MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Após impeachment por "pedaladas fiscais", Dilma é eleita Mulher Economista 2023

A ex-presidenta Dilma Rousseff e atual presidente do Banco do Brics, bloco econômico formado por Brasil e mais quatro países, foi eleita Mulher Economista 2023 por conselhos de economia

Dilma Roussef com terno vermelho à esquerda e Bolsonaro à direita
Dilma Roussef com terno vermelho à esquerda e Bolsonaro à direita - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 12/12/2023, às 21h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A ex-presidente Dilma Rousseff, atual presidente do Banco do Brics, foi eleita Mulher Economista 2023 pelo Sistema Cofecon/Corecons, que reúne o Conselho Federal de Economia e os Conselhos Regionais de Economia, em uma decisão tomada durante a 729ª Plenária Ordinária do Cofecon, realizada no último sábado (9).

O Brics é um bloco econômico composto por:

  • Brasil
  • Rússia
  • Índia
  • China
  • África do Sul

Dilma foi escolhida para receber a premiação de por sua significativa contribuição para o desenvolvimento econômico e social do país ao longo de sua carreira. Antes dela, foram agraciadas com o prêmio: Tania Bacelar, em 2022; Esther Dweck, em 2021; e Denise Lobato Gentil, em 2020.

O prêmio Mulher Economista de 2023 destaca não apenas o mérito de sua trajetória profissional, mas também sublinha a importância de reconhecer e valorizar mulheres que desempenham papéis relevantes na promoção do desenvolvimento com responsabilidade social, segundo o conselho.

"A escolha de Dilma Rousseff como a Mulher Economista de 2023 reflete o reconhecimento do seu legado e expertise no campo econômico, bem como seu papel fundamental na formulação e implementação de políticas que moldaram a trajetória econômica do Brasil", afirmou o conselho em nota oficial.

A solenidade de entrega da premiação está programada para o próximo ano, durante a posse da nova diretoria do Cofecon, sem data confirmada até o momento.

+Ótima notícia para quem passar em concurso público em São Paulo: salário acrescido em 60%

Motivo do impeachment da ex-presidenta

O título de Mulher Economista 2023 ocorre sete anos após Dilma Rousseff enfrentar um processo de impeachment, em 2016, marcado por acusações de pedaladas fiscais. As pedaladas fiscais teriam sido caracterizadas pela suposta utilização de recursos de bancos estatais para cobrir despesas do governo, prática considerada irregular pela legislação brasileira.

O Congresso Nacional, ao analisar as denúncias, apontou que a ex-presidenta teria violado normas fiscais, comprometendo a responsabilidade na gestão econômica do país. O processo culminou na destituição de Dilma Rousseff do cargo de presidente da República em agosto de 2016.

+Bolsa ensino médio: governo revela quais valores serão pagos aos estudantes

Breve biografia de Dilma Rousseff

Dilma Vana Rousseff, nascida em 14 de dezembro de 1947, em Belo Horizonte, é economista e política brasileira. Graduada em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rousseff iniciou sua carreira política na juventude, participando de organizações de resistência à ditadura militar.

Com notável trajetória no serviço público, Dilma ocupou diversos cargos, sendo Ministra de Minas e Energia e chefiando a Casa Civil durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Eleita a primeira mulher presidente do Brasil em 2010, sua gestão enfrentou desafios econômicos e políticos, culminando no processo de impeachment em 2016.

Após deixar a presidência, Dilma Rousseff continuou sua atuação no campo econômico, tornando-se presidente do Banco do Brics, onde sua expertise e contribuições foram reconhecidas com a premiação de Mulher Economista 2023 pelo Sistema Cofecon/Corecons.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.