O que faz um Técnico em Radiologia?

Profissional desenvolve atividades na área da saúde. Opera equipamentos de radiologia geral, além de atuar na administração de serviços radiológicos e gestão de qualidade

Redação
Publicado em 30/09/2019, às 09h38

tecnico em radiologia
Shutterstock

Radiologia (Técnico em Radiologia) é o estudo científico dos raios X e dos campos radiativos para diagnósticos de doenças. Esse método por imagem possibilita ao médico a obtenção de informações com maior rapidez e eficácia.

O Técnico em Radiologia é habilitado a desenvolver atividades técnicas e científicas na área da saúde. Tem conhecimento para operar equipamentos de radiologia geral, radiologia digital, mamografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, atendendo a pacientes, além de também atuar na área de processamento de imagens, administração de serviços radiológicos e gestão de qualidade.

"O Técnico em Radiologia atua em procedimentos médicos que utilizam radiação ionizante. O segmento mais significativo para atuação deste profissional é a área médica, onde se responsabiliza pela produção das imagens que os médicos radiologistas analisam para obter um diagnóstico", explica Amaury de Castro, mestre em medicina nuclear pela Universidade de São Paulo.

Trata-se de uma especialidade médica que se renova e avança a cada dia, em um processo de modernização que, além de investimentos, exige um esforço contínuo de atualização por parte dos profissionais.

Por conta disso, os especialistas em Radiologia e Diagnóstico por Imagem devem ter uma participação ativa também na atenção básica à saúde, participar de reuniões multidisciplinares com as demais especialidades médicas, discutindo e divulgando os novos métodos de diagnóstico, permitindo a outros especialistas o conhecimento e a indicação do melhor exame para cada situação.

"Além da área médica, onde atua nos setores de radiologia diagnóstica, tomografia computadorizada, ressonância magnética, ultra-som, medicina nuclear e radioterapia, o Tecnólogo também poderá trabalhar com radiologia veterinária; industrial, em empresas dos setores metalúrgico e alimentício, e odontológica", relata Castro.

Técnico em Radiologia: características do curso

Segundo informa o educador da Uninove, o curso Técnico em Radiologia pode ter duração de três anos (no caso de tecnólogo), com carga horária total de 3.270 horas. Os alunos têm aula de Anatomia, Fisiologia, Patologia, Física das Radiações, Radiologia Convencional, Processamento de Imagens Digitais, Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética, Medicina Nuclear e Radioterapia, além de diversas horas destinadas a atividades complementares e estágio supervisionado.

Antes de ingressar no curso, o estudante deve ter uma idéia clara quanto a sua aptidão para o desempenho da profissão, procedimento fundamental não apenas para aspirantes à carreira no segmento de Radiologia, mas para todo e qualquer setor.

De acordo com o especialista, o candidato que escolher ser um Técnico em Radiologia deve gostar da área da saúde, para conhecer o corpo humano, principalmente de anatomia, e também se interessar por tecnologia. "Assim como a fotografia migrou para era digital, a Radiologia segue o mesmo caminho", aponta.

Técnico em Radiologia: Mercado de trabalho

Para Castro, o mercado para profissionais de Radiologia depende do investimento dos hospitais e clínicas em equipamentos rediológicos, que geralmente são importados."Neste cenário, o Técnico em Radiologia está se tornando um profissional de destaque, pois possui uma formação sólida em radiodiagnóstico", enfatiza, que faz uma ressalva: "faltam profissionais qualificados no mercado para operar tais equipamentos".

Na visão do especialista, ainda existem alguns nichos de mercado pouco explorados pelo Técnico em Radiologia e que apresentam tendência de crescimento. "O Brasil ainda não acompanhou o desenvolvimento verificado em países de primeiro mundo nas áreas de radiologia digital; de medicina nuclear PET/CT [Tomografia por Emissão de Pósitrons]; e radiologia veterinária", lamenta Castro.

Toda carreira tem atrativos e aspectos menos favoráveis. "O ponto alto em Técnico em Radiologia é o fato de ser uma profissão nova e em pleno desenvolvimento, o que proporciona muitas oportunidades de emprego. Por outro lado, o trabalhador tem uma jornada de trabalho de 24 horas semanais, o que torna esse profissional caro, pois a maioria que trabalha na área da saúde não tem essa restrição", destaca Castro.

Este texto foi atualizado em setembro de 2019.

empregos

Comentários

Mais Lidas