MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Alta da Selic leva o Brasil ao topo do ranking mundial de juros altos

Copom do Banco Central contribuiu para alta da Selic após ter elevado na última quarta-feira (2) a taxa de juros em 1,5 ponto percentual, a 10,75% ao ano

JEAN ALBUQUERQUE | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 06/02/2022, às 19h41

Alta da Selic leva o Brasil ao topo do ranking mundial de juros altos
Alta da Selic leva o Brasil ao topo do ranking mundial de juros altos - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A alta da Selic — taxa básica de juros que tem a função de regular diversas operações financeiras — , levou o Brasil a figurar a lista de países com a maior taxa de juros ao ano, descontada a projeção da inflação, segundo o ranking mundial de juros reais compilado pelo portal MoneYou e pela gestora Infinity Asset Management.  A lista tem 40 países. 

O aumento da Selic foi alcançado após o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central ter elevado na última quarta-feira (2) a taxa de juros em 1,5 ponto percentual, a 10,75% ao ano. 

+ Aumento da Selic provoca maior rentabilidade da poupança e FGTS? Saiba como isso te afeta

Selic leva o país ao topo do ranking de juros altos. Entenda  

O estudo, para chegar ao resultado, fez um cálculo entre as taxas nominais estimadas e negociadas ao mercado para janeiro de 2023. Em relação ao Brasil, a alta da Selic contribui com o índice dos contratos DI (Depósitos Interbancários), que serve como referência dos juros de mercado. O percentual estava em cerca de 11,9% na última quarta. 

É a partir deste cálculo que é realizada a perspectiva de alta da inflação para os próximos 12 meses. Com a nova Selic, descontada da inflação, o país atingiu 6,41% ao ano. O topo do ranking, após ser ultrapassado pela Turquia em dezembro, após a elevação da taxa feita pelo Copom. 

Veja lista dos países com maior taxa de juros nos próximos 12 meses

Confira a lista do cenário prospectivo com os cinco primeiros colocados a partir da alta taxa de juros no ranking mundial de acordo com o compilado da Infinity Asset Management. Confira:

  • 1º  Brasil 6,41%
  • 2º  Rússia 4,61%
  • 3º  Colômbia 3,02%
  • 4º  Chile 2,09%
  • 5º  México 1,99%

“Aos 1,50% de alta, o Brasil fica na 1º colocação no ranking mundial de juros reais, ganhando o pódio desde a última reunião, acima da Rússia, Colômbia, Chile e México com uma combinação de inflação projetada para os próximos 12 meses, via coleta do relatório Focus do BACEN de 5,38% e a taxa de juros DI a mercado dos próximos 12 meses no vencimento mais líquido”, diz trecho do documento. 

+++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.