MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Brasileiros preferem cursos online para qualificação profissional

Segundo a pesquisa, os cursos onlines são os preferidos dos brasileiros pela facilidade para a realização da formação. Apesar disso, os cursos de graduação presencial ainda tem prioridade

Brasileiros preferem cursos online para qualificação profissional
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/04/2023, às 18h12

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A pesquisa Skills Outlook Employee View, divulgada nesta segunda-feira (24) no Brasil, revelou que mais de 80% dos brasileiros preferem cursos online de curta duração como a melhor maneira de se qualificarem para o mercado de trabalho. 

Realizada pela Pearson em parceria com o Google, a pesquisa ouviu 4 mil trabalhadores do Brasil, da Índia, do Reino Unido e dos Estados Unidos, entre agosto e setembro do ano passado, sendo mil de cada país, e foi divulgada globalmente no último dia 20.

+Mercado Livre abre processo seletivo para contratar 5 mil profissionais no Brasil

A pesquisa identificou que, embora a educação formal ainda seja valorizada pelos trabalhadores no Brasil, mais de 40% acreditam que é possível construir uma carreira de sucesso sem um curso universitário, em comparação com 34% que preferem uma formação formal em uma universidade ou um treinamento longo para aprender novas habilidades para suas carreiras. Além disso, 22% dos brasileiros optam por se capacitarem por meio de sites e aplicativos online.

De acordo com Eduardo Leite, diretor de Produto da Pearson, o Brasil apresenta algumas peculiaridades em relação aos outros países. 

"Os brasileiros têm uma urgência maior no entendimento de que precisam de qualificações constantes. O Brasil tem esse destaque. Entende que precisa se qualificar mais para se manter relevante no mercado de trabalho e conseguir alçar melhores posições dentro das suas carreiras", destacou Leite. Essa urgência é comparada somente com a da Índia. Além disso, o Brasil é um país onde se vê um maior crescimento de pessoas que acreditam que é possível ter uma boa carreira sem educação formal. "Essa é uma mudança bastante grande que se vê nos últimos anos", ressaltou Leite.

A pesquisa também apontou que os trabalhadores brasileiros estão focados em desenvolver soft skills (habilidades brandas), sendo o Brasil um dos países com maior interesse nesse tipo de habilidades, em comparação com as habilidades técnicas (hard skills). 

+Processo seletivo da Prefeitura de Itapetininga oferece 44 vagas para motoristas de ônibus

As seis habilidades consideradas mais importantes pelos brasileiros são trabalho em equipe, liderança, habilidades linguísticas, tomada de decisão, comunicação e agilidade. No entanto, a pesquisa sugere que, nos próximos cinco a dez anos, as hard skills focadas em tecnologia serão consideradas as mais necessárias.

Destaques da pesquisa para cursos online

Outro ponto destacado na pesquisa é o interesse dos trabalhadores brasileiros em desenvolver um novo idioma, principalmente o inglês, como forma de ampliar suas possibilidades de empregabilidade, especialmente em carreiras de tecnologia, onde as oportunidades de emprego fora do país ou em multinacionais são crescentes. 

Essa é uma diferença em relação a países de língua inglesa, onde o inglês é a língua nativa.

+Jornada de trabalho de 4 dias semanais pode impulsionar economia local. Veja países que aderiram o modelo

Além disso, a pesquisa apontou que os trabalhadores brasileiros buscam flexibilidade na forma de aprender, devido a questões de mobilidade e tempo gasto no transporte. 

Por isso, preferem opções que ofereçam flexibilidade, como estudar no próprio ritmo ou em momentos diversos. Essa é uma tendência em expansão no Brasil, com aplicativos e plataformas online sendo as formas preferidas de aprendizagem.

+++Acompanhe as principais informações sobre Empregos, Estágio e Trainee no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.