Varejista de moda inicia seleção de trainees

Os inscritos passarão por cinco fases até a escolha dos profissionais que trabalharão nas lojas brasileiras da marca.

Redação
Publicado em 11/03/2011, às 13h41

A Riachuelo, empresa integrante do grupo Guararapes, começa a receber inscrições para o Programa de Trainees, que selecionará 30 jovens para atuação nas lojas da companhia espalhadas por todo o país.

As oportunidades se aplicam aos candidatos que terminaram cursos de nível superior em exatas ou humanas entre julho de 2007 e julho de 2011, e a estudantes do último semestre da graduação nessas áreas.

Além desses pré-requisitos, os interessados em participar do processo seletivo precisam ter disponibilidade total para residir em outras cidades e/ou estados brasileiros e talento para administração comercial e gestão de pessoas. Fluência em inglês e desejo de estabelecer uma carreira ágil e promissora em setores considerados chave pela varejista são competências desejáveis.

Profissionais e graduandos que se enquadram no perfil buscado e se identificam com as chances precisam fazer a inscrição no site www.ciadetalentos.com.br/t raineeriachuelo até 17 de abril.

Os inscritos enfrentarão cinco etapas de seleção até a admissão, compostas por análise eletrônica de currículos, testes online, laboratório de competências, painel de negócios com gestores e entrevista final com a diretoria. Os aprovados começaram a trabalhar em julho.

O Programa de Trainees da Riachuelo tem foco na formação de líderes. Por isso, durante 12 a 18 meses, prepara os contratados para assumirem postos de gerente de loja, a partir do treinamento em quatro vertentes.

A primeira é a operacional, para conhecimento dos principais processos da operação de uma loja. Em segundo lugar vem a supervisão, na qual o trainee acompanha e executa as funções de encarregados e supervisores. Na terceira fase, o colaborador forma uma visão global da empresa, a partir do acompanhamento de atividades e da participação em workshops; treinamentos técnicos, comportamentais e práticos, e visitas monitoradas às filiais e centro de distribuição. Por fim, o funcionário segue as tarefas do gerente de loja e as executa sob a supervisão do treinador, agindo como um segundo gerente.

A metodologia tem mostrado resultados positivos. Um dos mais expressivos é o atual quadro de executivos, 90% composto por ex-trainees do programa, criado há 25 anos.

Pâmela Lee Hamer

Veja também:

Estágio e trainee: Natura busca novos talentos para a América Latina

Abatimento na mensalidade/SP: Bolsa Universidade contemplará mais de 5 mil alunos

Até sexta-feira/SP: Até essa sexta-feira: Cummins inscreve para chances de estágio

Comentários

Mais Lidas