MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Anatel anuncia plano de ação com bloqueio do sinal de TV Box pirata

A medida foi anunciada nesta quinta-feira (9). Mais de 5 milhões de aparelhos ilegais de TV Box ainda estão em funcionamento no Brasil

Mais de 5 milhões de aparelhos ilegais de TV Box ainda estão em funcionamento no Brasil
Mais de 5 milhões de aparelhos ilegais de TV Box ainda estão em funcionamento no Brasil - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 09/02/2023, às 19h04

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Os sinais piratas de tv e streaming estão com os dias contados. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou um plano de ação para combater o uso de TV Boxes piratas e aparelhos que transmitem sinais de TV por assinatura e serviços de streaming clandestinamente. A medida foi anunciada nesta quinta-feira (9).

Uma TV Box é um dispositivo com um sistema operacional instalado, e usado principalmente para transformar uma TV comum em uma smart TV, que permite o acesso a diversos aplicativos como Netflix, YouTube e outras plataformas, além de navegadores e redes sociais. No entanto, alguns dos modelos vendidos e usados ​​não foram aprovados pela Anatel e fornecem acesso ilegal aos conteúdos pagos.

A ação também tem como alvo decodificadores piratas que permitem acesso apenas a canais. Segundo a agência, o bloqueio dos dispositivos começará a ser feito nos próximos dias. O sinal de internet desses dispositivos serão bloqueados por meio de provedores de serviços.

+++ Quem possui conta na Caixa pode receber o PIS/Pasep 2023 antecipado?

Mais de 5 milhões de aparelhos ilegais de TV Box ainda estão em funcionamento no Brasil

A Anatel disse que cerca de 1,5 milhão de produtos foram retirados de circulação após as inspeções. O valor estimado desses produtos gira em torno de R$
400 milhões. A agência estima que entre 5 e 7 milhões de dispositivos ainda estejam conectados à internet no Brasil.

O vice-presidente da autarquia, Moisés Moreira, disse que “foi observado que muitos desses equipamentos de TV Box clandestino possuem softwares maliciosos que trazem grandes riscos à rede e ao usuário”.

A agência identificou cinco violações de hardware: uso de dispositivos não licenciados, prestação de serviços de transmissão de conteúdo sem autorização, uso indevido de serviços de televisão a cabo, violação da ordem econômica e da concorrência e riscos de segurança cibernética.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.