Saúde SP aguarda aval para novo concurso de 3.223 vagas

Tramita, na Secretaria de Gestão Pública, solicitação de novo concurso público da Secretaria Estadual de Saúde, para cargos de níveis fundamental , médio e superior, com iniciais até R$ 7.452

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 25/02/2019 - 11:16 | Atualizado: 25/02/2019 - 11:16

Há quase nove anos sem autorização para preenchimento significativo de vagas, a SES/SP (Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo) aguarda aval, por parte da Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP) sobre um pedido encaminhado em maio de 2018 para o preenchimento de 3.223 vagas, sendo 241 para cargos com exigência de ensino fundamental, 1.836 para ensino médio e 1.146 para cargos de nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 1.292.64 a R$ 7.542. 

De acordo com o último levantamento de pessoal, divulgado em 28 de abril, tendo como base até 31 de dezembro de 2017, a pasta conta com uma carência de nada menos do que 57.550 servidores, o que corresponde a praticamente metade do quadro total de pessoal, que é de 107.567. Além disso, é importante lembrar que o levantamento, divulgado em abril, tem como base até 31 de dezembro de 2017. Desta forma, é possível que a necessidade funcional tenha aumentado ainda mais desde então. 

Em 7 de setembro, o ex-governador Márcio França chegou a divulgar uma autorização para a realização de novos concursos públicos e convocação de remanescentes de concursos em validade, mas apenas para a reposição de postos que forem surgindo a partir da data da autorização e apenas durante o período de um ano. Além disso, o aval está limitado somente a funções-atividade diretamente ligadas à área de saúde.  

Desta forma, a eventual realização de novos concursos, com base nessa autorização, não diminui a necessidade de pessoal, nem contempla as 3.233 vagas do pedido encaminhado para a SGP/SP, uma vez que a autorização de setembro serve apenas para oportunidades que surgirem a partir desta data, que é posterior à solicitação.

Depois desta, o governo autorizou apenas alguns concursos pontuais, para preenchimento de poucas vagas, em alguns hospitais específicos.  

A Secretaria de Saúde não conta com possibilidade de realização de um grande concurso desde 15 de maio de 2015, quando encerrado o prazo de validade da última autorização para preenchimento efetivo de vagas em todo o órgão, que ocorreu em 2011.

Pedido de novo concurso

Das  3.223 vagas que estão sendo solicitadas no novo pedido encaminhado para a SGP/SP, o destaque fica para o cargo de técnico de enfermagem, que conta com pedido de 953 vagas. Neste caso, para concorrer é necessário possuir ensino médio e formação específica, com inicial de R$ 1.454,14 para 50% do Prêmio de Incentivo (PIN) e R$ 1.765,64 para 100% do benefício.

Outro destaque é para a carreira de oficial administrativo, também de ensino médio, com 332 vagas e inicial de R$ 1.292,64 para 50% do PIN e R$ 1.442,64 para 100%

Ensino Fundamental

No caso de ensino fundamental, o pedido é para os cargos de oficial de apoio à pesquisa científica e tecnológica (5 vagas, com inicial de R$ 1.672,42 para 50% do Prêmio de Incentivo – PIN – e R$ 1.972,43 para 100% do benefício), auxiliar de saúde (201, R$ 1.355,14 para 50% do PIN e R$ 1.569,64 para 100%), auxiliar de radiologia (1, R$ 1.342,64 para 50% e R$ 1.542,64), auxiliar de laboratório (31, R$ 1.342,64 e R$ 1.542,64) e auxiliar de apoio à pesquisa científica e tecnológica (3, R$ 1.526,63 e R$ 1.826,63).

Ensino Médio

Para ensino médio, além das 953 vagas de técnico de enfermagem e 332 para oficial administrativo, também estão sendo solicitados postos para técnico de radiologia (22, R$ 1.367,64 para 50% do PIN e R$ 1.592,49 para 100%), técnico de laboratório (39, R$ 1.367,64 e R$ 1.592,49),  técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica (8,R$ 2.449,19 e R$ 2.849,19), oficial operacional (65, R$ 1.292,64 e R$ 1.442,64), oficial de saúde (44, R$ 1.424,14 e R$ 1.705,64),   motorista de ambulância (150, R$ 1.275,14 e R$ 1.407,64), agente técnico de saúde (48, R$ 1.424,14 e R$ 1.705,84), agente de saúde (21, R$ 1.424,14 E R$ 1.705,84) e agente de apoio à pesquisa científica e tecnológica (4, R$ 2.083,05 e R$ 2.403,05).

Nível Superior

Por fim, para nível superior:  tecnólogo em radiologia (67, R$ 1.646,96 e R$ 1.871,96), pesquisador científico (20, R$ 4.729,94 e R$ 5.139,94), médico veterinário (1, R$ 2.616,10 e R$ 3.291,84), médico I – 24 horas (382, R$ 5.371,65 para 50% de Prêmio de Produtividade Médica – PPM – e R$ 7.452 para 100%), médico I – 20 horas (96, R$ 4.476,37 para 50% do PPM e R$ 6.210 para 100%), médico I – 12 horas (159, R$ 2.685,82 e R$ 3.726), executivo público (9, R$ 3.730,92 para 50% do PIN e R$ 4.261,42 para 100%), engenheiro (10, R$ 4.890,69 e R$ 5.240,69), enfermeiro (170, R$ 2.391 e R$ 3.266,10), cirurgião dentista (56, R$ 2.512,77 e R$ 2.762,77), assistente técnico de pesquisa científica e tecnológica (4, R$ 3.968,97 e R$ 4.718,97), agente técnico de assistência à saúde (167, R$ 1.972,43 e R$ 2.631,43), arquiteto (1, R$ 4.890,69 e R$ 5.240,69), analista sociocultural (2, R$ 2.364,45 e R$ 2.714,45) e analista administrativo (2, R$ 2.364,45 e R$ 2.714,45).

Além disso, o pedido também contempla o preenchimento de mais 150 vagas em caráter temporário, sendo 100 para o cargo de técnico de enfermagem, de ensino médio, e 50 para enfermeiros, de nível superior.

Concurso Anterior

A última grande autorização governamental, divulgada em 2011, pelo então governador Geraldo Alckmin, foi para o preenchimento de 3.266 vagas, que incluía 837 postos para auxiliar de enfermagem, 500 para enfermeiros e 700 para médicos, além de 150 auxiliares de serviços de saúde

Vídeos Secretaria de Saúde

Notícias Secretaria de Saúde

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping