Retomada econômica: veja os setores que devem gerar empregos

Com o Plano SP, projeto do Governo de São Paulo que visa a retomada econômica do Estado, muitos setores poderão abrir suas portas novamente e gerar empregos no mercado de trabalho

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 02/06/2020, às 09h40 - Atualizado às 10h04

Retomada Economica
Divulgação

Com o Plano SP, projeto do Governo de São Paulo que visa a retomada econômica do Estado, muitos setores poderão abrir suas portas novamente, com liberação gradual de algumas atividades e gerando empregos no mercado de trabalho. Na capital, deste a última segunda-feira, 1°, a Prefeitura recebe protocólos setoriais para a reabertura do comércio.

No interior paulista, cerca de 32 shoppings centers foram abertos, com a permissão do Governo de São Paulo, nas cidades de Botucatu, Guaratinguetá, Hortolândia, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santa Barbara d’Oeste, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Taubaté e Valinhos. É uma boa oportunidade para quem busca uma vaga de trabalho, pois muitas lojas desses estabelecimentos devem retomar as contratações.

Em Indaiatuba, o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) voltou a atender a população de forma presencial e está com diversas vagas abertas: lavador de carros, motorista de caminhão, serralheiro, auxiliar de limpeza, chefe de cozinha, cuidador de idoso, empregado doméstico, auxiliar de manutenção predial, ajudante de padeiro, costureiro, entre outras. Mais informações podem ser conferidas aqui.

Um setor que segue com forte demanda de profissionais e pode ser a porta de entrada para o mercado de trabalho neste momento de retomada gradual da economia é a área de tecnlogia de informação. Cerca de 900 vagas estão abertas no setor em diversas funções e distribuídas por praticamente todas as regiões do Estado de São Paulo.

Com a retomada econômica, há vagas nas carreiras de arquiteto de software, desenvolvedor Java, analista de sistemas, desenvolvedor web, especialista em SAP BW, arquiteto Java, analista de suporte técnico, webdesigner, gerente de projetos, administrador de redes, consultor, dentre outras. Confira todas as informações clicando aqui.

Na capital, que já teve sinal verde do plano de reabertura do Estado, boa parte do comércio e os shoppings permanecem fechados, já que o prefeito Bruno Covas estendeu a quarentena até 15 de junho. A retomada econômica de alguns estabelecimentos dependerá de diversas condições. “Esses protocolos envolvem temas como a questão do distanciamento, da higiene, a orientação necessária para os clientes, horários alternativos de funcionamento, possibilidade de agendamento, além de questões de fiscalização e autotutela que as associações vão fazer sobre os seus associados”, disse o prefeito Bruno Covas na última semana.

Na cidade de São Paulo, que neste momento está na Fase 2 (veja o quadro abaixo), prevê o retorno controlado do funcionamento do comércio de rua, shoppings, atividades imobiliárias, concessionárias e escritórios em horários pré-definidos. Mesmo com redução no número de funcionários em atividade, cerca de apenas 20% trabalhando simultaneamente, novas oportunidades de emprego podem surgir, especialmente para quem se adequar as condições exigidas pelas empresas.

(Imagem: Governo do Estado de São Paulo)

Entenda as fases da reabertura econômica de São Paulo

O Estado de São Paulo foi dividido em zonas de risco, levando em conta indicadores de capacidade dos hospitais públicos e privados, além da evolução da doença. São cinco fases que ajudarão na identificação, sendo a fase 1 a mais crítica, onde a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está acima de 80%; Na fase 2 estarão as zonas de controle, com ocupação entre 60% e 80%; a fase 3 será a da flexibilização (abaixo dos 60%). Vale destacar que todo o Estado está enquadrado nessas três fases.

Já a fase 4 será a da abertura parcial e serão regiões onde os leitos hospitalares estão com ocupação abaixo dos 60% e baixa incidência de novos casos; e a fase 5 será denominada normal controlado – este último ainda sem previsão.

Se você procura uma oportunidade de emprego, saiba que milhares de vagas estão abertas pelo Brasil. Há vagas em diversas empresas da iniciativa privada para você se candidatar e voltar ao mercado de trabalho. Veja todas as informações sobre empregos, mercado de trabalho, estágios e trainees com processos seletivos recém-publicados clicando aqui.

empregos

Comentários

Mais Lidas