MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Anvisa aprova vacina da covid em crianças de nova faixa etária; confira

Comissão técnica da Anvisa aprova vacina da covid em crianças nesta quarta (13), após avaliação dos benefícios. Veja como deve ser a vacinação do novo grupo

Glícia Lopes* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 13/07/2022, às 22h06

Menino sorri recebendo vacina no braço | Foto: Freepik
Menino sorri recebendo vacina no braço | Foto: Freepik
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Após se reunir com a comunidade científica nesta quarta-feira (13), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deliberou a aplicação da vacina da covid em crianças de um novo grupo. Antes da decisão, apenas a faixa etária a partir de 6 anos de idade podia se vacinar no país.

A vacinação contra a covid-19 em crianças menores de 5 anos já é realidade para alguns países do mundo. Após estudos que comprovaram a eficácia da imunização nesse grupo, países como Estados Unidos, China e Chile adotaram a vacinação para crianças, que também correm risco de desenvolver casos graves da doença.

A decisão em liberar a aplicação da vacina em crianças no Brasil se deu de forma unânime, após consulta com cinco diretores da Anvisa, bem como a relatora da avaliação, também diretora da agência. O processo analisou a solicitação do Instituto Butantan que, desde março deste ano, havia solicitado ao órgão a aplicação da vacina produzida pelo Instituto em parceria com a Fiocruz no Brasil.

+++ Surto de varíola dos macacos: Brasil registra 120 novos casos em cinco dias; confira o quadro

Como deve ser a aplicação da vacina da em crianças

A Anvisa autorizou nesta quarta-feira (13) a aplicação da Coronavac em crianças com idade entre 3 e 5 anos. A vacinação vai ocorrer da mesma forma como aconteceu com os demais grupos: aplicação de duas doses, com intervalo de 28 dias entre cada aplicação. Além disso, o imunizante deve ser o mesmo aplicado em adultos e crianças com imunidade comprometida também podem receber a vacina.

Tanto as crianças, quanto bebês a partir de um ano apresentaram uma alta na taxa de mortalidade em decorrência da covid-19. Um estudo realizado pela Fiocruz observou que as mortes entre as crianças menores de 5 anos foi igual ou pior, em comparação com o pior período deste ano, com o pior do ano passado. Segundo o instituto “esse padrão de aumentos nas mortes de crianças se repetiu e foi de 82% naqueles de 2-4 anos e de 54% em crianças de 0-1 ano de idade.”

Apesar da liberação da agência, ainda não foi estabelecido cronograma de vacinação do novo grupo. Ainda vão verificar a disponibilidade das doses para planejar a imunização. Além disso, o Ministério da Saúde informou ao G1 que ainda vai avaliar a vacinação de crianças com idade entre 3 e 5 anos junto à junto à Câmara Técnica Assessora em Imunizações, o que apresenta possível impasse da pasta, já que a agência que regula a saúde no Brasil já aprovou a imunização.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Saúde no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.