MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Confira 15 dicas para conquistar a recolocação profissional

Veja dicas selecionadas por especialista em mercado de trabalho para melhorar as chances de recolocação profissional

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 16/02/2022, às 08h49 - Atualizado às 08h55

Recolocação profissional
Recolocação profissional - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Quem é que nunca ouviu a frase: “Ano novo, oportunidades novas”? Para muitos profissionais, a chegada de 2022 representa uma chance para conquistar a recolocação no mercado de trabalho. Contudo, para alcançar essa façanha é preciso ter foco nos objetivos e disciplina para atualização de conhecimentos e contatos. Uma das primeiras ações é o planejamento das metas, como definir a área de atuação, a pretensão salarial e quem são as pessoas que poderiam ajudar com indicações e dicas de oportunidades. Além disso, é fundamental “não atirar para todo lado”. Confira!

“O foco de quem planeja voltar ao mercado em 2022 é valorizar a própria experiência, reativar os contatos e tratar a procura como trabalho, com horas definidas para análise das oportunidades e qualificação, para não desperdiçar energia com muitas candidaturas. Também vale sempre se manter atualizado, há muitos cursos e materiais gratuitos.”, diz Luciana Calegari, especialista em RH na Vagas.com.

Veja abaixo algumas dicas selecionadas pela especialista para melhorar as chances de recolocação no mercado de trabalho.

  1. Defina seus objetivos - Quais são suas áreas de interesse? Em que empresas você gostaria de trabalhar? Que cargo você pretende alcançar nos próximos dois, cinco e dez anos? Responder a essas perguntas ajuda a traçar as metas de empresas, vagas e pretensão salarial para sua busca. Você já tem experiência e as candidaturas mais direcionadas têm mais chance de sucesso.
  2. Crie uma rotina - Inclua a busca por emprego na sua rotina como uma tarefa de trabalho. Separe algumas horas do seu dia para pesquisar as vagas e os requisitos compatíveis com o seu perfil. Analise as competências exigidas e se você cumpre os requisitos ou se é hora de atualizar os conhecimentos.
  3. Atualize seu currículo - Reserve um tempo para atualizar o currículo com as informações mais recentes sobre você. Mas nada de complicar: linguagem objetiva e destaque para as principais habilidades e experiências. O currículo é a porta de entrada para qualquer processo seletivo e as empresas dão preferência aos perfis com data de atualização recente.
  4. Faça novos cursos - Muitos cursos gratuitos online estão à disposição. Filtre as opções de acordo com seus objetivos e pense em habilidades que poderia melhorar. Além do benefício próprio, recrutadores vão valorizar seu interesse em aprendizado contínuo.
  5. Foco em alguns mercados - Alguns mercados estão em baixa e investir sua energia e seu tempo nesses ramos pode não trazer resultados concretos. Acompanhe as notícias e concentre sua atenção em empresas e segmentos que vêm se destacando mesmo com a crise.
  6. Ajuste sua pretensão salarial - Ajudar sua pretensão salarial à realidade do mercado é muito importante para conseguir uma recolocação, especialmente em momentos em que o mercado não está aquecido. Pesquise como anda o salário médio para sua função e seu nível de experiência. Talvez você não consiga ter o mesmo salário do seu último trabalho, mas fazer esta adequação de expectativas pode ser uma forma de conseguir recolocação mais rápido. Vale a pena conversar com colegas da sua área e fazer um levantamento informal.
  7. Ative sua rede de contatos - Falando nos colegas da área, networking continua sendo fundamental. Não se esqueça de quem já trabalhou na mesma equipe ou empresa. Essas pessoas são contatos não apenas para indicações, mas para outras vagas, conhecimentos e estratégias que ajudam a direcionar sua busca. Lembre-se: networking é uma via de mão dupla.
  8. Atenção com as redes sociais - Para fazer networking, as redes sociais ajudam muito. Mas cuidado na hora de emitir opiniões. Busque ser ponderado e utilizar fontes confiáveis de informação. As redes não servem apenas para o contato com amigos, família e colegas profissionais, mas como informação sobre você para os recrutadores.
  9. Pesquise trabalhos temporários - Trabalhar apenas alguns dias, mas com uma carga elevada de atividades, pode render dinheiro para o pagamento de algumas contas. Se a carteira assinada não está fácil, projetos com prazo determinado podem ser uma opção viável para atualizar as experiências e ficar em evidência.
  10. Prepare-se para a entrevista - Você já definiu objetivos e enviou currículos para as oportunidades adequadas ao seu perfil. Prepare-se bem para a entrevista, seja presencial ou on-line. Confira as condições do trajeto até o local ou a conexão de internet e fique disponível com antecedência. Que tal estudar a empresa, os principais projetos e as informações relacionadas à vaga? Também é importante ter na ponta da língua experiências e projetos de destaque da sua carreira, assim como qualidades e pontos de melhoria.
  11. Seja sincero - Exagerar sobre suas capacidades pode ser tentador, mas os entrevistadores notam vão notar. Admitir que falta uma determinada habilidade não é um ponto negativo, mas uma oportunidade para demonstrar pró-atividade. Destaque sua vontade de absorver novos conhecimentos e seja honesto sobre as competências atuais.
  12. O recrutador está te avaliando - Por mais que a entrevista tenha um tom cordial, o momento é de análise da sua experiência e da sua postura. Escute com a tenção, não atropele a fala do entrevistador e evite olhar para o celular. A primeira impressão é a que fica.
  13. Repense as escolhas - A demissão traz a oportunidade de fazer escolhas e, se for o caso, mudar os rumos. Muitas pessoas são limitadas pelo trabalho que têm ou pela renda que alcançaram e, quando perdem o emprego, se surpreendem ao ver que a demissão foi a chave que abriu outras possibilidades.
  14. Procure fazer o que gosta - Busque vagas que tenham conexão com seus gostos: eventos, artesanato, tecnologia, música, bebês ou gastronomia são temas que podem ser utilizados em um novo trabalho com mais realização e autoestima.
  15. Não desanime - Procurar trabalho é trabalho. Apesar das dificuldades, mantenha o foco na busca pela recolocação e use as experiências para aperfeiçoar sua candidatura.

Está em busca de uma vaga no mercado de trabalho?

Se você está em busca de uma nova oportunidade no mercado de trabalho, seja uma vaga de emprego, estágio ou trainee, fique ligado no site do JC Concursos! Na editoria de empregos, publicamos diariamente diversas notícias sobre processos seletivos, dicas de carreira e muito conteúdo sobre empregabilidade para trabalhadores de todos os níveis de escolaridade e de todo o Brasil. O JC ainda dispõe de uma página exclusiva com informações sobre empresas da iniciativa privada com vagas abertas no momento.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesempregos

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.