Sem pessoal, governo do DF declara estado de emergência

Concurso já está previsto no orçamento de 2019 e dependerá apenas de autorização governamental para ocorrer

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 08/01/2019 - 10:20 | Atualizado: 16/01/2019 - 11:08

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, publicou, nesta terça-feira, 8 de janeiro, em diário oficial, o decreto 39.619/19, que declara situação de emergência no âmbito da saúde pública no estado. Um dos motivos apresentados é o grande déficit de profissionais e recursos humanos, incluindo pediatras, clínicos, anestesistas enfermeiros e técnicos de enfermagem. O decreto determina que, durante seu prazo de validade, que será de 180 dias, o secretário de saúde deverá constituir uma força tarefa, no sentido de reduzir o déficit de força de trabalho, ampliando a carga horária dos servidores, bem como pela contratação de remanescentes de concursos públicos em validade e contratação de pessoal temporário.       

Além disso, a  SES/DF (Secretaria Estadual de Saúde)  já conta com previsão na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovada em 17 de dezembro, para realização de um grande concursos público, para o preenchimento de 6.255 postos, em diversas carreiras. Sancionado o orçamento, a seleção fica dependendo de autorização governamental.


De acordo com a LDO, a carreira com maior número de postos previstos é a de enfermeiro, com 1000 vagas, seguida de agente comunitário de saúde, com 782.


Os outros cargos com previsão de oferta de vagas são os seguintes: agente de vigilância ambiental em saúde (450), auxiliar em saúde (10), cirurgião dentista (267), especialista em saúde (72), médico  20 horas (326), médico 40 horas (30), técnico em saúde 30 horas (20), técnico em saúde 20 horas (10), auditor fiscal de atividades urbanas (10), técnico em higiene bucal (267), técnico administrativo (550), terapeuta ocupacional (200), técnico em radiologia (351), especialista em saúde – especialidade fisioterapeuta (200), especialista em saúde – especialidade nutricionista (400), técnico em saúde – especialidade de técnico em nutrição (200), técnico em saúde 20horas – especialidade de técnico em enfermagem (250), técnico em saúde 30 horas – especialidade de técnico em enfermagem (250), auditor de atividades urbanas – área de vigilância sanitária (30), técnico em saúde – técnico de laboratório – patologia clínica (200), auxiliar em saúde AOSD – patologia clínica (200), especialidade em saúde – biólogo (100) e médico veterinário (80).


Último concurso

O último concurso do órgão ocorreu em 2018, quando foram oferecidas 414 vagas, sendo 294 para médicos, 72 para especialistas em saúde na carreira de assistência pública à saúde, 30 para enfermeiro e 20 para técnicos da carreira de assistência pública à saúde.

A banca organizadora, na ocasião, foi o Instituto Iades.  

Vídeos Saúde

Notícias Saúde

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping