MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

ACABOU! Governo Federal encerra programa de carros populares

O programa de incentivo à compra de carros populares chegou ao fim, com a liberação de todos os recursos disponíveis

ACABOU! Governo Federal encerra programa de carros populares
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/07/2023, às 15h00

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Com o esgotamento dos recursos disponíveis, o governo encerrou o programa de incentivo à compra de carros populares nesta sexta-feira (7). Segundo balanço divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), foram comercializados 125 mil carros com descontos que variaram entre R$ 2 mil e R$ 8 mil, representando uma redução de 1,7% a 11,7% no preço final.

Os descontos alcançaram até 21% em alguns casos, impulsionados pelas iniciativas das montadoras e concessionárias. O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, destacou o interesse despertado também em carros acima de R$ 120 mil, ampliando as vendas e beneficiando o setor automotivo.

+App Threads pode desbancar o Twitter? Zuckerberg deixa recado para Musk

O programa contou com a participação de nove montadoras, que disponibilizaram 117 modelos de carros. A última semana de junho registrou a maior venda dos últimos 10 anos, com o recorde histórico de 27 mil veículos emplacados em um único dia. Essa marca superou até mesmo o período de maior produção da indústria automotiva, quando a fabricação chegou a 3,8 milhões de veículos.

Dos R$ 800 milhões disponíveis para veículos leves, R$ 650 milhões foram liberados, enquanto os R$ 150 milhões restantes serão utilizados para compensar a perda de arrecadação de impostos decorrente dos descontos.

No entanto, o programa continua em vigor para a compra de caminhões, vans e ônibus. Os créditos tributários podem ser utilizados por mais quatro meses ou até se esgotarem. Até o momento, já foram utilizados R$ 100 milhões para caminhões e R$ 140 milhões para vans e ônibus, dos R$ 700 milhões e R$ 300 milhões previstos, respectivamente.

+Último dia para se inscrever no processo seletivo do Fies: não perca essa oportunidade!

A utilização dos créditos para veículos pesados é um processo mais demorado, pois o programa tem como objetivo a renovação da frota. Além disso, há a necessidade de agilizar a baixa dos veículos antigos pelos departamentos de Trânsito dos estados. O ministro Alckmin afirmou ter conversado com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para buscar soluções junto aos Detrans estaduais.

Com o fim do programa para carros populares, o setor automotivo avalia os impactos e direciona suas atenções para novas estratégias. Enquanto isso, a compra de veículos pesados continua a ser incentivada, visando à modernização e renovação da frota brasileira.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.