de campo; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; integrar conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; acompanhar e fiscalizar intervenções e(ou) serviços; realizar intervenções conservativas e(ou) restaurativas de bens culturais e acervos sob a gestão do Iphan; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Atribuições do analista no concurso do Iphan


Desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; participar em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Conteúdo programático parcial para o concurso do Iphan

 

Língua portuguesa - 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

 

Fundamentos da preservação do patrimônio cultura - Noções sobre história política, econômica e social do Brasil. 1.1 Noções sobre história e institucionalização do patrimônio cultural no Brasil e no mundo, com ênfase na trajetória do IPHAN. 2 Marcos internacionais da preservação: Convenção relativa à Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural (1972); Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial (2003). 3 Legislação brasileira sobre preservação de bens culturais. 3.1 Constituição Federal (artigos 20, 23, 24, 30, 215 e 216). 3.2 Decreto-Lei nº 25/1937, e suas alterações. 3.3 Lei nº 3.924/1961. 3.4 Lei nº 11.483/2007, e suas alterações (art. 9º). 3.5 Decreto nº 3.551/2000. 3.6 Decreto nº 9.238/2017. 4 Legislação aplicada ao patrimônio cultural. 4.1 Portaria IPHAN nº 187/2010; Portaria IPHAN nº 420/2010; Portaria IPHAN nº 127/2009; Portaria IPHAN nº 137/2016.

 

Noções de gestão e administração pública - 2.1 Princípios e normas referentes à administração direta e indireta. 2.2 Lei nº 8.666/1993, e suas alterações (Licitações e contratos administrativos). 3 Legislação administrativa. 3.1 Lei nº 8.112/1990, e suas alterações. 3.2 Lei nº 9.784/1999, e suas alterações (Processo Administrativo). 3.3 Lei nº 12.527/2011 (Lei de acesso à informação). 3.4 Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, instituído pelo Decreto nº 1.171/1994, e suas alterações. 4 Gestão de pessoas no setor público. 4 Gestão de processos. 4.1 Conceitos da abordagem por processos. 4.2 Técnicas de mapeamento, análise e melhoria de processos.

 

Atualidades - (somente para a prova discursiva): 1 Tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como: política, economia, sociedade, educação, cultura, desenvolvimento sustentável e meio ambiente, relacionados ao patrimônio cultural.

 

Confira o conteúdo programático completo para o concurso do Iphan 2018

Continuar lendo

Atualizado: 13/07/2018 - 09:04

Prefeitura de Itaberá SP: concurso reúne 35 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Itaberá deverá ser garantida até o dia 19 de julho

Todos os níveis

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No interior do Estado de São Paulo, a cerca de 327 km da capital, a Prefeitura Municipal de Itaberá abriu as inscrições de dois editais de concurso público, que juntos somam 35 vagas dos quadros de efetivos e temporários. 

Aqueles que têm o ensino fundamental incompleto podem se inscrever para as funções de pedreiro (10 vagas) e servente de pedreiro (5), cujos respectivos salários iniciais são de R$ 1.047,94 e R$ 988,32. 

Já para quem concluiu o ensino fundamental, a oferta é para o emprego de operador de máquinas (3), com ganho de R$ 1.762,97. 

Os cargos de técnico em enfermagem (2) e técnico em radiologia (4) exigem curso técnico específico. Os vencimentos são de R$ 1.161,41 e R$ 1.565,77, respectivamente. 

Nível superior é requisito para os postos de auditor fiscal tributário municipal (1), engenheiro civil (1) e médico nas especialidades de anestesiologista (1), cirurgião geral (1), clínico geral (1), ginecologista (1), oftalmologista (1), ortopedista (1), pediatra (1), psiquiatra (1) e radiologista (1). As remunerações oscilam entre R$ 3.257,35 e R$ 7.079,99.

 

Inscrição e provas do concurso da Prefeitura de Itaberá SP

 

Para participar é necessário preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico www.omconsultoria.com.br e efetuar o pagamento da taxa, que varia de R$ 35 a R$ 100 conforme o cargo pleiteado. O prazo se encerrará no dia 19 de julho. 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, em data, horário e local das a serem divulgados com, pelo menos, cinco dias de antecedência. Ela contemplará questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, conhecimentos básicos, noções de informática e/ou conhecimentos específicos. 

A etapa final do concurso da Prefeitura de Itaberá será a prova prática, exclusiva para os cargos de pedreiro, servente de pedreiro e operador de máquinas.

Continuar lendo

Atualizado: 12/07/2018 - 15:37

Miracatu SP realiza concurso com 42 oportunidades

Concurso da Prefeitura de Miracatu tem vagas para candidatos nos níveis fundamental, médio, técnico e superior. Inscrições já estão abertas

Até R$ 4,6 mil

Por JCConcursos - Camila Diodato

Situada no interior de São Paulo, a 128 km de distância da capital, a Prefeitura Municipal de Miracatu promove concurso público para preencher 42 oportunidades e formar cadastro reserva (CR) de pessoal.

Candidatos com ensino fundamental estão aptos para pleitear as carreiras de motorista leve (1 vaga), motorista pesado (2), motorista de transporte de alunos (5) e operador de máquinas agrícolas (2).

O edital do concurso da Prefeitura de Miracatu apresenta as seguintes chances para o nível médio: atendente escolar (3), auxiliar de saúde bucal (1), cuidador escolar (1), fiscal de transporte escolar (1), monitor de alunos para transporte escolar (3) e secretário de escola (7). Algumas das posições exigem cursos específicos.

No certame ainda há uma oferta imediata para a colocação de técnico de enfermagem, que aceita profissionais com ensino médio, curso técnico e registro no Coren (Conselho Regional de Enfermagem).

As funções de professor de educação infantil (5) e professor de ensino fundamental (6) exigem habilitação específica de 2º grau – magistério ou licenciatura plena.

Quem possui formação superior pode concorrer aos empregos de cirurgião dentista (1), diretor de escola (1), enfermeiro obstetra (1), enfermeiro (CR) e médico do trabalho (1).

Os futuros servidores da Prefeitura de Miracatu receberão salários iniciais que partem de R$ 992,46 e chegam ao valor de R$ 4.614,17. As jornadas de trabalho ficam entre 20 e 40 horas semanais.

Inscrições do concurso da Prefeitura de Miracatu

Os interessados em uma das oportunidades do edital devem preencher a ficha cadastral até o dia 23 de julho no endereço eletrônico da banca organizadora, a Acesse Concursos (www.acesseconcursossc.com.br).

Depois de completar o formulário, para que a inscrição seja efetivada, é necessário pagar uma taxa de R$ 36 (nível fundamental), R$ 45 (médio ou técnico) ou R$ 60 (superior).

Triagem do concurso da Prefeitura de Miracatu

A organizadora aplicará uma prova objetiva para todos os participantes no dia 5 de agosto, em locais e horário a serem disponibilizados oportunamente e seu site.

O processo de seleção ainda terá análise de títulos para professor e diretor; teste prático para motorista leve, motorista pesado, operador de máquinas agrícolas e motorista transporte de alunos. 

Com relação ao exame objetivo, o mesmo poderá ter questões de língua portuguesa, matemática, legislação, informática e/ou conhecimentos específicos, conforme o cargo pretendido.
 

Continuar lendo

Atualizado: 12/07/2018 - 11:28

EMAE SP ABRE inscrições de concurso com 70 vagas

As chances no concurso da Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (EMAE) são para atuação na capital, região metropolitana, interior e litoral paulista

Níveis técnico e superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Entra em vigor nesta segunda-feira (16) o prazo de inscrição do concurso público da Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A, denominada EMAE. A seleção visa o preenchimento de 70 vagas, sendo três reservadas a pessoas com deficiência. Do total de ofertas, 60 são destinadas a cargos de nível técnico e dez para ensino superior, com lotação no Estado de São Paulo. 

De acordo com o edital, os candidatos aprovados no concurso da EMAE serão contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e atuarão nas cidades de São Paulo (sede e nas usinas Termoelétrica Piratininga, Elevatória Pedreira e Elevatória Traição), Cubatão (Usina Hidrelétrica Henry Borden), Pirapora do Bom Jesus (Pequena Central Hidrelétrica Pirapora e Pequena Central Hidrelétrica Rasgão) e Salto (Pequena Central Hidroelétrica Porto Góes). 

 

Vagas do concurso da EMAE SP

 

Candidatos que têm curso técnico específico podem concorrer para as funções de praticante de operador de usina (40 vagas), que conta com salário inicial de R$ 2.357,70, eletricista de manutenção (10) e mecânico de manutenção (10), cujo vencimento é de R$ 2.245,50.

Quem possui o nível superior está apto às carreiras de engenheiro civil (3), engenheiro mecânico (4) e engenheiro elétrico (3). A remuneração é de R$ 6.189,40. 


APOSTILA CONCURSO EMAE 2018 - PRATICANTE OPERADOR DE USINA E CARGOS DE NÍVEL TÉCNICO E MÉDIO

Como benefícios, a EMAE/SP oferece: assistência médica hospitalar e odontológica, extensivo aos dependentes; auxílio-Refeição ou alimentação; cesta básica, desde que a remuneração a ser recebida se enquadre nos critérios estabelecidos para concessão; vale-transporte; e auxílio-creche ou babá, destinado às mulheres com filhos até seis anos, 11 meses e 29 dias.

 

Etapas do concurso da EMAE SP 2018

 

As inscrições serão recebidas até as 14h de 16 de agosto, através do endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. Os valores da taxa de participação são de R$ 75 para curso técnico e R$ 110 para nível superior. 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela contemplará 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. 

Com duração máxima de 3h30 para as funções que exigem o curso técnico e 4h30 para nível superior, a avaliação será aplicada no dia 30 de setembro, no período da manhã, na cidade de São Paulo/SP. O edital de convocação, contendo a confirmação da data e os locais e horários de realização do exame, será divulgado, oportunamente, no site da banca organizadora. 

Os inscritos no concurso da EMAE/SP para os postos de engenheiro ainda realizarão prova discursiva de estudo de caso, eliminatória e classificatória, na mesma data da objetiva. Ela constará de duas questões práticas relacionadas ao conteúdo programático de conhecimentos específicos. Serão avaliadas as provas dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas objetivas, até o limite de 30 engenheiros civis, 40 engenheiros mecânicos e 30 engenheiros elétricos. 

 

Mais informações sobre a EMAE SP

 

A Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (EMAE) é uma concessionária de geração de energia que opera um sistema hidráulico e provê energia elétrica. A empresa atua também no controle de cheias do Rio Pinheiros, além de armazenar água para abastecimento nos reservatórios Guarapiranga e Billings, que fornecem 30% da água consumida na metrópole.

Tem como missão gerir recursos energéticos e sistemas hídricos, promovendo o desenvolvimento sustentável, e está direcionada para o desenvolvimento de empreendimentos de geração de energia a partir de fontes renováveis. Foi criada em 1996, com a cisão parcial da Eletropaulo, dentro do Programa Estadual de Desestatização.

 

Atribuições dos cargos de nível técnico da EMAE SP

 

Praticante operador de usina - apoiar o operador de usina nas atividades associadas à geração de energia, de forma local ou remota, seguindo manual de procedimento operacional da usina, tais como: leituras horárias de pressão, temperatura, níveis e de outras variáveis de processo, atividades de lubrificação e/ou limpeza de dispositivos e equipamentos, prática em serviços e/ou manobras em equipamentos. 

Eletricista de manutenção - executar serviços de manutenção elétrica, preventiva e corretiva, nos equipamentos e instalações das usinas, subestações e oficinas da EMAE, a fim de mantê-los em condições regulares de funcionamento, observando os critérios técnicos, ambientais e procedimentais da empresa. 

Mecânico de manutenção - executar serviços de manutenção mecânica, preventiva e corretiva, nos equipamentos e instalações das usinas e oficinas da EMAE, a fim de mantê-los em condições regulares de funcionamento, observando os critérios técnicos, ambientais e procedimentais da empresa.

Continuar lendo

Atualizado: 12/07/2018 - 11:21

MPU: decisão do TCU sobre concurso é ADIADA

Oportunidades do concurso do MPU 2018 serão para os cargos de técnico e analista, que apresentam salários de até R$ 10,1 mil. Níveis médio e superior de ensino

Banca em breve

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O parecer do Tribunal de Contas da União (TCU), que pode agilizar a realização do próximo concurso público do Ministério Público da União (MPU), inicialmente previsto para ocorrer na última quarta-feira, 11 de julho, foi adiado. O motivo foi a falta de quórum na sessão do tribunal, ou seja, não havia o número necessário de ministros para que o assunto fosse debatido. Agora, é possível que o tema seja avaliado na próxima sessão, marcada para 18 de julho.

O órgão solicitou ao Tribunal a permissão para que o recolhimento das taxas do concurso seja feito por meio de boleto bancário e não pela guia de recolhimento da união. Com isto, poderá utilizar o valor arrecadado para custear o certame, o que pode agilizar a seleção, uma vez que não há reserva no orçamento de 2018 neste sentido.  

A expectativa do secretário-geral do órgão, Alexandre Camanho, é de que o edital de abertura de inscrições possa ser divulgado até outubro, conforme declarou, em abril, durante reunião com o Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério Público da União (SindMPU).  Ele já havia antecipado que a seleção contará com oportunidades para ingresso de analistas, técnicos administrativos e técnicos de segurança, além de formar cadastro reserva de pessoal.

O órgão divulgou, em agosto de 2017, a portaria 84, que fixa as atribuições e requisitos para ingresso nas carreiras de analistas e técnicos, que serão oferecidas no certame.   

 


» CURSO ONLINE TÉCNICO E ANALISTA DO MPU «
» APOSTILAS CONCURSO MPU 2018 - TÉCNICO E ANALISTA «

 

 


Para concorrer ao cargo de técnico basta possuir ensino médio, com remuneração inicial de R$ 6.862,73. No caso de analista, com necessidade de nível superior, o salário corresponde a R$ 11.259,81.  

Melhorias salariais


É importante ressaltar que as carreiras contarão com mais dois reajustes salariais nos próximos meses. No caso de técnico, os valores básicos passarão a ser de  R$ 7.080,21 em novembro e R$ 7.591,37 em janeiro de 2019.

 

 

Para o analista, R$ 11.616,61 em novembro  e R$ 12.455,30 em janeiro de 2019.    

A comissão do concurso do MPU, instituída dede março de 2017, é presidida pelo servidor Blal Yassine Dalloul e conta, ainda, com os seguintes participantes: Eloá Todarelli Junqueira, Denise Costa Recedive, Sandra Roberta de Souza Oliveira, Tatiane Diniz da Silva e Rayza Madlum de Paula.

APOSTILA TÉCNICO DO MPU

 


Ads

Quer agarrar uma vaga no MPU?

Para alcançar a aprovação em um dos concursos mais disputados do país, você precisa ser Imparável! Confira os cursos completos com PDFs, videoaulas e orientação de estudos para você! Acesse agora.


 

Atribuições

  De acordo com a portaria, as atribuições do técnico são as seguintes: Auxiliar, dentro ou fora do ambiente da sede de trabalho, os membros e as chefias em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; atuar em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; auxiliar os membros e as chefias em eventos oficiais, audiências e diligências; elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos congêneres; elaborar minutas de atos administrativos e normativos; atuar em planos, programas, projetos e convênios; atuar na gestão de contratos quando formalmente designado; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados; participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho; participar do planejamento estratégico institucional e dos planos da sua unidade de atuação; observar e zelar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação; atender o público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencialmente; prestar informações sobre a localização e tramitação de processos e documentos; orientar quanto à aplicação das normas internas ou de sua área de atuação; contribuir para a melhoria contínua dos processos e rotinas de trabalho; orientar e supervisionar estagiários e aprendizes; inserir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos; observar e zelar pelo cumprimento dos prazos; realizar tarefas de expediente; realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos, procedimentos e documentos; manter e controlar o arquivo setorial; e executar demais atividades necessárias ao desempenho do cargo ou outras que eventualmente venham a ser determinadas pela autoridade competente, sempre respeitando, quando for o caso, os limites impostos pelos órgãos de classe

  Para os técnicos, na área de administração: Auxiliar na prática de atos em processos judiciais e na instrução e acompanhamento de processos administrativos e procedimentos extrajudiciais; desempenhar atividades de apoio técnico-administrativo; atuar na elaboração, execução e avaliação de planos, programas e projetos; realizar atividades, estudos, pesquisas e levantamentos de dados inerentes às atividades de suporte administrativo do órgão, dentre elas, as relacionadas a orçamento, finanças e controle interno; atuar na fiscalização, instrução e acompanhamento de contratos e convênios; atuar nas atividades de compras e de contratação de bens e serviços; registrar e controlar dados e informações cadastrais; emitir certidões, declarações e atestados; expedir e/ou anexar documentos e correspondências oficiais; elaborar atas, estatísticas setoriais e minutas de expedientes e de atos; organizar eventos, ações e atividades institucionais; preparar malotes; publicar documentos oficiais; realizar atividades de gestão de bens materiais e patrimoniais; realizar diligências; realizar serviços técnicos e especializados; manter atualizado o conteúdo de páginas virtuais na internet e na intranet; e analisar a conformidade documental.   Para analista: Assessorar, dentro ou fora do ambiente da sede de trabalho, os membros e as chefias em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; atuar em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; assessorar os membros e as chefias em eventos oficiais, audiências e diligências; realizar avaliações e vistorias; realizar perícias quando formalmente designado pelo órgão competente; acompanhar o desenvolvimento de trabalhos periciais; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados; elaborar e analisar informações, certidões, declarações, laudos, pareceres, relatórios e documentos congêneres; elaborar minutas de atos administrativos e normativos; propor planos, projetos, programas, diretrizes e políticas de atuação; atuar em planos, programas, projetos e convênios; atuar na gestão de contratos quando formalmente designado; participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho; participar do planejamento estratégico institucional e dos planos da sua unidade de atuação; observar e zelar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação; atender o público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencialmente; prestar informações sobre a localização e tramitação de processos e documentos; orientar quanto à aplicação das normas internas ou da sua área de atuação; contribuir para a melhoria contínua dos processos e rotinas de trabalho; orientar e supervisionar estagiários e aprendizes; inserir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos; observar e zelar pelo cumprimento dos prazos; realizar tarefas de expediente; realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos, procedimentos e documentos; manter e controlar o arquivo setorial; e executar demais atividades necessárias ao desempenho do cargo ou outras que eventualmente venham a ser determinadas pela autoridade competente, sempre respeitando, quando for o caso, os limites impostos pelos órgãos de classe.   Para analista, na área de direito: Assessorar os membros e chefias na coordenação e supervisão das atividades de processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais; planejar e executar tarefas relativas à análise jurídica de atos, documentos, processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais, produzindo os atos e documentos pertinentes; elaborar minutas de petições, denúncias, recursos, acordos judiciais ou extrajudiciais, termos de ajustamento de conduta, decisões, despachos, pareceres, notas técnicas, notificações, votos e atos congêneres, bem como manifestações jurídicas para subsidiar decisão administrativa; receber, analisar, acompanhar e dar andamento a processos e a outros documentos; auxiliar na instrução de processos, procedimentos e inquéritos civis e analisar inquéritos policiais; controlar prazos prescricionais; proceder à oitiva de vítimas, testemunhas e quaisquer outras pessoas que possam, direta ou indiretamente, colaborar com a instrução processual, reduzindo a termo suas declarações; realizar análise prévia e triagem de representações, denúncias, processos e procedimentos; realizar pesquisa, seleção, indexação e estudo de legislação, doutrina e jurisprudência; acompanhar a atualização legislativa; observar os prazos processuais e de conclusão de investigações; conferir atos e andamentos processuais; providenciar o cumprimento de decisões e despachos; atuar na manualização de processos e na elaboração de instrumentos normativos; e acompanhar a tramitação de processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais Último concurso do MPU


No concurso de 2013,  a seleção contou com 263 vagas para níveis médio e superior. As oportunidades foram para os cargos de técnico do MPU, técnico na área técnico administrativa especialidade tecnologia da informação e comunicação, técnico na área de saúde – enfermagem e técnico na área de saúde – saúde bucal.

No caso de analista, as opções foram para analista do MPU, analista na área técnico-administrativa – especialidade arquivologia, analista na área técnico administrativa – biblioteconomia, analista na área técnico administrativa – comunicação social, analista na área técnico administrativa – educação, analista na área técnico administrativa – estatística, analista na área técnico especializado – finanças e controle, analista na área técnico especializado – gestão pública, analista técnico especializado - planejamento e orçamento, analista na área de clínica médica, analista área de medicina – psiquiatria, analista na área de perícia – antropologia, analista na área de perícia – arquitetura, analista na área de perícia -contabilidade,analista na área de perícia – economia, analista na área de perícia – engenharia agronômica, analista na área de perícia – engenharia ambiental, analista na área de perícia – engenharia civil, analista na área de perícia – engenharia de segurança do trabalho, analista na área de perícia – engenharia elétrica, analista na área de perícia - engenharia florestal, analista na área de perícia – engenharia mecânica, analista na área de perícia – engenharia sanitária, analista na área de perícia – geografia, analista na área de perícia – medicina, analista na área de perícia medicina do trabalho, analista na área de perícia – oceanografia, analista na área de saúde – enfermagem, analista na área de saúde – odontologia, analista na área de saúde – psicologia, analista na área de saúde – serviço social, analista na área de tecnologia da informação e comunicação – desenvolvimento de sistemas e analista na área de tecnologia da informação e comunicação – suporte e infraestrutura.

Na ocasião, o concurso do MPU contou com oportunidades para o Distrito Federal e Eestados de Pernambuco, São Paulo, Amazonas, Rondônia, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Acre, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais,Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba e Tocantins.

A banca foi o Cespe/UnB.

 

Continuar lendo

Atualizado: 11/07/2018 - 11:22

DAAE de Rio Claro SP: concurso reúne 15 vagas

Ofertas do concurso do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) de Rio Claro são para candidatos de todos os níveis de escolaridade. Inscrições serão recebidas até 9 de agosto

Ganhos de até R$ 4,9 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No interior do Estado de São Paulo, a cerca de 176 km da capital, o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) de Rio Claro abriu as inscrições do concurso público que preencherá 15 vagas do seu quadro de efetivos. 

Quem concluiu o ensino fundamental e possui carteira de habilitação nas categorias “A” e “B” pode se inscrever para a função de operador de saneamento (1 vaga), cujo salário inicial é de R$ 1.227,21. 

Os cargos de agente administrativo (1), agente comercial (2), técnico de manutenção e operação (2), técnico de projetos (1), técnico de tratamento de água e laboratório (1), técnico em eletricidade (1) e técnico em enfermagem (1) exigem ensino médio e/ou curso técnico. Os vencimentos oscilam entre R$ 1.436,05 e R$ 2.156,95. 

Nível superior é requisito para os postos de analista de relações sociais (1), analista de tecnologia da informação (1), engenheiro (2) e procurador jurídico (1). As remunerações são de R$ 3.235,41 para analistas e R$ 4.941,88 para os demais empregos. 

APOSTILA CONCURSO DAAE RIO CLARO/SP 2018 - AGENTE ADMINISTRATIVO E COMERCIAL E OPERADOR DE SANEAMENTO 

O DAAE de Rio Claro ainda oferece aos seus servidores o benefício de vale-alimentação no valor de R$ 390. 

 

Inscrição no concurso do DAAE de Rio Claro SP

 

Para participar basta preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico do Instituto Mais (www.institutomais.org.br) e efetuar o pagamento da taxa, nos valores de R$ 42 para ensino fundamental, R$ 55 para nível médio/técnico e R$ 69 para formação superior. O prazo se encerrará às 17h do dia 9 de agosto. 

Serão aceitas inscrições para mais de um cargo, desde que a prova objetiva seja aplicada em horário distinto, especificado a seguir: período da manhã para operador de saneamento, agente administrativo, analista de relações sociais, analista de tecnologia da informação, engenheiro e procurador jurídico; e à tarde para agente comercial, técnico de manutenção e operação, técnico de projetos, técnico de tratamento de água e laboratório, técnico em eletricidade e técnico em enfermagem. 

 

Provas do concurso do DAAE de Rio Claro SP

 

Prevista para o dia 16 de setembro, a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, atualidades, noções de informática, rotinas administrativas, conhecimentos básicos de legislação e/ou conhecimentos específicos. 

Os candidatos inscritos no concurso do DAAE de Rio Claro para o cargo de procurador jurídico ainda serão avaliados por meio de prova dissertativa, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, unicamente classificatória. 

Continuar lendo

Atualizado: 11/07/2018 - 10:35

Concurso TRT SP: publicada convocação para as provas

Com mais de 162 mil inscritos, ofertas do concurso são para profissionais de níveis médio, técnico e superior. Salários variam de R$ 7,5 mil a R$ 13,6 mil

Técnico e analista

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT SP), com sede na capital paulista, publicou o edital de convocação para as provas objetiva, discursiva e de redação. Elas serão aplicadas no dia 22 de julho (domingo) nas cidades de São Paulo, Osasco, Taboão da Serra, São Bernardo do Campo e Guarulhos.

A avaliação objetiva cobrará a resolução de 60 questões para técnico e de 70 para analista. A redação, por sua vez, deverá conter entre 20 e 30 linhas. Os participantes terão quatro horas e meia para concluir os exames.

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática/raciocínio lógico, informática, noções sobre direitos das pessoas com deficiência, legislação e ética no serviço público e conhecimentos específicos.

O edital de convocação, contendo os locais e horários das provas, deve ser consultado no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), banca organizadora do certame. 

O processo seletivo inclui, ainda, testes prático e físico para técnico - especialidade segurança, em datas a serem definidas. 

 

APOSTILA CONCURSO TRT2/SP 2018 - ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIOS
CURSO ONLINE TRT2/SP 2018 - ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIO

 

concurso do TRT SP preencherá 320 vagas, além de formar cadastro reserva (CR). As oportunidades são para carreiras de técnico (salários entre R$ 7.592,53 e R$ 8.650,18) e analista (de R$ 11.890,83 a R$ 13.626,14), com exigência de ensino médio e superior, respectivamente. Os vencimentos já incluem o auxílio-alimentação de R$ 884 e foram atualizados conforme retificação do edital divulgada em 17 de maio.

Do total de empregos em disputa, o edital reserva 63 a candidatos que se declararem negros e 18 a pessoas com deficiência.

Além da cidade de São Paulo, o TRT/2 tem jurisdição sobre a região metropolitana da capital e a Baixada Santista.

O certame recebeu o total de 162.340 inscritos, sendo 85.998 somente para técnico judiciário - área administrativa e 30.370 para analista judiciário - área judiciária. A estatística de candidatos por opção pode ser conferida no site da banca organizadora. 

 

Vagas no concurso do TRT SP 2018

 

As chances para técnico estão distribuídas entre as áreas administrativa (144 postos), telefonia (1), segurança (35), enfermagem (CR) e tecnologia da informação (1) - as duas últimas especialidades também requerem formação técnica.

 

Já para analista, há ofertas em 20 áreas: judiciária (53), oficial de justiça avaliador federal (54), administrativa (27), contabilidade (1), arquivologia (CR), biblioteconomia (1), enfermagem (CR), enfermagem (CR), especialidade engenharia (CR), engenharia - segurança do trabalho (CR), estatística (CR), medicina (CR), medicina - cardiologia (CR), medicina - clínico geral (CR), medicina do trabalho (CR), medicina - psiquiatria (CR), nutrição (CR), psicologia (CR), serviço social (1), tecnologia da informação (1) e história (1).    

 
Ads

Prepare-se para o concurso do TRT/SP

A Central de Concursos oferece curso preparatório 100% presencial, com 28 anos de experiência em aprovação. Antecipe seus estudos e garanta sua vaga! Confira.  


PROVA ANTERIOR DO CONCURSO TRT/SP

 

 

O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Tribunal Regional do Trabalho 2ª Região de São Paulo, de acordo com o edital.

 

Concurso TRT SP 2018: atribuições do técnico - área administrativa (144 vagas)

 

Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

 

Atribuições do técnico - especialidade segurança (35 vagas) no concurso do TRT2 SP

 

I - Atuar na segurança dos magistrados, servidores e demais autoridades na área de jurisdição do órgão e em qualquer localidade do território nacional, quando autorizado pelo Presidente do Tribunal; II - realizar a segurança de magistrados e servidores no exercício de suas funções institucionais; III - atuar na preservação da ordem em recintos oficiais, conduzindo à autoridade policial, pessoas em situação de flagrante delito, ou ato infracional, ou, ainda, por determinação de autoridade judiciária; IV - realizar a guarda e vigilância dos bens móveis e imóveis do Tribunal, bem como auxiliar na segurança do patrimônio intelectual e imaterial; V - auxiliar, quando solicitado pela Presidência do Tribunal, na segurança das equipes de trabalho executantes das políticas institucionais e de erradicação do trabalho análogo ao de escravo e infantil, em cooperação com outros Órgãos. VI - realizar ações da atividade de inteligência destinadas a instrumentalizar o exercício da segurança institucional, produzindo conhecimentos e informações que subsidiem ações, de forma a neutralizar e coibir ameaças e atos criminosos na esfera de competência do Tribunal; VII - realizar investigações preliminares de interesse institucional, quando autorizadas pela Presidência do Tribunal; VIII - auxiliar na escolta de presos nas dependências do Tribunal; IX - fiscalizar as atividades de controle de acesso, circulação e permanência de pessoas, materiais, equipamentos e volumes nas dependências do Tribunal; X - conduzir, utilizando técnicas de segurança e prevenção, veículos em missão oficial; XI - executar ações de prevenção e combate a incêndio e outros sinistros de qualquer natureza, bem como atendimento a primeiros socorros; XII - executar a gestão e fiscalização dos contratos de segurança, conforme o caso; XIII - cooperar com outros órgãos de esfera pública, quando autorizado pela Presidência do Tribunal; XIV - executar outras tarefas de interesse institucional, mediante autorização expressa do Presidente do Tribunal; sem prejuízo das atribuições descritas no Ato CSJT.GP.SG.CGPES n.° 193/2008, para servidores ocupantes da área de segurança.

 

Concurso TRT SP 2018: atribuições do analista - área administrativa (27 vagas)

 

Realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

 

Conteúdo programático parcial para o concurso do TRT 2ª Região

 

Língua portuguesa – Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto: coesão e coerência. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da Crase. Ortografia e acentuação. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação.

 

Matemática e raciocínio lógico-matemático – Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Frações e operações com frações. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções; divisão em partes proporcionais; regra de três; porcentagem e problemas. Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

 

Informática – Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows 7, 8 e 10). Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office 2010, 2013 e LibreOffice 5 ou superior). Redes de computadores: Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e Intranet; Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome); Programas de correio eletrônico (Microsoft Outlook e Mozilla Thunderbird); Sítios de busca e pesquisa na Internet; Grupos de discussão; Redes sociais; Computação na nuvem (cloud computing). Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Segurança da informação: Procedimentos de segurança; Noções de vírus, worms e outras pragas virtuais; Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, antispyware etc.); Procedimentos de backup; Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage).

 

Noções sobre direitos das pessoas com deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 - art. 19) – Inclusão, direitos e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015; Lei nº 11.126/2005 e Constituição Federal). Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004). Prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência (Lei nº 10.048/2000 e Decreto 5.296/2004). Direitos no sistema de transporte coletivo (Lei nº 8.899/1994) e Decreto 3.691/2000). Símbolo de identificação de pessoas portadoras de deficiência auditiva (Lei nº 8.160/1991). Normas de apoio às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social (Lei nº 7.853/1989 e Decreto 3.298/1999).

 

Legislação e ética no serviço público – Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no Setor Público: Estatuto de Ética Profissional do Servidor do TRT da 6ª Região. Lei nº 8.112/1990 e alterações posteriores: Provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; Direitos e vantagens; Regime disciplinar: deveres, proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades, processo administrativo disciplinar. Lei nº 8.429/1992 e alterações posteriores: disposições gerais, atos de improbidade administrativa.

APOSTILAS CONCURSO TRT2 2018 - TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIOS

Confira o conteúdo programático completo para a prova do concurso do TRT/SP 2018

Continuar lendo

Atualizado: 11/07/2018 - 09:59

Concurso em Urânia SP inscreve para 80 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Urânia deverá ser garantida até o dia 29 de julho. Os salários iniciais chegam a R$ 6,7 mil

Todos os níveis

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Já estão abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Urânia, situada no interior do Estado de São Paulo. São oferecidas 80 vagas, sendo 26 imediatas e 54 para formação de cadastro reserva de eventuais oportunidades

Candidatos que têm o ensino fundamental incompleto podem concorrer para as funções de auxiliar de serviços especiais (5 vagas + 20 CR), auxiliar de serviços gerais (5 + 16 CR) e operador de máquinas (1 + 2 CR). Os respectivos salários iniciais são de R$ 1.016,91, R$ 954 e R$ 1.260,31. 

Aqueles que concluíram o ensino médio estão aptos ao emprego de escriturário (3 + 3 CR), cujo vencimento é de R$ 1.131,71. 

Os cargos de técnico em enfermagem (2 + 3 CR) e técnico em radiologia (2 + 1 CR) requerem curso técnico na área e pagam R$ 1.421,74 e R$ 1.180,93, respectivamente. 

Quem tem o nível superior pode se inscrever para os postos de assessor jurídico (2 + 2 CR), assistente social (1 + 1 CR), cirurgião dentista (1 + 1 CR), farmacêutico (1 + 1 CR), médico clínico geral (2 + 2 CR), monitor de práticas esportivas (1 + 1 CR) e nutricionista (1 CR). As remunerações variam de R$ 1.464,54 a R$ 6.761,88. 

 

Etapas do concurso da Prefeitura de Urânia SP

 

A empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção é a Seta Consultoria. O formulário de inscrição estará disponível na página eletrônica www.setaconcurso.com.br até o dia 29 de julho. O valor da taxa de participação oscila entre R$ 35 e R$ 70. 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, a ser realizada no dia 19 de agosto. O posto de auxiliar de serviços gerais terá sua prova aplicada em horário distinto dos demais cargos, possibilitando a inscrição para até dois cargos. 

A prova terá duração máxima de três horas e contemplará questões de múltipla escolha sobre as matérias de língua portuguesa, matemática, políticas públicas de saúde e/ou conhecimentos específicos. 

Os participantes que pleiteiam o cargo de assessor jurídico também realizarão a prova discursiva na mesma data da objetiva. Ela será composta de uma peça processual baseada no conteúdo programático específico. 

O concurso da Prefeitura de Urânia ainda contará com as seguintes fases: prova prática para o cargo de operador de máquinas; e análise de títulos para assessor jurídico. 

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2018 - 15:13

Concurso Ibama: NOVO pedido para 1.888 vagas é avaliado

O Ibama tem o intuito de abrir concurso com oportunidades para técnico e analista, com exigência de níveis médio e superior. Os salários iniciais oferecidos pelo órgão chegam a R$ 7,7 mil

Três cargos

Por JCConcursos - Camila Diodato

Está em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido para a realização de novo concurso do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). A solicitação foi enviada recentemente e há uma grande expectativa para que a autorização seja liberada ainda este ano
 
O requerimento encaminhado solicita um total de 1.888 vagas, e não mais 1.529 como anteriormente. De tais oportunidades, 759  são para técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para analista administrativo.
 
Os empregos de analista ambiental e analista administrativo do concurso do Ibama exigem nível superior, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com ensino médio.
 
As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458. 
 

Últimos concursos do Ibama para analista


 
O último concurso para analista ambiental do Ibama foi aberto em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 para a área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 para licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 para monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 para gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.
 
Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.
 
As duas seleções foram organizadas pelo Cespe/UnB.

 

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2018 - 12:42

Mombuca SP inscreve para 31 vagas

O concurso conta com oportunidades para diversos cargos, com remunerações iniciais de até R$ 8,5 mil

Todos os níveis

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

A Prefeitura de Mombuca, no interior paulista, a 157 km da capital, próxima a Campinas, recebe inscrições em seu concurso público para o preenchimento de 31 vagas, sendo uma para quem possui ensino fundamental incompleto, seis para fundamental completo, nove para ensino médio e 15 para nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 1.096,33 a R$ 8.509,43, com jornadas de trabalho de 20 a 40 horas semanais. O atendimento vai até 3 de agosto.

 

Ensino Fundamental Incompleto
Quem possui ensino fundamental incompleto pode concorrer a uma vaga de ajudante de serviços diversos, com inicial de R$ 1.208,73, para 44 horas semanais. A taxa é de R$ 20.

 

Ensino Fundamental Completo
Para ensino fundamental completo: agente de fiscalização de serviços públicos  (1, R$ 1.543,68, 40 horas , taxa de R$ 20), cozinheira (1, R$ 1.208,73, 40horas, R$ 20), motorista (1, com carteira de habilitação “D”, R$ 1.619,81, 40horas,R$ 20), operador de máquina (1, com carteira de habilitação “D” e experiência de dois anos na área, R$ 2.067,33, 40 horas, R$ 20), servente (1, R$ 1.096,35, 40 horas, R$ 20) e auxiliar de vigilância sanitária (1, R$ 1.399,26, 40 horas, R$ 20).

 

Ensino Médio
Para ensino médio: assistente de tesouraria (1, R$ 1.542,68, 40 horas, R$ 60), auxiliar odontológico (1, com curso específico e registro no conselho, R$ 1.208,73, 40 horas, R$ 60), auxiliar de compras (1, com conhecimentos em informática, R$ 1.542,68, 40 horas, R$ 60), encarregado de biblioteca (1, R$ 1.968,89, 40 horas, R$ 60), escriturário (1, com conhecimentos de informática, R$ 1.096,35, 40 horas, R$ 60), monitor de desenvolvimento infantil (1, R$ 1.269,17, 40 horas, R$ 60), técnico de enfermagem (1, R$ 1.700,80, com registro no conselho, 40 horas, R$ 60), técnico de informática (1, com curso específico, R$ 2.067,33, 40 horas, R$60) e técnico de raio X (1, com curso de radiologia, R$ 1.542,68, 40 horas, R$ 60).  

 

Nível Superior
Para nível superior: agente de comunicação (1, R$ 1.542, 40 horas, R$ 80), arquiteto (1, com registro no conselho, R$ 3.207,12, 40horas, R$80), assistente jurídico (1, formação em direito, R$ 3.712,64, 40horas, R$80) , assistente social (1, com registro no conselho, R$ 2.393,20, 40 horas, R$80), coordenador de informática (1, com superior em informática, tecnologia da informação ou gestão de produção, R$ 3.898,27, 40 horas, R$80), dentista (1, com registro no conselho, R$ 1.875,13, 20horas, R$ 80), enfermeiro padrão (1, com registro no conselho, R$ 3.207,12, 40 horas, R$80), engenheiro civil (1, com registro no conselho, R$ 3.712,64, 40 horas, R$80), farmacêutico (1, com registro no conselho, R$ 2.512,86, 40 horas,R$80), fisioterapeuta (1, com registro no conselho, R$ 1.875,13, 40 horas, R$80), fonoaudiólogo escolar (1, com registro no conselho, R$ 1.875,13, 20 horas, R$80), médico I (1, R$ 8.509,43, 20 horas, R$ 100), nutricionista (1, com registro no conselho, R$ 1.875,13, 40horas, R$ 80), professor de educação física (1, com registro no conselho, R$ 2.512,86, 40 horas, R$80) e procurador jurídico (1, com registro no conselho, R$ 4.093,18, 40horas, R$80) .


As inscrições podem ser feitas pela internet, na página eletrônica da organizadora, a Planexcon, que é www.planexcon.com.br.


A aplicação das provas objetivas está marcada para ocorrer em 16 de setembro.


As contratações serão  feitas de acordo com o regime da consolidação das leis do trabalho (CLT), durante o prazo de validade do concurso , que será de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.     

 

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2018 - 12:31

Concurso DAE de Jundiaí inscreve para 43 vagas

Oportunidades do concurso do DAE de Jundiaí são para candidatos nos níveis fundamental, médio, técnico e superior

Diversos cargos

Por JCConcursos - Camila Diodato

Localizado no interior do Estado de São Paulo, o Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Jundiaí inscreve para concurso público que visa a preencher 43 oportunidades imediatas em seu quadro de pessoal.

Quem possui ensino fundamental pode concorrer aos empregos de aferidor de hidrômetros (1 vaga; salário de R$ 2.754,11), eletricista (1; R$ 2.891,81), mecânico de manutenção (1; R$ 2.891,81), oficial de obras e manutenção – categoria I (8; R$ 1.703,15) e operador de elevatória de esgoto (1; R$ 2.379,10).

No concurso do DAE de Jundiaí há chances para os seguintes cargos de nível médio e/ou curso técnico: assistente administrativo – categoria I (5; R$ 2.837,73), assistente técnico em geoprocessamento (1; R$ 3.920,66), desenhista técnico (1; R$ 3.920,66), fiscal de obras e instalações (6; R$ 3.920,66), técnico em laboratório (3; R$ 3.920,66), técnico em operação de saneamento (4; R$ 3.920,66) e técnico em pesquisa acústica de vazamento (1; R$ 3.920,66).

Profissionais com formação superior estão aptos para as colocações de advogado (4; R$ 7.393,22), analista ambiental (1; R$ 7.393,22), engenheiro ambiental sanitarista (1; R$ 9.435,82), engenheiro civil (2; R$ 9.435,82), engenheiro eletricista (1; R$ 9.435,82) e psicólogo (1; R$ 7.393,22).

APOSTILA CONCURSO DAE JUNDIAÍ 2018 - DIVERSOS CARGOS

Consta no edital do concurso do DAE de Jundiaí que os futuros servidores ainda receberão auxílio-transporte no valor de R$ 352 e vale-alimentação de R$ 684,79.

Mais detalhes do concurso do DAE de Jundiaí

As inscrições serão aceitas exclusivamente pela internet até o dia 7 de agosto no endereço eletrônico do Ibam: www.ibamsp-concursos.org.br. As taxas de participação custam entre R$ 52 e R$ 95, de acordo com a carreira pretendida.

Todos os concorrentes passarão por uma prova objetiva com questões de múltipla escolha no dia 2 de setembro, em locais e horários a serem revelados oportunamente no site da banca organizadora. O teste apresentará perguntas sobre língua portuguesa, matemática, conhecimentos específicos e/ou noções básicas de informática, conforme a carreira concorrida.

Depois da avaliação objetiva, haverá prova prático-profissional para advogado; exame prático para aferidor de hidrômetros, eletricista, mecânico de manutenção, técnico em laboratório e assistente administrativo – categoria I; aptidão física para oficial de obras e manutenção – categoria I; e análise de títulos para advogado, analista florestal, engenheiro ambiental sanitarista, engenheiro civil, engenheiro eletricista e psicólogo.

Atribuições do assistente administrativo

Cabe a este profissional auxiliar na elaboração e digitação de atos administrativos, normativos, relatórios, correspondências internas e externas, e demais documentos, para dar cumprimento à rotina administrativa; organizar e manter atualizado o arquivo de documentos da unidade, classificando-os de acordo com as necessidades da unidade, visando a agilização de informações e controle dos mesmos; atender e efetuar ligações telefônicas, anotando ou enviando recados e dados de rotinas ou prestando informações relativas aos serviços executados; levantar informações para a elaboração de gráficos, relatórios, planilhas e outros expedientes relacionados à sua unidade administrativa; auxiliar na execução de todos os processos de compras, fiscais, comerciais, financeiros, materiais, seleção de pessoal, treinamento, remuneração, de cálculos da rotina de pessoal e demais processos, a fim de cumprir a legislação e atender às necessidades das unidades administrativas; examinar a exatidão de documentos, conferindo, efetuando registros, observando prazos, datas, posições financeiras e outros lançamentos para elaboração de relatórios, controle da seção ou informação da posição financeira da organização; entre outras tarefas.
 

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2018 - 12:02

Prefeitura de Barueri SP ABRE concurso com 72 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Barueri deverá ser garantida até o dia 30 de julho. Os salários iniciais chegam a R$ 8,6 mil

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Entra em vigor nesta terça-feira (10) o prazo de inscrição do concurso público da Prefeitura Municipal de Barueri, localizada na região metropolitana de São Paulo. Oportunidade é de 72 vagas, sendo 12 reservadas a pessoas com deficiência. 

Candidatos que concluíram o ensino médio podem se inscrever para as funções de cuidador social (2 vagas), fiscal municipal - tributos (2), fiscal municipal - posturas (2) e inspetor de alunos (10). Os salários iniciais oscilam entre R$ 1.480,50 e R$ 2.289. 

Quem tem o nível superior está apto às carreiras de agente de inclusão escolar (10), analista de planejamento de tráfego e transportes (1), fonoaudiólogo (1), médico nas especialidades de clínico geral (3), fisiatra (1), ginecologista/obstetra (1), neurologista adulto (1), neurologista infantil (1), pediatra (3), proctologista (1), psiquiatra adulto (3), psiquiatra infantil (2), reumatologista (2) e urologista (1), professor de educação básica I (10), professor de educação básica I educação especial (5) e professor de educação básica II nas disciplinas de arte (1), ciências (1), educação física (1), educação musical (1), geografia (1), história (1), informática (1), inglês (1), matemática (1) e português (1). As remunerações partem de R$ 3.622,50 e chegam a R$ 8.657,25. 

 

Como participar do concurso da Prefeitura de Barueri SP

 

A empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção é a RBO Assessoria Pública e Projetos Municipais. O formulário de inscrição estará disponível no endereço eletrônico www.rboconcursos.com.br até o dia 30 de julho. O valor da taxa de participação é de R$ 14,70 para todos os empregos. 

APOSTILA CONCURSO PREFEITURA DE BARUERI/SP 2018 - DIVERSOS CARGOS

Para quem não tem acesso à internet, será disponibilizado posto de inscrição no Ganha Tempo do município de Barueri, situado na Avenida Henriqueta Mendes Guerra, nº 550, Centro, em dias úteis, no horário de atendimento das 10h às 17h. 

Serão aceitas inscrições para mais de um cargo, desde que a prova objetiva seja aplicada em horários distintos, especificados a seguir: período A para agente de inclusão escolar, cuidador social, fiscal municipal - tributos, médico nas áreas de fisiatra, ginecologista/ obstetra, neurologista adulto, neurologista infantil, pediatra, proctologista, psiquiatra adulto, psiquiatra infantil, reumatologista e urologista, professor de educação básica I e professor de educação básica II nas disciplinas de arte, ciências, geografia, informática e inglês; e período B para os demais postos. 

 

Provas do concurso da Prefeitura de Barueri SP

 

Todos os participantes serão submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática e/ou conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado no município de Barueri/SP no dia 2 de setembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da RBO a partir do dia 22 de agosto.

Apenas os candidatos inscritos no concurso da Prefeitura de Barueri para os cargos de professores e médicos ainda serão avaliados por meio de análise de títulos, de caráter unicamente classificatório. 

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2018 - 10:45

CORE SP: contratada BANCA organizadora de novo concurso

Concurso do Core/SP (Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo) terá oportunidades nos níveis fundamental, médio e superior

33 vagas

Por JCConcursos - Camila Diodato

O Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo (Core/SP) contratou a banca organizadora do seu novo concurso público, com 33 vagas imediatas e cadastro reserva para todos os cargos. A empresa escolhida é a Inaz do Pará, que agora deve definir o cronograma e divulgar o edital no decorrer das próximas semanas.

Candidatos com ensino fundamental poderão concorrer ao empregos de copeiro (1 oportunidade; salário de R$ 1.429,09) e office-boy (1; R$ 1.429,09). Ambas as funções serão lotadas na cidade de São Paulo.

As chances com exigência de nível médio serão as de operador de teleatendimento (2; R$ 2.571,36), telefonista (2; R$ 2.571,36), motorista (1; R$ 2.828,49), fiscal (2; R$ 2.828,49) e técnico de TI (1; R$ 3.438,03). Os três primeiros postos ficarão para São Paulo, enquanto os demais para Araraquara e Bauru, respectivamente.

Ainda para quem possui curso de nível médio, o concurso do Core/SP terá 19 ofertas para assistente administrativo nos seguintes municípios: São Paulo (10), Campinas (1), Bauru (1), Ribeirão Preto (1), Presidente Prudente (2), Araraquara (2), Sorocaba (1) e Santos (1). A remuneração inicial equivale a R$ 2.828,49 por mês.

Os cargos de assistente jurídico (2; R$ 5.382,85), contador (1; R$ 5.382,85) e analista de TI (1; R$ 5.382,85) se destinarão aos concurseiros com formação superior em áreas específicas. Tais postos serão para a capital paulista.

Para todas as funções do concurso do Core/SP, as jornadas semanais de trabalho correspondem a 40 horas.

A previsão é que as taxas custem R$ 40 (nível fundamental), R$ 57,33 (médio) e R$ 75,33 (superior). Há uma expectativa de que o certame receba 11.860 inscrições.

 

Etapas do concurso do Core/SP

 

Consta no edital de licitação que o processo seletivo compreenderá prova objetiva com questões de múltipla escolha para todas as carreiras e teste discursivo para as que necessitam de graduação.

O exame dos postos de nível fundamental apresentará dez perguntas de língua portuguesa, dez de raciocínio lógico e 20 de conhecimentos gerais, enquanto para as posições de ensino médio serão dez de língua portuguesa, cinco de raciocínio lógico, cinco de informática e 20 de conhecimentos específicos.

Já a avaliação dos cargos que exigem formação superior será composta de dez itens de língua portuguesa, dez de informática e 30 de conhecimentos específicos.

Continuar lendo

Atualizado: 06/07/2018 - 12:04

SAA/SP: governador autoriza novo concurso para 33 vagas

O novo concurso da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento será destinado para quem possui formação superior em diversas áreas, com inicial de R$ 4,3 mil

Para pesquisadores

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O governador Márcio França autorizou, por meio de publicação em diário oficial, nesta sexta-feira, 6 de julho, a realização de novo concurso público da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA/SP) para o cargo de pesquisador científico. Ao todo serão oferecidas 33 vagas e para concorrer ao cargo é necessário possuir formação de nível superior em áreas específicas que serão divulgadas com a publicação do edital, previsto para ser libado ainda neste semestre. A remuneração inicial da carreira é de R$ 4.319,94, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.


Agora, com a autorização governamental, os próximos passos são formar a comissão do certame e, posteriormente, escolher a banca organizadora. Somente então poderá ser confirmada a data precisa de liberação do edital de abertura de inscrições.


Ao que tudo indica, a nova seleção deverá ser feita de forma bastante semelhante ao concurso promovido em 2017 pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), que é vinculada à Secretaria de Agricultura. Na ocasião, a oferta também foi de 33 vagas para pesquisadores científicos, com oportunidades para as áreas de agronomia, zootecnia, medicina veterinária, engenharia de alimentos, engenharia agrícola, engenharia química, engenharia mecânica, engenharia de pesca, biomedicina, biologia, química, farmácia, estatística, economia e em áreas pertinentes a outras especializações.


As oportunidades foram para a capital e cidades de Campinas, Jundiaí, Santos, Votuporanga, Campos do Jordão, Ribeirão Preto, Capão Bonito, Cordeirópolis, Sertãozinho e Nova Odessa.


A seleção contou com três etapas, incluindo prova escrita dissertativa, avaliação de arguição oral e análise de títulos.


A parte escrita contou com duas partes, sendo uma sobre conhecimentos básicos no campo da agricultura, zootecnia e alimentos e outra sobre conhecimentos específicos , de acordo com a área de especialização escolhida.

 

Continuar lendo

Atualizado: 06/07/2018 - 11:13

Concurso ALESP: divulgada AUTORIZAÇÃO para vários cargos

Novo concurso da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) deve ter oportunidades para técnico, analista e procurador

Organizadora em breve

Por JCConcursos - Camila Diodato

Finalmente, depois de uma longa espera, a Assembleia Legislativa de Sâo Paulo (Alesp) avançou com os preparativos do seu novo concurso público. Saiu no Diário Oficial, da edição de 5 de julho, a autorização para a abertura do certame.

Não foram revelados muitos detalhes sobre o processo seletivo, mas sim que haverá vagas imediatas e de cadastro reserva para os cargos que pertencem ao seu quadro de pessoal, que é composto pelas carreiras de técnico, analista e procurador.

Para técnico, há funções com exigência de níveis médio e/ou técnico, enquanto o analista apresenta especialidades que aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. A colocação de procurador do concurso da Alesp requer ensino superior em direito e inscrição, há no mínimo dois anos, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O vencimento inicial oferecido é de R$ 6.642,70 para técnico e R$ 10.885,29 para analista. No decorrer da carreira, os servidores contam com reajustes salariais que apresentam 20 níveis.

Vale ressaltar que o documento autorizativo publicado também há a informação que o órgão está liberado para iniciar o processo de escolha da banca organizadora, o que deverá ocorrer em breve.

Estrutura remuneratória dos cargos do concurso da Alesp

No caso do técnico, a remuneração atual tem as seguintes alterações: nível 02 – R$ 6.746,85; 03 – R$ 6.854,92; 04 – R$ 6.967,05; 05 – R$ 7.083,37; 06 – R$ 7.204,05; 07 – R$ 7.329,28; 08 – R$ 7.459,19; 09 – R$ 7.593,97; 10 – R$ 7.733,79; 11 – R$ 7.878,88; 12 – R$ 8.029,38; 13 – R$ 8.185,56; 14 - R$ 8.347,58; 15 – R$ 8.515,68; 16 – R$ 8.690,08; 17 – R$ 8.871,01; 18 – R$ 9.058,73; 19 – R$ 9.253,48; e 20 – R$ 9.455,55.

Já para o analista: 02 – R$ 11.095,91; 03 – R$ 11.314,43; 04 – R$ 11.541,15; 05 – R$ 11.776,38; 06 – R$ 12.020,41; 07 – R$ 12.273,62; 08 – R$ 12.536,30; 09 – R$ 12.808,83; 10 – R$ 13.091,60; 11 – R$ 13.384,97; 12 – R$ 13.689,34; 13 – R$ 14.005,11; 14 – R$ 14.332,73; 15 – R$ 14.672,64; 16 – R$ 15.025,29; 17 – R$ 15.391,18; 18 – R$ 15.770,76; 19 – R$ 16.174,61; e 20 – R$ 16.573,19.

A carreira de procurador conta com níveis, sendo estes: 01 - R$ 18.772,15; 02 - R$ 19.109,69; 03 - R$ 19.459,86; 04 - 19.823,15; 05 - 20.199,98; 06 - 20.590,97; 07 - R$ 20.996,57; 08 - R$ 21.417,37; 09 - 21.853,90; 10 - 22.306,78; 11 - R$ 22.776,62; 12 - R$ 23.264,02; 13 - R$ 23.769,68; 14 - R$ 24.294,27; e 15 - R$ 24.838,47.

Nesses valores não está incluso o vale-refeição diário de R$ 41,24 que, se considerados 22 dias, corresponde a R$ 907,28.

Defasagem de pessoal e novo concurso da Alesp

Agora, o próximo passo para a abertura do concurso da Alesp é definir a quantidade de vagas e as especialidades dos cargos. Mas dá para ter uma noção das oportunidades que serão contempladas com base na quantidade de postos vagos.

Consta no site da Alesp que, no momento, há um déficit de 340 profissionais, sendo 86 analistas legislativos, dois procuradores e 252 técnicos legislativos.

Últimos concursos da Alesp

As seleções anteriores da Assembleia ocorreram em 2010 e 2012, e ambas foram organizadas pela Fundação Carlos Chagas.

Na de 2010, havia oportunidades para agente técnico legislativo (atualmente chamado de analista legislativo), para agente legislativo de serviços técnicos e administrativos (técnico legislativo) e para procurador. As chances estavam distribuídas em diversas especialidades.

Em 2012, foram abertas ofertas apenas para analista nas áreas de taquígrafo e cirurgião-dentista, além de técnico na função de técnico em enfermagem.

Continuar lendo

Atualizado: 06/07/2018 - 10:55

Alesp APROVA criação de 210 vagas no TJ SP

Agora, o projeto segue para sanção do governador Márcio França. Somente para escrevente técnico judiciário são mais 90 postos

Escreventes e juízes

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou, na última quarta-feira, 4 de julho, o projeto de lei complementar 14/2017, encaminhado em maio de 2017 pelo então presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP), desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, que trata da criação de 210 vagas no quadro de pessoal para o órgão. Do total, 120 são para preenchimento por meio de concursos públicos e 90 para a carreira comissionada de assistente jurídicos. Agora, o texto segue para sanção do governador Márcio França, que deve ocorrer nos próximos dias.

Das oportunidades para novos concursos, 30 são para a carreira de juiz substituto e 90 para o cargo de escrevente técnico judiciário, que poderão ser preenchidas por aprovados do último concurso, em validade para a capital e Grande São Paulo, ou destinadas para o novo certame, em pauta, para o interior e litoral.

O objetivo do novo projeto é dar celeridade ao processo de criação de pelo menos parte das vagas previstas em outra proposta, o projeto de lei complementar 26/13, que cria 285 postos para escreventes. Além destes, um terceiro projeto tramita, na Alesp, o PLC 44/2016, que conta com mais 188 vagas para escreventes.

De acordo com as justificativas do PLC apresentadas pelo presidente do TJ/SP, “todos os cargos foram destacados do PLC 26/2013 e são prioritários para melhor estruturar os quadros de magistrados e servidores em segundo grau do Tribunal de Justiça, devido ao congestionamento processual, como forma de atender a demanda crescente e a necessidade de tornar mais acessível o judiciário à população”, diz. “A Constituição de São Paulo previu no artigo 72 e seus parágrafos, a possibilidade de criação do quadro próprio de juiz de direito substituto em segundo grau, para a substituição de membros dos tribunais ou nestes auxiliar, quando o acúmulo de feitos evidenciar a necessidade de sua atuação. O Tribunal de Justiça já vem se servindo da valiosa força de trabalho de juízes de direito substitutos em segundo grau e hoje há no seu quadro 85 cargos criados, que permanecem preenchidos, com grande proveito. Todavia, as únicas criações de cargos de juiz substituto em segundo grau remontam às leis complementares 646, de 8 de janeiro de 1990, com 60 cargos; 726, de 9 de setembro de 1993, com mais 25, que ocorreram há muito, época em que a distribuição de feitos era muito inferior à segunda instância, e em que o acerto era bem menor. Não se vislumbra outra alternativa ao monumental aumento de distribuição de recursos no Tribunal de Justiça, agora decorrente da implementação do “Processo 100% digital”, sob pena de se inviabilizar a redução dos gastos submetidos a julgamento em segundo grau, em  flagrante afronta ao primado da razoável duração do processo, tal como previsto no artigo 5, caput, inciso LXXVIII, da Constituição Federal, redação atribuída pela Emenda Constitucional 45”, diz o magistrado.           

     

Continuar lendo

Atualizado: 05/07/2018 - 14:45

Concurso em Ibitinga SP recebe inscrição para oito vagas

As vagas do concurso do Serviço Autônomo Municipal de Saúde - SAMS de Ibitinga são para candidatos que têm os níveis médio, técnico e superior de ensino

Até 15 de julho

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No Estado de São Paulo, o Serviço Autônomo Municipal de Saúde - SAMS de Ibitinga abriu as inscrições do concurso público que preencherá oito vagas do seu quadro de pessoal. Haverá, ainda, formação de cadastro reserva de eventuais oportunidades. 

Aqueles que possuem diploma de conclusão de curso de ensino médio estão aptos aos empregos de atendente (1 vaga) e motorista socorrista (1), cujos respetivos salários iniciais são de R$ 1.046,93 e R$ 1.244,02. 

Já para os cargos de auxiliar de consultório dentário (1) e técnico em informática (1), a exigência é de curso técnico na área. Os vencimentos são de R$ 1.244,02 e R$ 1.561,70, respectivamente. 

Nível superior é requisito para os postos de assistente social (1), fisioterapeuta (1) e médico clínico geral (2). As respectivas remunerações são de R$ 1.561,70, R$ 1.637,30 e R$ 2.765,78. 

Interessados deverão se inscrever até o dia 15 de julho, através do endereço eletrônico www.aptarp.com.br. Os valores da taxa de participação são de R$ 50 para ensino médio e curso técnico e R$ 60 para nível superior.

 

Provas do concurso do SAMS de Ibitinga SP

 

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva. Ela contemplará 40 questões de múltipla escolha sobre as matérias de português, matemática, conhecimento SUS/ética médica e/ou conhecimentos específicos. 

A avaliação será aplicada no município de Ibitinga/SP no dia 5 de agosto, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado a partir do dia 21 de julho. 

A fase final do concurso do SAMS de Ibitinga será a prova prática, exclusiva para o cargo de motorista. Serão convocados os participantes aprovados e melhores classificados na objetiva, no total de dez candidatos. 

Continuar lendo

Atualizado: 05/07/2018 - 14:05

Condephaat SP: governador autoriza concurso com 15 vagas

Oportunidades serão para os cargos de oficial administrativo, analista sociocultural e arquiteto, com iniciais até R$ 4 mil. Edital neste semestre.

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O governador Márcio França divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quinta-feira, 5 de julho, a autorização para que seja realizado novo concurso público para o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat). O certame contará com uma oferta inicial de 15 vagas, sendo três destinadas para quem possui ensino médio completo e 12 para nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 4.041,68, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais.


Com a autorização, o próximo passo é constituir a  comissão responsável pelo certame,que ficará responsável pela contratação da banca que elaborará as provas. Somente então a data  da publicação do edital de abertura de inscrições poderá ser confirmada, mas a expectativa é de que o concurso seja iniciado ainda neste semestre.


As três vagas destinadas para quem possui ensino médio são para o cargo de oficial administrativo. Neste caso, a remuneração inicial é de R$ 1.329,29 em caso de 50% do Prêmio de Desempenho Individual (PDI) e R$ 1.535,94 para 100% do benefício.


Para nível superior a oferta será de seis vagas para o cargo de analista sociocultural e seis para arquiteto, ambos com necessidade de formação nas respectivas áreas.  No caso do analista sociocultural, o inicial é de R$ 2.402,05 para 50% do PDI e R$ 2.789,66 para 100%. Para arquiteto, R$ 4.041,68. Para ambas as carreiras, a jornada é de 40 horas semanais.

 


O órgão
O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico tem a função de proteger, valorizar e divulgar o patrimônio cultural no Estado de São Paulo. Nessa categoria se encaixam bens móveis, imóveis, edificações, monumentos, bairros, núcleos históricos, áreas naturais, bens imateriais, dentre outros.


Desde 1968 O CONDEPHAAT já tombou mais de 500 bens. Eles formam um conjunto de representações da história e da cultura no Estado de São Paulo entre os séculos XVI e XX

Continuar lendo

Atualizado: 05/07/2018 - 13:47

Guararapes SP divulga EDITAL de concurso com 19 vagas

Inscrições para o concurso da Prefeitura de Guararapes começam em 12 de julho. Edital apresenta oportunidades para profissionais de todos os níveis de ensino

Salários até R$ 6,8 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A cidade paulista de Guararapes, localizada a cerca de 550 km da capital, publicou edital de concurso para preencher 19 vagas no quadro de servidores da prefeitura.

 

Há ofertas de nível fundamental para motorista (2 postos) e operador de bomba e laboratório (1).  

 

Os cargos de fiscal de obras e posturas (1), fiscal de tributos (1) e professor de educação básica (1) cobram ensino médio.

 

As oportunidades de nível superior são para assistente social (1), bibliotecário (1), dentista (1), contador (1), diretor de escola (1), engenheiro (1), farmacêutico (1), fisioterapeuta (1), médico clínico geral (1), nutricionista (1), psicólogo (1), professor de artes (1) e professor de educação física (1).

 

O município oferece salários entre R$ 2.103,85 e R$ 6.849,48, já considerando o auxílio-alimentação mensal de R$ 480. 
    

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de Guararapes

 

 

As inscrições serão recebidas de 12 de julho a 12 de agosto, por meio do site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), banca que organiza a seleção. As taxas variam de R$ 50 a R$ 80.

 

O processo seletivo compreenderá prova objetiva para todas as vagas, em 30 de setembro, além de exame prático para motorista e análise de títulos para professor e diretor de escola, em datas a serem definidas.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Guararapes terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal. 

Continuar lendo

Shopping