UFAM concede bolsas de R$ 400 para jovens tutores

Serão escolhidos ao todo 26 estudantes, que receberão o valor durante 12 meses. Os bolsistas deverão auxiliar no processo de ensino-aprendizagem de disciplinas com maiores índices de retenção.

Redação
Publicado em 28/12/2011, às 10h27

O Programa Institucional de Bolsas de Apoio Pedagógico (PIAP), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), localizada em Manaus, está recebendo inscrições de estudantes de graduação de diversas áreas, matriculados na própria instituição.

Serão escolhidos ao todo 26 universitários, que receberão bolsa de R$ 400, durante 12 meses. Os bolsistas deverão auxiliar no processo de ensino-aprendizagem de disciplinas com maiores índices de retenção.

Os benefícios serão concedidos nas disciplinas com maior índice de reprovação no Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA/Humaitá); Instituto de Saúde e Biotecnologia (ISB/Coari); Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ/Parintins); Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas (ICET/Itacoatiara); e Faculdade de Tecnologia - FT.

As disciplinas são as seguintes: cálculo I, cálculo II, álgebra linear I, fundamentos de matemática, métodos quantitativos, matemática elementar, fundamentos de física, bioestatística, química geral e analítica, química geral e química geral I.

As inscrições serão aceitas até o dia 23 de janeiro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, nas coordenações acadêmicas do IEAA, ISB, ICSE, ICET e FT.

Deverão ser entregues formulário de inscrição (disponível em: www.proeg.ufam.edu.br, no anexo I), uma foto 3X4 recente, histórico escolar, carta de motivação, cópia do RG e CPF, termo de compromisso (no site, no anexo II), declaração de que não tem vínculo empregatício e não recebe bolsa de outro programa – com exceção de bolsa permanência; e cópia do comprovante de endereço com CEP.

Aqueles que quiserem desenvolver o trabalho de tutoria dever estar matriculados no curso de licenciatura ou bacharelado e já ter concluído a disciplina com bom desempenho. Os universitários também não poderão ter mais que duas reprovações no curso.

Luana Almeida

Veja também:

SP e RJ:Natura busca universitários de diversas áreas

Estágio/SP:Projeto RH tem 40 vagas para capital e interior

Comentários

Mais Lidas