Programa capacitará pescadores da zona portuária

Cerca de 500 pescadores poderão participar do programa.

Redação
Publicado em 17/02/2010, às 09h30

Cerca de 500 pescadores e suas famílias do entorno da Baía de Sepetiba, na região metropolitana do Rio de Janeiro, poderão participar de um programa de capacitação e qualificação profissional nas áreas de mecânicas de motores, técnica em eletricidade, educação ambiental e outras atividades relacionadas ao reparo das embarcações.

Os cursos serão patrocinados pela Secretaria de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro em parceria com a empresa LLX Sudeste operações Portuárias. O convênio prevê também o monitoramento das atividades de pesca nos municípios localizados na Baía de Sepetiba.

O secretário de Agricultura, Chistino Áureo, explicou que a parceria entre o poder público e a iniciativa privada não é inédita e vem rendendo frutos para a zona portuária da cidade.

“Este acordo é mais uma parceria que estabelecemos com o grupo EBX, com o qual estamos implantando o projeto Arca - Arte Culinária e Agricultura Sustentável, na zona portuária do Rio de Janeiro. Inspirado nas melhores escolas de gastronomia da Europa, o Arca vai formar, em três anos, especialistas em culinária, bebidas, serviços e materiais usados na alimentação, com a mais inovadora tecnologia”, disse.

As aulas estão previstas para começar no final de fevereiro e os cursos de capacitação para os pescadores serão realizados em Itaguaí. Paralelamente, palestras serão ministradas criando assim mais um canal de comunicação entre o governo do Estado e o setor pesqueiro.

Ronie Anderson/SP

Veja também:

Salad Creations/SP: rede de alimentação seleciona estagiários

Femsa/MS/RJ/SP: grupo abre dez vagas para trainee 

Comentários

Mais Lidas