Empurrando a pedra morro acima

Feche seus olhos agora e use a imaginação. Pense que está subindo um morro empurrando uma pedra maior que você - este é o seu retrato quando está em busca da realização dos seus sonhos

Daniel Sena
Publicado em 06/07/2016, às 10h49

Comparo a caminhada de qualquer pessoa em direção ao seu objetivo como a de alguém que empurra uma pedra morro acima. Feche seus olhos agora e use a imaginação. Pense que está subindo um morro empurrando uma pedra maior que você. Essa pedra tem um formato de esfera, é gigante e pesada, mas com sua força aos poucos vai conseguindo rolar ela morro acima.
Imaginou a cena? Pois é, este é o seu retrato quando está em busca da realização dos seus sonhos. Seja a aprovação em um concurso, seja a busca pela autonomia financeira, seja a manutenção do seu casamento; todos esses objetivos, para mim, são semelhantes a essa pedra. 
Veja como eu tenho razão. Do mesmo jeito que a pedra é pesada, a nossa caminhada costuma também ser. Por isso nos sentimos exaustos algumas vezes, porque é um caminho cansativo. É estafante estudar todos os dias para concurso. Ter que acordar cedo, ler material, assistir aula, fazer exercício e, às vezes, ainda ter que fazer isso sem vontade nenhuma. É muito cansativo.
Da mesma forma que olhamos para aquela pedra gigante e ela parece ser bem maior que a gente, também costumamos olhar para nossos objetivos e sentir como se eles fossem bem maiores do que nós. Essa impressão de que nossos desafios são maiores do que realmente são se deve ao fato do nosso olhar estar totalmente compenetrado no desafio. Veja como é gigante o desafio de um concurseiro. Ele estuda todos os dias e quando se inscreve para o concurso se depara com mais de um milhão de concorrentes. Olhar essa multidão e saber que todos eles querem a mesma coisa que você gera uma sensação de impotência, como se o desafio fosse bem maior do que você. Não é mesmo?
Mas de todas as características da pedra, a que mais me chama a atenção é que ela tem um formato de esfera. Se ela fosse um cubo provavelmente você nem sairia do lugar. Mas ela é uma esfera. Por mais pesada e grande que pareça, ela pode ser movida. Eu sei que seu caminho parece pesado e o desafio se apresenta maior do que você, mas eu quero que se lembre sempre do que vou lhe dizer: qualquer que seja o seu desafio, ele é um desafio possível.
Existe uma máxima no pensamento dos estudiosos da alta performance humana: se um ser humano fez, o outro também pode fazer. Se um ser humano consegue correr 50 metros em 10 segundos, qualquer outro também poderá correr. Se um ser humano passou em um concurso de juiz qualquer outro também poderá passar.
Os seres humanos saudáveis e medianos possuem uma estrutura neurológica semelhante, ou seja, o que determina se conseguiremos atingir ou não um objetivo não está relacionado com nossos caracteres humanos, mas com nossas atitudes. Desta forma, eu posso te afirmar que se você quiser correr 50 metros em 10 segundos você poderá fazê-lo, desde que repita o comportamento de quem já o fez. Se você quer passar em um concurso, você pode, desde que faça a mesma coisa que os que já passaram fizeram. E é exatamente nesse espelhamento comportamental que encontramos uma excelente estratégia para conquistarmos nossos objetivos.
Por mais que empurrar a pedra morro acima pareça ser algo impossível de ser feito, se alguém já o fez, então você também poderá fazer, desde que repita o comportamento de quem fez antes de você.
E o que costumam fazer os que chegam ao topo do morro com a pedra? Primeiro, eles nunca param de empurrar a pedra. Não desista do seu sonho. Não pare de estudar até passar. Por mais pesado que pareça, por maior que seja o seu desafio, você vai conseguir. 
Segundo, eles não dão ouvidos para os que não acreditam nele. Não existe nada mais prazeroso do que fazer algo que disseram para você que não conseguiria. Ignore as vozes que não acreditam em você. Na conquista dos seus objetivos, o único que precisa acreditar é você mesmo. Então continue até o fim.
Terceiro, corrija aquilo que não está funcionando. Essa história de que aprendemos com nossos erros é papo furado. Ninguém aprende com os erros. Aprendemos sim com a correção dos erros. Então ajuste seu caminho todas as vezes que perceber que algo não está funcionando. Pequenos ajustes farão diferença lá no final.  
Por mais que se considere o único nessa caminhada, você não é. Muitos estão lado a lado com você em busca da realização dos seus sonhos. Todos, em algum momento durante o trajeto, se cansam, pensam em desistir, acham que aquele sonho não é para ele. O que você está sentindo agora, as outras pessoas já sentiram também. E o que fizeram de diferente os que conseguiram atingir seus objetivos? Simplesmente lutaram até o fim! Então continue, porque quando você chegar lá em cima com essa pedra, a belíssima visão que terá do mundo compensará cada gota de suor rolada no seu rosto e todo sacrifício fará sentido. Pense nisso!
Daniel Sena, coordenador do Focus Concursos, professor de direito constitucional e especialista em concursos públicos. Facebook: /ProfDanielSena. Twitter: @ProfDanielSena. YouTube: ProfDanielSena.

Comentários

Mais Lidas