O que faz um Engenheiro da Computação?

O Engenheiro da Computação é aquele profissional que reúne conhecimentos de informática e engenharia eletrônica. Confira, a seguir, todas as características da profissão!

Redação | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 09/08/2019, às 11h07 - Atualizado às 11h09

Engenharia da computação
Shutterstock

O Engenheiro da Computação é aquele profissional que reúne conhecimentos de informática e engenharia eletrônica, necessários para que possam desenvolver novos produtos, encontrar soluções para o bom funcionamento das máquinas e programas e a integração entre eles. Confira, a seguir, todas as características da profissão!

A área de Engenharia da Computação

A área de Engenharia da Computação é focada no projeto e desenvolvimento de equipamentos computacionais. O Engenheiro da Computação executa tarefas relacionadas ao planejamento e implementação de sistemas de hardware – máquinas que processam eletronicamente as informações com seus circuitos, placas, equipamentos e sistemas – e software – programas que fazem essas máquinas funcionarem – em equipamentos, aplicações industriais, redes de comunicação, entre outros.

Para Winston Sonehara, especialista na área, esse profissional deve possuir visão sistêmica e integral da área de computação, bem como dominar os fundamentos teóricos, científicos e tecnológicos relacionados às áreas de Computação, Física e Eletricidade. "O Engenheiro de Computação deve aplicar seus conhecimentos de forma independente e inovadora, acompanhando a evolução do setor e contribuindo na busca de soluções nas diferentes áreas aplicadas; possuir capacidade para iniciar, projetar, desenvolver, implementar, validar e gerenciar qualquer projeto de software ou hardware e integrar ambos; ser apto a projetar e desenvolver sistemas embarcados, sistemas para automação industrial e para controle de processos; saber modelar e especificar soluções computacionais para diversos tipos de problemas", afirma Sonehara.

Vale ressaltar que o Engenheiro de Computação reúne conhecimentos das áreas de Informática e Engenharia Eletrônica, necessários para que possa desenvolver novos produtos, encontrar soluções para o bom funcionamento das máquinas e programas e a integração entre eles. Seu campo de atividades abrange não só computadores, mas tudo o que necessita ser informatizado nos mais variados setores: bancos, indústrias que se utilizam de linhas de montagem, indústria farmacêutica, indústria de aviação etc.

"O Engenheiro da Computação pode trabalhar com hardware (máquinas e dispositivos), envolvendo PCs (Personal Computer), software (programas e sistemas), redes de comunicação, banco de dados, automação de sistemas e processos industriais, além de projetar e construir máquinas, trabalhar com equipamentos e soluções de robótica, podendo criar sistemas operacionais e desenvolver linguagens específicas", explica o diretor, que acrescenta: o profissional formado poderá atuar em diversas empresas, em áreas ligadas aos processos industriais automatizados, desenvolvendo soluções em software, hardware e integrando sistemas, tendo um amplo e promissor campo de trabalho à sua espera".

Engenheiro da Computação: o Curso de Graduação

Para quem quer seguir carreira de Engenheiro da Computação, não basta apenas gostar de computador. É preciso também ter facilidade para Matemática e Física. "O aluno que pretende fazer o curso precisa ser proativo, empreendedor na busca do saber, gostar de novos desafios e de pessoas, pois estas serão seus clientes no futuro, enfim, ser um especialista em ‘gente’ para atingir o sucesso na profissão", completa Sonehara.

"O curso tem por objetivo capacitar o aluno para o desenvolvimento tecnológico da computação (hardware e software) visando atender às necessidades do mercado e da sociedade modernos. Para tanto, o formado terá habilidades na área da Engenharia, com apurado raciocínio lógico e matemático, além de grande familiaridade com os conceitos que envolvem Eletrônica, Física, Matemática, Controle, Automação, Telecom, além de amplo domínio da Computação", destaca o especialista.

Engenheiro da Computação: mercado de trabalho

Para o especialista, o mercado de trabalho para o Engenheiro da Computação está em plena expansão. Segundo ele, as soluções computacionais estão presentes em praticamente todas as áreas de atuação do profissional moderno. "Considero promissora a atuação nos segmentos de Banco de Dados, Redes, Desenvolvimento e Integração de Sistemas, Empreendedorismo, Gestão e Inteligência nos Negócios, Automação Industrial, Robótica, Computação Gráfica, Desenvolvimento de Aplicativos para Integração de Tecnologias (celular com Internet, TV com Internet, VoIP) e de Convergência Tecnológica (mídia, voz e som)", relata Sonehara.

"Favorecidos por um amplo campo de atuação, o Engenheiro de Computação não tem problemas para arrumar emprego. Isso sem contar o mercado potencial no exterior, onde empresas recrutam profissionais para trabalhar nos Estados Unidos e Canadá, entre outros países. Por outro lado, o profissional deve ter em mente que em todas as áreas da informática estuda-se muito e que é imprescindível manter-se atualizado sempre", finaliza Winston.

Este texto foi atualizado em agosto de 2019.

empregos

Comentários

Mais Lidas